Reviews Testes

Advance Acoustic X-i60

Advance Acoustic X-i60, uma caixinha de surpresas - até no preço...

Com a classe média dizimada pela artilharia tributária, o que se vende agora é “muito caro” ou “muito barato”. A virtude parece que já não reside no meio. Isto é o que eu oiço hoje em dia aos distribuidores.


A Delaudio distribui a Pass cuja linha topo-de-gama tem um preço tão elevado que só lá chega acima quem tem a capacidade de sobreviver na ausência de gravidade, a tal que nos obriga – a nós, comuns mortais - a andar com os pés assentes na Terra.

Mas a Delaudio também distribui a modesta francesa Advance Acoustic, de que este amplificador integrado X-i60, “conçu et developpé en France” e, acrescento eu, “fabriqué en Chine”, é um bom exemplo de “mais barato é impossível” fundamental para se bater taco-a-taco na “Segunda Liga” do áudio, onde somos por vezes surpreendidos por jogadores com bons recursos técnicos e “muito pulmão” (60W) cujo passe não custa “um milhão”.


Assim, achei que devia dar oportunidade ao X-i60 de jogar numa equipa de vedetas, ou plantel como eles dizem na televisão: Sonus Faber, Chord, Focal, McIntosh, etc. E, se é verdade que o X-i60 não saiu em ombros, com o público rendido de pé a aplaudir, também não ouvi assobios, além da abertura de Isn’t She Lovely, do Livingston Taylor. Digamos que deu o litro, ou seja todos os 60W que tem...


Mesmo antes de lhe conhecer os recursos técnicos, vê-se logo que o X-i60 tem boa estampa atlética, patente no espesso painel em acrílico negro, dominado por um botão central multifunções, que regula o volume, joga com os dois pés (quando pressionado domina todo o menu), é um poço de habilidade e faz fintas “dentro de uma cabina telefónica”. Há jogadores mais famosos que se (nos) atrapalham com a bola no dia-a-dia.


De resto, além dos leds de navegação e do botão de power/standby um jack para auscultadores que - o la la – é em tamanho natural.

O painel traseiro revela todo o potencial e os recursos do X-i60 para responder à exigências modernas (USB), sem esquecer as antigas (MM), no actual contexto económico.

O painel traseiro revela todo o potencial e os recursos do X-i60 para responder à exigências modernas (USB), sem esquecer as antigas (MM), no actual contexto económico.

No painel traseiro, além das habituais entradas analógicas (RCA), oito ao todo, incluindo Phono (MM)!, e dos inevitáveis bornes (com protecção plástica) para as colunas, vai descobrir que pode ser utilizado separadamente como prévio (Pre-out) e como amplificador (Amp In).


Mais surpreendido fica ainda quando verificar que tem entradas digitais (2 x coaxial + Optical+ USB A + USB B), o que só pode significar que tem um DAC integrado (Cirrus Logic 24/192). Aqui chegado, e quando já começava a pensar que era mais um “Classe D” da treta, você dá de caras com um pequeno comutador on/off High Bias, que é a prova de que o amplificador é analógico convencional e funciona em Classe A/B.


Com o jogo já ganho, entra-se no tic-taca, nos minutos finais da noite, que exige mais habilidade que força: os primeiros watts de potência podem assim levar mais um cheirinho de polarização em Classe A (posição On) e o som tem mais...classe. Quem diria?...


No final, surpresa das surpresas, o bilhete para o jogo vai custar-lhe não mil, nem quinhentos mas apenas 399 euros! Ah, e ainda leva um controlo remoto como extra. Para princípio de vida audiófila não está nada mal, hã?...


Falta dizer que todas estas “habilidades” e luzes não estão lá só para enfeitar, funcionam mesmo, tanto com discos como com ficheiros áudio! E o som é bom? Admito que já ouvi melhor. Olhem, o integrado Plinius Hautonga, por exemplo, do mesmo distribuidor, isto para não ir mais longe. Mas este custa cinco milhafres, que grande avaria, assim também eu, dirá o leitor!...


Só me resta, pois, admitir sem ponta de ironia que por 399 euros o X-i60 é um autêntico negócio da China!...


Para mais informações: DELAUDIO



 

Advance Acoustic X i60, uma caixinha de surpresas até no preço...

O painel traseiro revela todo o potencial e os recursos do X-i60 para responder à exigências modernas (USB), sem esquecer as antigas (MM), no actual contexto económico.