2005

Highend 2005: De Heil A Mcintosh



HEIL
A família Heil reunida


Estas colunas de som esotéricas, cuja principal característica é a reprodução de todas as frequência acima dos 1000Hz até aos 23kHz por um transdutor concebido pelo Prof. Oskar Heil, designado por A.M.T., Air Motion Transformer, apresentou os modelos Kithara, Syrinx e Aulos. As Heil têm representação em Portugal mas vêem-se e ouvem-se pouco. E é pena...



KRELL
Dan D'Agostino durante a sua palestra no auditório-contentor


Take audio into the blue, é o novo slogan da Krell, que assenta como uma luva à Evolution Series. Dan D'Agostino esteve presente em pessoa para demonstrar o prévio monaural Evolution Two c/ dois chassis e fontes de alimentação separadas idem os monoblocos Evolution. Um auditório-contentor não seria o espaço ideal para exibir as novas LAT1000, que partem da caixa em alumínio maciço das LAT1 para um patamar ainda mais elevado de qualidade, graças aos altifalantes de alumínio (graves) e titânio (médios). O que se ouviu agradou e despertou em mim o desejo de um teste o mais breve possível.


Nota: Se clicarem no ícone amarelo no topo da página podem ver um curto video de Dan D'Agostino durante a demonstração. As condições de luz eram más, mas fica o documento. Atenção: o vídeo tem 10MB. Se não tem banda larga, esqueça...



LINDEMANN
Electrónica 'acessível' Lindemann


Em verdade vos digo, esta é outra grande marca alemã de áudio highend. As colunas B60 e 90, que, creio, já tinham sido demonstradas o ano passado, voltaram a reproduzir som de qualidade com a nova electrónica Lindemann: o amplificador dual-mono 850, o prévio 830 e o leitor-SACD 820. Os preços andam na casa dos 5000 euros (a peça)...



LINN
Linn Kisto+Unidisk 1.1
As Linn Artikulat activas


A Linn é uma marca de grande prestígio na Alemanha, tal como a Naim, aliás. As salas estavam permanentemente cheias. A vedeta era o Kisto System Controller, um prévio AV 7.1 com todas as características necessárias para tirar o melhor partido do som multicanal áudio e vídeo. A Linn apresentou ainda vários modelos de colunas: as deliciosas Komponent com o seu estranho subwoofer circular e as Artikulat que juntaram uma multidão na sala.



MAGNEPAN
A Magnepan não se pode queixar da sala


No início da minha carreira audiófila (no século passado!...) eram a coluna dos meus sonhos, em especial alimentadas por Audio Research. Mas o mercado tem razões que o coração desconhece e voltei a não gostar de as ouvir, tanto com os novos Jeff Rowland «digitais» como com os Hegel. O som estava um pouco agressivo. Ora não é essa a recordação que eu tenho, quando as ouvi pela primeira vez em Paris a tocar «O Palhaço» cantado por Plácido Domingo.



MARANTZ
Regresso ao futuro: dois canais e... analógico


A Marantz seguiu a actual moda dos leitores-SACD estéreo como é o caso do SA-11S1. E o 15S1vai pelo mesmo caminho. Denon, Krell, Marantz, Sony, T+A, os novos topos-de-gama são todos stereo-only! Não acham que isto traz água no bico?…No fundo do túnel, eu vejo uma coisa chamada...Blu-Ray.


Mostrou ainda o fabuloso projector VP-12S4 que me deixou a 'bater mal' em Las Vegas, para utilizar uma expressão muito própria do meu amigo Eduardo Rodrigues. O VP-12S4 é o primeiro projector DLP a utilizar o mais recente 'Dark Chip' da Texas Instruments que consegue finalmente bater-se com os grandes CRT na reprodução dos negros.



MARTIN LOGAN
Sala da Martin Logan Summit


As Summit tocaram pela primeira vez na Europa. E não me deslumbraram tanto como em Las Vegas. O som estava um pouco preso. Ora o som electrostático é por definição livre, rápido e transparente. Eu creio que não se deram bem com a amplificação Musical Fidelity kw500. Demasiado controle? É que a secção de graves já é activa, não é preciso exagerar...



MC INTOSH
McIntosh MC207


A vedeta foi o amplificador multicanal MC207, com direito a teste muito positivo na Stereoplay, que já não é novidade para os leitores do Hificlube.