Reviews Testes

Luxman L-594A SE – luxo clássico com história

Luxman L-594A SE_Boca do Inferno.jpg

Com o L-595A SE, a Luxman comemora no Presente 95 anos de Passado com aposta no Futuro.

Há marcas que têm de ser abordadas com respeito e admiração: a Luxman é uma delas. Até porque anda nestas andanças há mais tempo do que eu – e já não são muitas que se podem gabar disso…

Não só porque é quase centenária (uma das mais antigas do mundo), mas porque soube manter a sua identidade, mesmo quando se viu obrigada a associar-se a outras marcas (Alpine), que pouco ou nada tinham a ver com a sua filosofia.

Hoje, a Luxman faz parte do Grupo IAG, na companhia de outras grandes marcas, que marcaram o seu tempo, como a Quad.

E eu tiro o chapéu à IAG por ter sabido manter os princípios que nortearam o nascimento de cada uma das marcas que compõem o seu vasto portefólio, permitindo-lhes prosseguir os seus objetivos, sem demasiada interferência, sobretudo nas áreas do design e tecnologia, pois na área financeira quem investe exige retorno.

95º Aniversário da Luxman

Assim, num mercado saturado, com produtos novos que já pouco se distinguem uns dos outros, nomeadamente na área digital, a Luxman comemora o seu 95º Aniversário apostando naquilo que muitos outros não têm: história.

Luxman L-570 original (1989)

Luxman L-570 original (1989)

O L-595A SE é um remake do famoso L-570, de 1989, e continua sem sombra de digitalite, apesar de ter nascido no Séc. XXI.

É um amplificador integrado analógico puro, com entrada Phono (MM/MC), de construção clássica e robusta (mede 44 x 19 x 46 cm e pesa 28 quilos!), com 30W/8 em Classe A, e um preço condizente com a sua categoria de produto de nicho (13.500 euros) e de edição limitada (300 unidades exclusivas para o Japão + 300 para o resto do mundo, sendo 100 para os EUA).

Para Portugal vieram apenas 3 das 5 unidades encomendadas pela Ultimate Audio.

E eu tive o privilégio de viver algum tempo, necessariamente breve (as solicitações são muitas), com um dos poucos exemplares ainda disponíveis no mercado mundial

E compreende-se porquê.

Não é só o prazer de ‘conduzir’ um clássico exclusivo e intemporal, que não precisa de um curso de informática para funcionar. É também o prazer de constatar (como se eu não soubesse já) que 30W de som de Classe A pura podem fazer muito pela sua saúde auditiva e espiritual.

Luxman L-595A SE, um arco íris de emoções à flor da pele

Luxman L-595A SE, um arco íris de emoções à flor da pele

A Luxman não se limitou a ‘copiar’ o L-570. O painel frontal de alumínio escovado, sólido e espesso, e os botões rotativos e de pressão e respetivo layout são idênticos.

Uma observação mais atenta revela contudo que têm funções diferentes, pois o L-595A SE não tem o circuito tape/recorder do L-570 e o seletor foi aproveitado para separar os controlos de graves e agudos, por exemplo, que no modelo original era um Tone Compensator único.

A tampa superior do L-595A SE é não só mais espessa (6 mm) como a grelha é mais aberta para dissipar eficazmente o calor gerado pelo funcionamento em Classe A.

É quando ele está pronto para ‘assar sardinhas’ que soa melhor: meia hora é quanto basta.

Como se pode ver pelas minhas fotos, esta versão também não tem o requinte da caixa exterior de madeira do original.

Mas nas fotos promocionais é apresentado um modelo com aplicações de madeira. Não sei se só está disponível no Japão, ou se é possível encomendar. Mas que lhe dá um ar ainda mais vintage, lá isso dá…

Luxman L-595A SE, foto promocional

Luxman L-595A SE, foto promocional

Se é verdade que o design clássico mantém todo o apelo da sua beleza intemporal, a tecnologia continuou a evoluir nas últimas décadas, pelo que a Luxman substituiu o ‘miolo’ do L-507 pelo do mais recente L-590A XII.

Luxman L-590A XII: o mesmo coração com um rosto diferente e olhos de âmbar.

Luxman L-590A XII: o mesmo coração com um rosto diferente e olhos de âmbar.

Portanto, já sabe, quando o L-595A SE esgotar (e não deve faltar muito) pode comprar the next best thing de 30W em Classe A, por um preço mais em conta (8.700 euros) e… com vuímetros!

Perde a intemporalidade do design e a exclusividade do modelo comemorativo, mas a vida é feita de compromissos e não apenas de convicções.

Do L-590A XII, recebeu assim:

  • um controlo de volume LECUA 1000, com atenuador eletrónico de 88 passos, que elimina a deterioração nos extremos min/max;
  • um buffer de topologia discreta que aumenta o ganho do andar de prévio, que herdou do C-900u;
  • um circuito ODNF-u, de realimentação negativa, que atua apenas sobre a diferença na distorção medida à entrada e à saída;
  • uma etapa de potência de triplo andar Darlington, numa configuração push-pull, inspirada nos monoblocos M-700u;
  • uma fonte de alimentação reforçada com um transformador de 615VA e oito, em vez de quatro, condensadores com 80 000 uF de capacidade.

Se tem medo de que 30W não cheguem para as suas encomendas, saiba que esta especificação se refere apenas ao funcionamento em Classe A pura.

Em modo push-pull, o L-595A SE disponibiliza facilmente 100W de potência, aumentando o controlo (fator de amortecimento de 370) sem perder muita da sedutora característica sedosa da Classe A.

Luxman L-595 A SE: evolução na continuidade. Quando a cópia é melhor que o original.

Luxman L-595 A SE: evolução na continuidade. Quando a cópia é melhor que o original.

Vem acompanhado de um controlo remoto (RA-17A em alumínio), mas não queira perder também o prazer tátil da utilização dos botões, tão grandes e visíveis que não nos obrigam a andar à apalpadelas até acertar.

O L-595A SE tem saída para auscultadores. A introdução do Jack de 6,3 mm não desliga as saídas para as colunas. Terá de as desligar manualmente (A+B) nos respetivos botões de pressão.

Estava na expectativa de obter uma qualidade de som com auscultadores semelhante à do Luxman P-750u – o amplificador de auscultadores dos eleitos.

Não foi esse o caso, hélas, apesar da inegável qualidade, mas os controlos de tonalidade revelaram-se um preciosa ajuda para domesticar auscultadores recalcitrantes, o que tornou as audições mais agradáveis, se bem que menos transparentes.

O som do L-594A SE tem a classe que se espera de um amplificador de Classe A: excelente! Ponto de exclamação.

Três-sons-em-um

Mas eu descobri 3 formas diferentes de apreciar o som do L-595A SE. O outro tinha 2 amores e não sabia de qual gostava mais, eu tenho três, o que aumenta ainda mais a dúvida existencial:

  1. O som do integrado como um todo, com participação do andar de prévio e do andar de potência;
  2. O som direto, ativando a função Line Straight que faz bypass aos controlos de tonalidade e equilíbrio entre canais, passando apenas pelo potenciómetro LECUA 1000;
  3. O som do amplificador sem qualquer participação do prévio (nem mesmo do controlo de volume), ativando a função Separate e ligando uma fonte externa, um DAC por exemplo (com controlo de volume, atenção!) diretamente na entrada Main IN.
Painel traseiro: todas as fichas RCA têm capas de proteção. Observe à direita a placa comemorativa do 95º Aniversário, e respetiva numeração.

Painel traseiro: todas as fichas RCA têm capas de proteção. Observe à direita a placa comemorativa do 95º Aniversário, e respetiva numeração.

As diferenças são mínimas, o que só abona em favor do cuidado posto pela Luxman em todos os circuitos que compõem esta obra de arte japonesa.

Mas se prefere o uísque de malte puro ao blend, faça a experiência de ouvir Classe A sem gelo, perdão, sem prévio. It brings the flavour in it…

Quando o uísque é bom, perdão, quando o som é bom, toda a música é tratada sem discriminação de género ou raça, já para não falar na orientação sexual, apenas para me enquadrar em tudo o que hoje é considerado ‘politicamente correto’.

A qualidade de construção é patente nos mínimos detalhes.

A qualidade de construção é patente nos mínimos detalhes.

O que não me impediu de gostar de ouvir com o L-595A SE música de Wagner, que era idolatrado pelos nazis; ou de Shostakóvitch, que foi membro do Soviete Supremo, esse pilar da democracia;

e de confessar que no meu disco preferido de Shelby Lynne, ‘Just a Little Loving’, se exalta o amor incondicional de uma mulher por um homem que a abandonou por outra, e agora lhe bate à porta de novo, e é recebido com amor e compreensão (violência doméstica psicológica?):

You can dry the tears on my dress/She’s hurt you again/ I can tell/ You don’t have to say you love me…

O Luxman L-595A SE: o fogo da Classe A

O Luxman L-595A SE: o fogo da Classe A

O L-595A SE deixa passar a música e as emoções à flor da pele: do desgosto de amor à esperança frustrada do regresso sem condições;

e em Bright Red, de Laurie Andersen, há mesmo insinuações veladas de pedofilia, num monólogo partilhado a dois que até arrepia:

come here little girl, get into the car, it’s a brand new Cadillac, bright red…

Vermelho, como o Capuchinho, que agora, no Canadá, faz parte do índex de livros de histórias infantis para queimar em praça pública, junto com, pasme-se, Tintin na América, Astérix e os Índios e Pocahontas!

Até se ouvem as rolas a cantar em fundo em Same Time Tomorrow, enquanto Laurie se despede de nós: good morning, good night…

Pagar 13.500 euros por um amplificador integrado para ouvir música (e rolas a cantar em fundo) também pode parecer politicamente incorreto. Sobretudo, para quem não o pode comprar…

Vá ouvir o Luxman L-595A SE à Ultimate Audio, antes de fazer juízos críticos e políticos. E vote no JVH!

Produto:

Luxman L-595A SE (amplificador analógico integrado)

Preço: 13 500 euros

Distribuidor ULTIMATE AUDIO

Luxman L 594A SE Boca do Inferno

Luxman L-570 original (1989)

Luxman L-595A SE, um arco íris de emoções à flor da pele

Luxman L-595A SE, foto promocional

Luxman L-590A XII: o mesmo coração com um rosto diferente e olhos de âmbar.

Luxman L-595 A SE: evolução na continuidade. Quando a cópia é melhor que o original.

Painel traseiro: todas as fichas RCA têm capas de proteção. Observe à direita a placa comemorativa do 95º Aniversário, e respetiva numeração.

A qualidade de construção é patente nos mínimos detalhes.

O Luxman L-595A SE: o fogo da Classe A


AbsoluteSounds950x438
Publicidade