audioshow2013

Audioshow 2013 - Parte 11 - Viasonica

Fachada da nova loja da Viasonica, no Largo do Casal Vistoso, 3B, ao Areeiro, Lisboa

A Viasonica é actualmente o principal revendedor de áudio highend do mercado nacional, colocando-se a par dos principais distribuidores nas condições de audição que oferece aos clientes, depois de ter ocupado o “Templo do Som”, que foi antes o local de culto da Cenestesia, Delaudio e Imacustica.

Sendo revendedor, a Viasonica tem a vantagem da diversidade, oferecendo para venda equipamentos de vários distribuidores, nomeadamente Ajasom, Esoterico e Imacustica.

Viasonica: auditório principal com colunas Quad 2912

Viasonica: auditório principal com colunas Quad 2912

Pode-se, por exemplo, ouvir num dos auditórios o conjunto Wadia Intuition 01/Quad 2912, que testei recentemente para o Hificlube, ou com outra combinação de amplificação como a Classé (na foto).

A loja da Viasonica é a única onde pode ouvir toda a Série 800 da B&W

A loja da Viasonica é a única onde pode ouvir toda a Série 800 da B&W

Logo à entrada, qualquer observador atento percebe que há uma clara aposta na Bowers&Wilkins, sendo a Viasonica o único revendedor em Portugal a apresentar toda a Série 800.

Não surpreende, pois que, no Audioshow 2013, a Viasonica tivesse canalizado as atenções dos visitantes para a sala onde actuavam as B&W CM10, alimentadas pelo fabuloso integrado Ayre AX5, tendo como fonte o leitor-CD Ayre CX7 Evolution.

Ouvintes atentos na sala da Viasonica: Ayre/B&WCM10

Ouvintes atentos na sala da Viasonica: Ayre/B&WCM10

B&W CM10: o tweeter no topo do bolo

B&W CM10: o tweeter no topo do bolo

Ayre CX7 Evolution/Ax5

Ayre CX7 Evolution/Ax5

Na minha primeira incursão, na sala pequena para tanta gente que sai e que entra, como sempre acontece nestas ocasiões festivas, limitei-me a fazer um registo video “ambiental”, espontâneo e sem preocupações puristas: além da voz da Patricia Barber, ouvem-se também as vozes no corredor, a porta a bater e o fru-fru dos sacos da Focal, que eram distribuidos à entrada (boa jogada comercial, mas para a próxima apostem nos sacos de pano, como em Las Vegas, que são mais ecológicos e... silenciosos).

Já no Domingo, José Filipe teve a amabilidade de me “dispensar” cinco minutos “de estúdio” à porta fechada (havia pessoas na sala mas não entrou ninguém durante algum tempo) e, dos 3 registos digitais a 96kHz/24-bit que efectuei na sweet spot, optei por este de Simone, porque reflecte bem todas as qualidades do sistema: naturalidade, ataque, ritmo e emoção, com um grave milagroso naquelas condições acústicas.

Creio que a canção se chama “Fica comigo esta noite”, e eu, de facto, fiquei tentado a ficar por lá com as CM10, mas já combinei uma tarde “a sós”, num dos auditórios da Viasonica. Sempre sai mais barato que uma suite no Pestana Palace...

Na sala de exposição contígua, a Viasonica apresentou produtos mais acessíveis e atractivos para um público mais vasto e também mais jovem.

Viasonica, sala de exposição: Denon Cocoon stream

Viasonica, sala de exposição: Denon Cocoon stream

Fachada da nova loja da Viasonica, no Largo do Casal Vistoso, 3B, ao Areeiro, Lisboa

Viasonica: auditório principal com colunas Quad 2912

A loja da Viasonica é a única onde pode ouvir toda a Série 800 da B&W

Ouvintes atentos na sala da Viasonica: Ayre/B&WCM10

B&W CM10: o tweeter no topo do bolo

Ayre CX7 Evolution/Ax5

Viasonica, sala de exposição: Denon Cocoon stream