2011

Highend 2011_munique_ Parte 3_ Sons Que Se Estranham, Sons Que Se Entranham



Da Coca-Cola disse Pessoa que 'primeiro estranha-se, depois entranha-se'. Há sons assim também. E se há sítio onde os sons se estranham, é em Munique. Mas pelo menos ficam também a saber hoje qual foi, por uma unha negra, o 'melhor som' de Munique. Não, não foi o que mais se estranhou, foi o que mais se entranhou...  


SILBATONE ACOUSTICS


       


Mais estranho do que isto não há. A coluna ao centro é uma corneta de 1927 (?). Duvido que alguém com juízo a coloque na sala de estar. E o visitante que surge na imagem, no final do videoHD, deve estar a pensar isso mesmo a avaliar pela careta que fez. Mas não tocava nada mal.    


AUDIONEC ANSWER


   

Não sei se a Answer será a resposta definitiva que os audiófilos procuram e não encontram. Mas é uma boa resposta. Há uma estranha sensação de algo de diferente: bom,visual e acusticamente, que se entranha lentamente no corpo e na alma. E depois apetece repetir. Com cablagem Absolue Création (com dieléctrico de algodão puro). A verdade é que eu só consigo suportar roupa de algodão em contacto com a pele. Talvez seja por isso que o som me é tão...confortável. Muito bom. Se as conseguirem tornar menos...eh...estranhas, por mim, podem entranhar-se à vontade, que eu deixo...     


CABASSE L'ÓCEAN


     

Depois da 'Esfera' o vasto oceano. L'Ócean é uma versão reduzida e mais doméstica (também mais acessível) da incrível La Sphère. Hipnóticas como o som das ondas do mar...    


CONTINUUM/CONSTELATION/TIDAL


     

Num show é sempre difícil afirmar categoricamente qual é o 'melhor' som. Mas este é um dos fortes candidatos ao galardão. Com fonte analógica Continuum Caliburn e amplificação Constelation as Sunray+T1 soaram como todo o hifi devia soar: like the real thing...