2005

Ces 2005: Restos De Colecção - Parte 5: Sortido Misto




BOULDER



Esta marca americana lembra a Burmester na construção e no design mas em tons mate. A diferença está na atitude: Dieter Burmester é um senhor a receber e tem a humildade de me ouvir a mim - e eu a ele. Na Boulder há uma atitude de arrogância que a qualidade do que se ouve (e paga!) não justifica por aí além.

O novo prévio estéreo 1010 é mais uma obra-prima do design (interno e externo) e merecia outra atitude profissional. Ou então sou eu que sou muito sensível...



CARY

A Cary ainda teve representante em Portugal durante algum tempo sem grande sucesso. A Cary não é mais uma daquelas marcas tipo «flavour-of-the-month»: anda nisto há muitos anos e merece que alguém cuide dela entre nós. O som (com colunas Cary, desta vez: novidade!) é invariavelmente bom, ano após ano, e o CAD-211 Anniversary Edition com duas 300B no andar de ganho e duas 845 no andar de potência não foi excepção - au contraire: great sound, man!



GERSHMAN

As colunas GAP parece que se partiram pelo caminho, ou levaram uma trolitada na nuca e ficaram com a cabeça inclinada, o que significa que não gosto do design, mas o som é bom e recomenda-se.



EXIMUS

Novidade absoluta para mim. Construção robusta tipo Krell. Estavam na sala da Dali e o som da Magellan, que são umas torres enormes, tipo «Lego» (três blocos sobrepostos), era «nothing short of fabulous», mesmo no campo próximo onde me sentei.

Depois reparei que estavam a utilizar o leitor-CD/conversor da Eximus, mas que o prévio era o esotérico Messenger, que tanto me deixara encantado na CES2004. Este é um dos tais casos em que o mensageiro é tão ou mais importante que a mensagem...



JOSEPH AUDIO

As Pearl ganham invariavelmente prémios de «Melhor Som» onde quer que se exibam. Ouvindo-as compreendo as motivações de quem vota nelas: aquilo estava a tocar muito bem, com electrónica Aero e um gira-discos Spj La Lucce. Mas também acho que o «Joseph» tem um grande clube de fãs...



OVERKILL

Uma cabeça de Merlan, tipo Nautilus, onde está montada uma unidade activa da Manger é o segredo desta marca com um nome curioso: Overkill. Apesar de tudo, embora excessivo, sempre é um nome melhor que Pixa. E também havia a marca Moka...



SWAN

Cuidado com os chineses! Agora já pensam que são a Infinity/Genesis. As Swan foram exibidas mesmo no meio da Feira num espaço amplo e aberto. Utilizam 16 unidades de médios e 32 tweeters isodinâmicos planos. Aqui para nós não valia a pena tanto esforço...



UNISON RESEARCH

Há uns anos podiam comprar-se na Sosom. Agora perdi-os de...ouvido. Cheguei a testá-los para o DN. Soam (e parecem) sistematicamente bem. Este é o novo Reference 845.



VTL

Siegfried Reference Power. Provavelmente um dos melhores amplificadores a válvulas do mundo. Soaram poderosos (800W tetrodos, 400W tríodos!) e dominadores com as Wilson Audio Maxx II. Grande som!