Reviews Testes

Alieno LTD250, um amplificador de outra galáxia

UAEAgo21_Marten_Alievo_Tubes-Capa.jpg

A Ultimate Audio parece a Assembleia da Nações Unidas: há lá representantes de todos os países, incluindo as economias audiófilas emergentes, que antes não tinham voz no concerto dos sons, como o Vietname.

Visitar a UAE é garantia de novidade, quando não mesmo de surpresa.

Miguel Carvalho tem um secreto prazer em surpreender-me com produtos áudio de que nunca ouvi falar, o que, convenhamos, não é fácil, após quase 40 anos a palmilhar os caminhos do som, aquém e além mar.

A Marten está de volta

UAE - Auditório principal (renovado): Marten Parker Quintet, com amplificação Alieno LTD250

UAE - Auditório principal (renovado): Marten Parker Quintet, com amplificação Alieno LTD250

O Miguel criou mesmo uma nova empresa independente – a Artisan Audio – que importa marcas de créditos firmados, como a Marten, e colabora em associação com a UAE, cujos auditórios funcionam assim como uma espécie de ‘incubadora’, onde produtos ‘Indy’ de vários países, como a Espanha, Grécia, Polónia, Vietnam, que não têm a tradição audiófila dos países anglosaxões, escandinavos e germânicos, são sujeitos a testes e audições para avaliar do seu potencial.

Por vezes, com resultados surpreendentes, como foi o caso do extraordinário DAC da espanhola Wadax e agora o amplificador a válvulas Alieno, que nos chega de Itália, país onde o áudio é uma Arte.

UAE- Alieno (prévio)

UAE- Alieno (prévio)

O Alieno é aquilo a que eu chamo um Unicórnio, um animal mitológico, que se tornou símbolo de algo impossível de realizar e se torna realidade: um amplificador OTL (sem transformadores de saída/OCL (sem condensadores no circuito ou na saída) single-ended puro, com base em duas válvulas 300B, capaz de gerar 250W sobre 8 ómios! Não é por acaso que se chama Alieno (Alienígena)…

Missão Impossível

UAE - o segredo do Alieno reside no current booster que o alimenta a pão-de-ló...

UAE - o segredo do Alieno reside no current booster que o alimenta a pão-de-ló...

Mas isso é impossível, dirão os leitores tecnicamente mais apetrechados. A não ser que seja do tipo híbrido como um andar de potência de estado sólido.

O Alieno LTD 250 tem, de facto, uma fonte de alimentação a transístores, apoiada e estabilizada por um par de válvulas KT150, que funciona apenas como ‘booster’ de corrente das 300B, mantendo assim todas as características sonoras de uma topologia single-ended com base em tríodos com aquecimento direto do cátodo.

Nota: o circuito tem tanto de simples como de genial e, embora utilize tecnologia de vácuo, explora um conceito semelhante ao dos Devialet, no qual um amplificador de Classe A pura de muito baixa potência vai buscar a corrente necessária (current booster) para alimentar as colunas a uma fonte comutada (Classe D).

Loudspeaker Tubes Direct

Diagrama simplificado do circuito eléctrico do Alieno. Fonte: Audio activity.

Diagrama simplificado do circuito eléctrico do Alieno. Fonte: Audio activity.

O primeiro andar de ganho do Alieno utiliza um andar simétrico com recurso a válvulas ECC82, a que se segue o andar de saída, que utiliza uma válvula 300B por canal, em configuração single-ended Classe A, de saída catódica. As KT150 funcionam apenas como gerador de corrente linear para alimentar as 300B.

O ‘truque’ reside na ligação do andar de potência a válvulas à carga (colunas) por meio de uma resistência de baixo valor, cuja variação de tensão modula a corrente fornecida pela fonte de alimentação de estado sólido, simultaneamente ligada à carga em paralelo com as 300B, cuja ‘assinatura’ (curvas de transferência) é assim ‘emulada’ pela PSU.

Na ausência de transformadores de saída, a terra (massa) flutuante impede que as colunas sejam afetadas, no caso de oscilação ou mau funcionamento do amplificador.

Esta tecnologia inovadora, designada por LTD, Loudspeaker Tubes Direct, foi criada por Fulvio Chiappetta, projetista da S.I. Audio, de Itália.

É como misturar vodka com sumo de laranja. Continua a saber a laranja (válvulas) mas tem a potência do álcool (em estado sólido).

Foi o que fiz no auditório principal da Ultimate Audio, tendo com amável anfitrião, Miguel Carvalho, ambos de máscara, mas de olhos e ouvidos bem abertos. Miguel começou por me apresentar o sistema em demonstração, que girava à volta do Alieno LTD 250, o cabeça-de-cartaz:

Parker Quintet: o brilho do diamante

Parker Quintet: o brilho do diamante

As Marten Parker Quintet Diamond Edition (tweeter de diamante) celebram o regresso das Marten à UAE, via Artisan Audio, e fizeram-me recordar o som das fabulosas Coltrane Supreme II, que foram exibidas no Audioshow 2014, com a presença de Jorgen Olofsson, da Marten.

Até têm quatro woofers passivos na ‘mochila’, cuja função se torna óbvia, nas peças com percussão, que podem ouvir no vídeo mais abaixo.

DAC e Clock Ideon (Grécia)

DAC e Clock Ideon (Grécia)

O fornecimento de sinal digital esteve a cargo de um streamer Aurender N30 SA, cujo regresso ao nosso mercado se saúda também. E de um DAC Ideon/reClock Absolut, de origem grega, que é outra novidade… absoluta.

No conjunto, incluindo os cabos Cristal Connect Da Vinci, estamos a falar de um sistema de +250 mil euros.
Um palco sonoro grandioso e uma performance grandiloquente

Um palco sonoro grandioso e uma performance grandiloquente

Claro que a qualidade de som era superlativa: transparente, dinâmico, de talhe fino mas doce, com um palco sonoro grandioso e uma performance grandiloquente, no sentido em que as Marten Parker Quintet soaram eloquentes no discurso, de grande elevação, inteligibilidade e emotividade.

Oiça-se de novo (vídeo de abertura acima a partir de 2:29) Zambujo a cantar ‘A Tua Frieza Gela’.

Não é só a extrema beleza do timbre da sua voz, é a forma como coloca as palavras e as sente, sublinhando o desgosto juvenil da rejeição com os bordões da guitarra.

Reparem como os ‘efeitos especiais de som’ dão um toque de ironia cómica, quase como que desvalorizando a dor que o cantor deveras sente:

Queria ser teu namorado,
Morar dentro dos teus olhos;
Perder-me nos muitos folhos
Do teu vestido encarnado.

Tudo isso, as Parker Quintet deixaram passar, alimentadas pela transparência das 300B.

Até aqui tudo bem. Esta era uma prova fácil, que não coloca grandes dificuldades a um SET (single-ended triode). O que eu não estava à espera era que o Alieno:

  1. mantivesse a compostura tríodica, quando sujeito à exigência de definição dos graves na reprodução do contrabaixo mágico de Ray Brown, enquanto mantinha sob controlo o ataque dos metais da orquestra de Lalo Schifrin (o autor do tema de ‘Mission Impossible’), do álbum muito apropriadamente intitulado Blues in The Bassment, assim mesmo: bass+ment, topam?;
  2. dominasse o jogo harmónico coral/percutivo que ilustra a voz única de Dominique Fils-Aimé em Rise do álbum Nameless;
  3. e respondesse com garbo e ‘à letra’ à violência das percussões que acompanham Cassandra Wilson em Dance to the Drummer Again, uma faixa obrigatória sempre que lá vou.

Nota: comparar acima o excerto da faixa de Cassandra Wilson com a da versão Boulder/Stenheim

Chame-lhe Unicórnio ou Alien, pois o Alieno LTD 250 não é deste mundo.
UAE: imagem envolvente por qualquer perspetiva.

UAE: imagem envolvente por qualquer perspetiva.

‘Sacar’ 250W de um par de 300B, sem se sujeitar à ‘prostituição’ imposta pela hibridez, era até hoje uma ‘Missão Impossível’. Not anymore!...

Assista na Ultimate Audio ao dealbar de uma nova era na tecnologia do vácuo.

Take Two

UAE: Auditório 2_Cube Nenuphar com amplificação Thivan Swan 211 e fontes Luxman.

UAE: Auditório 2_Cube Nenuphar com amplificação Thivan Swan 211 e fontes Luxman.

Mas a visita ainda não tinha acabado. Rui Calado esperava-me no Auditório 2 da UAE, com um sistema mais, digamos, ‘vintage’, e clássico na conceção.

Para mim, a novidade absoluta aqui era o amplificador (e o DAC) Thivan, que nos chega do Vietname, um país mártir onde, apesar de tudo, não se perdeu o gosto pela música.

Thivan Labs Swan 211

Thivan Labs Swan 211

A Thivan Labs, de Nguyen Hoang Thi e Nguyen Anh Van, fabrica colunas, dacs e amplificadores a válvulas SET clássicos, que se distinguem pela construção manual e sólida: o peso dos amplificadores integrados Thivan prova que não brincam em serviço.

Thivan Labs Swan 211, vista traseira, onde se esconde o andar de ganho.

Thivan Labs Swan 211, vista traseira, onde se esconde o andar de ganho.

Todos os amplificadores Thivan são variantes SET, com base nos tríodos mais conhecidos: 805, 211, 300B e 811, de origem chinesa. Neste caso, ouvi o 211 Swan, um single-ended de apenas 25W sem ‘truques’. Só foi pena não termos ouvido a versão com válvulas 300B…

Pormenor da unidade full range das Nenuphar.

Pormenor da unidade full range das Nenuphar.

Com fonte analógica, amplificador SET e colunas polacas Cube Nenuphar, que utilizam um único altifalante fullrange de 10 polegadas, o cenário não podia ser mais ‘vintage’ e o som mais natural.

A célula DS Audio E1 ilumina o caminho do analógico: candeia que vai à frente...

A célula DS Audio E1 ilumina o caminho do analógico: candeia que vai à frente...

Com exceção da revolucionária célula ótica DS Audio E1, montada no braço do Luxman PD151 (vende-se como um package), que veio acabar com a polémica MM/MC. Também no analógico se fez luz…

Thivan Labs DAC

Thivan Labs DAC

Ouvi e gravei música variada, mas não resisti a publicar a única gravação de som direto que fiz com um microfone Röde montado no meu telemóvel. Juro!

O gigante Boulder de sentinela aos LPs

O gigante Boulder de sentinela aos LPs

E o que me deixou rendido, além, claro, da voz de Harry Belafonte, foi o som do saxofone: natural, carnudo, com gosto de carvalho americano. Sabiam que o saxofone tenor, sendo de metal, é afinal uma madeira afinada em Si bemol? Então oiçam:

Para mais informações:

ULTIMATE AUDIO

THIVAN LABS

UAEAgo21 Marten Alievo Tubes Capa

UAE - Auditório principal (renovado): Marten Parker Quintet, com amplificação Alieno LTD250

UAE- Alieno (prévio)

UAE - o segredo do Alieno reside no current booster que o alimenta a pão-de-ló...

Diagrama simplificado do circuito eléctrico do Alieno. Fonte: Audio activity.

Parker Quintet: o brilho do diamante

DAC e Clock Ideon (Grécia)

Um palco sonoro grandioso e uma performance grandiloquente

UAE: imagem envolvente por qualquer perspetiva.

UAE: Auditório 2_Cube Nenuphar com amplificação Thivan Swan 211 e fontes Luxman.

Thivan Labs Swan 211

Thivan Labs Swan 211, vista traseira, onde se esconde o andar de ganho.

Pormenor da unidade full range das Nenuphar.

A célula DS Audio E1 ilumina o caminho do analógico: candeia que vai à frente...

Thivan Labs DAC

O gigante Boulder de sentinela aos LPs


AbsoluteSounds950x438
Publicidade