2004

Denon Dvd-2910: Ver Para Crer ( Parte 2)




CRISTIANO RONALDO


Todos os leitores-Universais sem excepção são um pouco mais lentos a responder aos comandos e a identificar os discos. Não é defeito é feitio: não exija de um clínico geral a velocidade de diagnóstico de um especialista. O que é notável no DVD-2910 é a qualidade média da reprodução de todos os formatos áudio, tanto em estéreo (CD) como em multicanal (SACD e DVD-Audio). Se pretende ouvir apenas música, opte pelo Pure Direct Mode, que desliga todos os circuitos de vídeo. (2)


O DVD-2900 era excepcional com DVD-Audio. O DVD-2910 é talvez menos bom com DVD-Audio. Mantém, contudo, a qualidade básica da reprodução SACD e é ainda melhor com CD. A Denon optou - e bem - por favorecer os dois formatos mais utilizados: CD e DVD-Video. (3). Mas atenção: se configurar a sáida HDMI para «multicanal», as saídas multicanal analógicas ficam desactivadas e só funcionam em estéreo. Uma idiossincrasia que só descobri já depois de ter enviado o texto para ser publicado no DN (pode abrir a versão em pdf no ínício do artigo).



O DVD-2910 assume como default que vídeo a 720p ou 1080i deve ser visionado num monitor 16:9 e 480i/576i num 4:3. O DVD-2910 merece o que de melhor e mais moderno há no mercado de monitores e projectores de alta definição. O contrário seria o mesmo que pôr o Cristiano Ronaldo a jogar num campo pelado...


Preferi o default de fábrica do ajuste de negro (IRE) no modo «normal». Cenas muitos escuras, no modo «enhanced», tendem a surgir uniformemente negras. O novo «Homem-Aranha 2» é um bom teste de claro-escuro. E não só: todas as cores são vibrantes e saturadas com o brilho natural dos olhos azuis. A 720p a «aranha-vermelha» entra-lhe pela sala dentro...


Se houver incompatibilidade cromática entre o leitor/monitor, embora a afinação de fábrica seja boa, é possível corrigir praticamente todos os parâmetros RGB. Um bom revendedor, que não se limite a vender-lhe o aparelho dentro da caixa e a abandoná-lo à sua sorte, é fundamental para tirar todo o partido do DVD-2910 (afinar um sistema AV é uma tarefa complexa). (4)



MACROBLOCKING


Há quem considere que o «up-scaling» para 720p (progressivo) e 1080i (intercalado) pode provocar «macroblocking» (efeito de «aguarela» por falta de bits) em leitores-DVD que não utilizam conversores de 14-bits (impraticável a este nível de preço). O DVD-2910 utiliza conversores de 12-bits duplicados para obter uma excepcional largura de banda de 216MHz e não notei «macroblocking» nos filmes que vi. Aliás, muitos dos artefactos da digitalização da imagem vídeo, tal como os efeitos de «arco-íris» dos projectores DLP ou de «rede» dos LCD, tendem a desaparecer quando se aumenta a distância de visionamento. Se fizer «zoom» sobre um «frame» fixo, e encostar depois o nariz ao ecrã, é natural que encontre defeitos - com o DVD-2910 ou qualquer outro...



CHEGAR PRIMEIRO


A Denon faz gáudio em ser sempre a primeira a tornar acessível o último desenvolvimento tecnológico nos domínios do áudio e do vídeo utilizando «chips» da última geração. (5) Que o consiga sistematicamente mantendo a qualidade de construção e os preços é algo que não cessa de me supreender (o facto de ter deslocado as suas unidades de montagem para a China não explica tudo). A Denon respeita a inteligência (e a carteira) do consumidor.



Preço: 936 euros


Distribuidor: DENON em Portugal:VIDEOACÚSTICA


21 424 1770 . office@videoacustica.pt



Notas:



(1) Depende fundamentalmente da sua carteira a descida para o DVD1910 ou a subida para o DVD3910. A relação qualidade/preço mantém-se equilibrada.



(2) No modo «All Off» tem o inconveniente de se perder toda a informação no visor.



(3) O SACD é um nicho de mercado e creio que nem o lançamento do novo Dual-Disc vai salvar o DVD-Audio da morte anunciada. O CD vai sobreviver mais uns anos.



(4) Os ajustes «Sharpness», «Chroma delay» e «Gamma» não produzem qualquer efeito quando se utilizam as saídas HDMI e DVI. Isto para o caso de você achar que «vê» diferenças onde não as há. Na dúvida, utilize cabo DVI para o ligar ao projector e não pense mais nisso: a 720p os resultados são bons logo à saída da caixa. Qualquer afinação adicional pode depois ser feita no «set-up» do monitor/projector.



(5) Ver Artigos Relacionados