2007

Ces 2007: Audio Physics, Belcanto, Jeff Rowland, Lyngdorf, Mcintosh, Nuforce, Pathos, Primaluna, Shanling, Siltech, Thiel



AUDIO PHYSICS

Avanti V com HHCT, hyper holographic cone tweeter, novo filtro e uma caixa com paredes interiores irregulares e um mínimo de material absorvente para controlar a inevitável onda estacionárias vertical em colunas-de-chão.


BELCANTO

John Stronczer apresentou entre outras novidades o CD2, cujo design é ainda um projecto em evolução. Pode ser transporte, leitor-CD e leitor com prévio integrado.


JEFF ROWLAND

Prévio Capri, concebido para emparelhar com o Model One da série ICE. Jeff deve tê-lo em muita boa conta, pois era o Capri que dava música aos convidados


LYNGDORF

DP1, coluna elegante e fina, de caixa aberta c/ subwoofer dedicado, pensada para funcionar com igualização digital.
MCINTOSH

O AP 1000 é um processador de duplo chassis separado para áudio e vídeo. O mais curioso é que o visor LCD está montado no processador de áudio (na foto com o leitor-DVD em cima)!??



Mas foi mais longe e lançou-se no reino dos projectores (baseado no Marantz) com um DLP de apenas 1 “chip”: MDLP1 (este nome tem estranhas ressonâncias políticas em Portugal…).


NUFORCE

Estes são os rostos por detrás da Nuforce Casey NG e Jason Lin, aqui posando junto das S-9



E o novo preamplificador P-9 de duplo chassis (fonte de alimentação separada)


PATHOS

Depois do leitor-CD Endorphin, o amplificador Adrenaline. Uma questão musical ou hormonal?


PRIMA LUNA

Finalmente, a PrimaLuna está aberta ao…diálogo: Dialogue One (EL34) e Two (KT88)



E ainda: Eight, o primeiro leitor-Cd da marca, com andar de saída a válvulas e o segredo do “clock” regulado por uma válvula miniatura russa…


SHANLING

Leitor-CDT 1500, a Shanling continua a surpreender pela beleza e pelo design.


SILTECH

A maior surpresa do Venetian: Signature SC-1. Depois dos amplificadores, a Siltech apresenta agora a sua primeira coluna com painel electrostático para reproduzir as altas frequências.


THIEL

Desta vez as 3.7 fizeram ouvir a sua voz. E o brilhozinho de juventude dos olhos não chegou para negar a evidente paternidade de Jim Thiel.