Reviews Testes

Monitor Audio Silver 6G 200 – a bala de prata

dscf0219-cap1.jpg

O meu primeiro encontro com a nova Silver 6G Series deu-se em Munique, no decorrer do HighShow 2017. Mesmo tendo um contentor como auditório, percebi que a Monitor Audio tinha ali um sucesso comercial.

No curto vídeo abaixo, podem ver/ouvir as Silver 300, alimentadas por electrónica RoKsan K3 Series, a tocar um breve excerto de ‘Private Investigations’, dos Dire Straits, apenas para ilustrar o ambiente em que me foram apresentadas.

Monitor Audio: o bom rebelde

Quase seis meses depois, Delfim Yanez telefona-me: ‘A versão de produção das Silver 200/300 já cá está’. De facto, a Monitor Audio tinha mandado um modelo exploratório de pre-produção já há algum tempo que não lhe tinha agradado. Soou-lhe ‘fechado’, demasiado bem comportado, quando as Monitor Audio sempre foram reconhecidas como uma espécie de ‘bom rebelde’ do áudio: um som vivo, aberto, presente, claro, com muito ‘ar’.

As Monitor Audio são o ‘bom rebelde’ do áudio: um som vivo, aberto, presente, claro, com muito ‘ar’

Tanto assim que, no decorrer desta audição crítica, nos deu um certo gozo comparar umas S6, com 25 anos, que utilizam uma primeira versão do famoso tweeter dourado, também utilizado nesta série Silver 6G, composta por nove modelos, incluindo monitoras, centrais satélites surround e um subwoofer. Mas estou a adiantar-me.

Delfim Yanez, no áudio a antiguidade também é um posto...

Delfim Yanez, no áudio a antiguidade também é um posto...

O respeitinho é muito bonito…

A Delaudio é um dos mais antigos distribuidores europeus da Monitor Audio, desde o tempo do saudoso Mo Iqbal, e a opinião de Delfim Yanez é importante para o fabricante. Assim, é provável que, entre o modelo de pre-produção e a actual versão, que agora inicia a sua comercialização em todo o mundo, tenha havido um pouco de ‘tweaking’, sobretudo ao nível do filtro divisor, pois não é fácil alterar outros aspectos importantes de um projecto já em marcha.

A Roksan faz agora parte do grupo Monitor Audio.E a K3 é a melhor série de sempre da electrónica Roksan.

A Roksan faz agora parte do grupo Monitor Audio.E a K3 é a melhor série de sempre da electrónica Roksan.

A audição crítica, com Delfim a virar CDs comprados por 1 euro, iniciou-se com as S200, alimentadas por electrónica RoKsan K3 (leitor-CD e integrado a 1700 euros a peça). As S200 são o modelo-de-chão mais compacto da Silver 6G Series e custam uns simpáticos 1500 euros.

As grandes marcas de áudio têm a herança de um longo passado a defender

Acima delas só estão as S300 (€1999), que também actuaram, e as S500, ainda não-disponíveis na Delaudio. Portanto, estamos a falar de preços em patamares acessíveis para a maioria dos potenciais interessados num sistema que toque música sem precisar de uma hipoteca.

Herança genética

Monitor Audio Silver 200, um caso sério num corpo pequeno

Monitor Audio Silver 200, um caso sério num corpo pequeno

Como acontece com todas as grandes marcas de áudio, que têm a herança de um longo passado a defender, cada nova série é uma evolução na continuidade de tecnologias desenvolvidas ‘em-casa’ com provas já dadas. Assim é também com a Silver 6G:

O acabamento das 200 que ‘me tocaram’ era em negro-cinza. Mas há mais 6 cores por onde escolher, do carvalho natural ao de tom avermelhado, incluindo o branco pérola que foi exibido em Munique. Todas com folha de madeira natural - e não de plástico.

As 200 são pequenas e leves, logo domesticamente aceitáveis até num simples quarto de estudante. Embora de tamanho modesto, há ali muito empenho na construção: travejamento interno, câmaras e pórticos reflex (com tubo estriado do tipo HiVE II) independentes para médio-grave e grave e sólida fixação dos altifalantes à caixa com uma vara de metal interna com parafuso exterior de aperto. Enfim, nada foi deixado ao acaso, como acontece com produtos concorrentes na mesma categoria de preço.

Nada foi deixado ao acaso, como acontece com produtos concorrentes na mesma categoria de preço

Além da última versão do tweeter de cúpula dourada, em alumínio com banho cerâmico, que é já um ícone da Monitor Audio, a principal curiosidade reside na opção por dois altifalantes de médio-graves C-CAM de 5,25 polegadas, com cone côncavo sem tapa-poeira, cuja superfície está cravejada de ‘bexigas doidas’ para facilitar o fluxo de ar, como nas bolas de golfe.

Embora iguais, têm desempenhos diferentes. A unidade superior é o elo de ligação entre o altifalante de graves inferior e o tweeter, funcionando quase como uma unidade de banda larga, que cobre a grande gama média, daí, talvez, a notável coerência do som geral, mesmo a curta distância de audição.

Música sortida

Delfim Yanez: 'na música o que conta não é o suporte ou a resolução, é o respeito pelo intérprete e pelo seu trabalho...'

Delfim Yanez: 'na música o que conta não é o suporte ou a resolução, é o respeito pelo intérprete e pelo seu trabalho...'

Como sempre acontece na Delaudio, ouvi música ‘sortida’ e não discos audiófilos, streaming ou ficheiros de alta resolução. Discos banais com música que nada tem de banal. De ‘Fragile’, por Sting, a ‘Quality Of Mercy’, de Michelle Schocked, passando por várias faixas da banda sonora de ‘Dead Man Walkin’; e ‘coisas estranhas’, como ‘Yemen’ por Michael Brook e Djivan Gasparyan, cantado em...turco!

Mas nada soa estranho com as ‘200’. As vozes têm textura e presença, o grave tem corpo e extensão q.b. e o ‘baixo’ não se ‘arrasta’ atrás dos médios, tornando os músicos sonolentos, como acontece com outros sistemas ‘reflex’. A imagem é sólida e o posicionamento dos intervenientes em palco bem definido.

É notável o que é hoje possível comprar com 1500 euros, pois a escolha há uns anos era entre o som dito ‘hifi’, com coloração artificial, e o ‘highend’ a preços incomportáveis.

Equação complexa

As Silver 300 são o passo lógico seguinte para quem precisa de preencher um espaço maior com música

As Silver 300 são o passo lógico seguinte para quem precisa de preencher um espaço maior com música

Seguiram-se as ‘300’ como termo de comparação. Por mais 500 euros, compra mais informação e maior extensão do grave. Mas não compra mais coerência, nem talvez por isso mesmo mais prazer. O que se passa é que as ‘300’ têm mais um altifalante de médios. Isso traz, claro, mais abertura e informação, mas torna a equação mais complexa. E no som às vezes as coisas querem-se simples…

As ‘300’ justificam-se numa sala mais ampla, até porque vai precisar de se afastar delas pelo menos 3 metros para obter a mesma integração das ‘200’ a menos de 2 metros.

Regresso ao passado

Regresso ao passado: as S6 ainda estão aí para as curvas...

Regresso ao passado: as S6 ainda estão aí para as curvas...

A audição terminou com um exercício intelectual curioso, num regresso ao passado proposto pelo próprio Delfim Yanez. Trazer à liça um par de Monitor Audio S6, com 25 anos, que já utilizava, então, unidades de alumínio, incluindo a versão original do ‘tweeter’ dourado.

O som das S6 é mais vivo e aberto, mas menos entrosado, como se o grave corresse atrás do resto do espectro. Na altura, dava-se mais importância à resposta em frequência que à resposta temporal.

Curioso mesmo foi verificarmos que o ‘tweeter’ não soou tão ‘quente’ como tínhamos guardado na nossa memória auditiva, o que nos levou a concluir que aquele brilho excessivo se devia às fontes digitais de então.

Onde quer que estejas, Mo, aqui vai um abraço saudoso de JVH

Mo Iqbal tinha razão e nunca cedeu à tentação de ‘fechar’ o som para compensar a digitalite aguda que grassava então pelo áudio. Onde quer que estejas, Mo, aqui vai um abraço saudoso de JVH.

A nova Monitor Audio Silver 200 vai dar água pela barba à concorrência próxima e dar cartas no mercado dentro da sua categoria e preço. Este é um modelo de combate que utiliza…balas de prata!

dscf0219 cap1

Delfim Yanez, no áudio a antiguidade também é um posto...

A Roksan faz agora parte do grupo Monitor Audio.E a K3 é a melhor série de sempre da electrónica Roksan.

Monitor Audio Silver 200, um caso sério num corpo pequeno

Delfim Yanez: 'na música o que conta não é o suporte ou a resolução, é o respeito pelo intérprete e pelo seu trabalho...'

As Silver 300 são o passo lógico seguinte para quem precisa de preencher um espaço maior com música

Regresso ao passado: as S6 ainda estão aí para as curvas...