2006

Balada Da Neve



SENSIBILIDADE E BOM SENSO



Este ano tive oportunidade de o conhecer e ao seu trabalho e ficar com uma ideia das suas extraordinárias capacidades na área do highend.
Confesso que não o conhecia. Foi preciso vir fazer uma pesquisa na net sobre hi-fi para ter a felicidade de o encontrar.


Na altura, pedi-lhe o favor de me ajudar, sugerindo-me o que comprar. Recebi, quase de imediato, um e-mail satisfazendo o meu pedido. Fiquei-lhe muito grato. E tornei-me seu admirador. Hoje, leio tudo o que escreve e fico embevecido com a clareza com que expõe as suas ideias e fala daquilo que sabe.


Agora, deu mostras de grande sensibilidade, ao publicar no Hificlube a «Balada da Neve». Fiquei comovido. Tenho 53 anos e sinto muitas saudades dos tempos em que os actos dignos e bonitos se encontravam muito mais presentes nas nossas vidas. Hoje, não é tanto assim, por isso emocionei-me.


Obrigado por me ter recordado coisas boas e bonitas da vida.


Não lhe tomo mais tempo. Apenas o necessário para lhe desejar, e a todos os seus familiares, um grande Natal e um Novo Ano feliz. Que tenha saúde e que continue a falar-nos com a eloquência a que nos habituou.



Do admirador e amigo, ao dispor,


Carlos Oliveira



BELO POEMA



Obrigado pelos votos no site do hificlube, e por nos recordar tão belo poema, que tanta gente conhece os primeiros versos e cujo autor não conseguem identificar.



Boas Festas, cheia de música servida em 'salvas de prata' para os ouvidos cada vez mais moucos dos dirigentes indigentes que governam o Mundo. E que assim começe o ano de 2007, em vez de ouvirmos as já insuportáveis 'salvas' bélicas.



Mário Gonçalves