Reviews Testes

Rose RS150 – rosa coreana com perfume de áudio

Rose RS150 - front left 2.jpg

HiFi Rose é uma empresa sul-coreana de alta tecnologia. Lembram-se quando apareceram os televisores LG e Samsung, no tempo em que a Philips, a Sony e a Grundig mandavam no mercado? Pois. Já não mandam. 

O Rose RS 150 é um Streamer AV (áudio e vídeo 4K) + DAC de alta resolução (786kHz/DSD512 reais) com femto clock para garantir total ausência de jiiter, e com um design, ergonomia, versatilidade e qualidade de construção que envergonham a concorrência highend, que custa o dobro e até o triplo.

…o RS 150 não é para esconder e esquecer, pois o que é bom é para se ver: o painel frontal parece ter vida própria…

Painel IMAX

Ao contrário de outros streamers/servers, o RS 150 não é para esconder e esquecer, pois o que é bom é para se ver: o painel frontal parece ter vida própria. Todo ele é um ecrã tátil gigante que substitui com vantagem a melhor das Apps no smartphone, embora a ofereça também (Rose HiFi) para iPhone e Android.

Nota: as apps precisam ainda de alguma afinação, que virá provavelmente com futuros upgrades.

Ora, se há mostrador que faz jus ao nome, é este! Mostra tudo: o verso/painel frontal (funções) e o anverso/painel traseiro (entradas e saídas). E imagens: capas e informações sobre os discos; e vídeos – do You Tube, por exemplo.

Quer ver a imagem maior? Ligue-o a um monitor via HDMI. Ou à sua SmartTV via HDMI/ARC para ouvir o som pelo seu sistema. Nota: não experimentei esta opção, pois dediquei-me a explorar as virtudes audiófilas, que são muitas.

Modo de Utilizar: vá pelos seus dedos…

Só precisa de um dedo para fazer scroll e clicar. Quer ver os concertos Tiny Desk no You Tube, em sequência contínua até se fartar, sem necessidade de PC e sem PUB (como é que o YouTube vai nisto)? Faz scroll, clic, e já está!

Adorei a função RoseTube: excelente imagem, excelente som de YouTube! Até os meus vídeos soaram melhor…

Nota: o som e imagem no vídeo acimaque é apenas ilustrativo e não-representativo da qualidade, pois foi registado com o microfone da câmara.

Quer ouvir música em HD e ver filmes em 4K, que tem armazenados no disco rígido (SSD, HDD, Micro SD), ou no NAS? Scroll, clic, já está!

Quer ouvir Internet Radio? Podcasts? Idem.

Nota: os presets de origem estão todos em língua coreana. Mas é possível selecionar listagens de rádios de vários países: Portugal não está na lista. E também pode introduzir os URLs das suas rádios preferidas manualmente em User ou Favorites.

Ripar CDs para pen/disco rígido

Apetece-lhe ouvir um CD? Aqui vai precisar de um leitor-CD, ligado via Coaxial, AES-EBU ou ótica; ou uma driver CD-ROM via USB. E, neste último caso, se gosta do disco, pode ripá-lo imediatamente para uma pen ou disco rígido, ou para o SSD interno (compra-se à parte e instala-se).

É como conduzir um carro elétrico

A configuração do mostrador tem tantas opções que o RS 150 devia vir acompanhado de um manual mais completo. Só com o ‘Simple Manual’, que vem na embalagem, você não chega lá sozinho. Claro que basta ligar para a Ajasom e o Jorge Mendes ou o Nuno Cristina vão ajudá-lo a fazer o ‘caminho das pedrinhas’. É um manual demasiado simples para um aparelho algo complexo. Nota: veja o nosso vídeo acima ‘Modo de Utilização’.

Eu sugiro que ‘tire a carta’ na Ajasom, ou no revendedor, antes de o comprar. Eu não o fiz, e perdi algum tempo útil, até aprender à minha custa, depois de alguns telefonemas e muitas tentativas goradas.

Vuímetros azuis a la McIntosh ou Nagra?

Vuímetros a la McIntosh

Vuímetros a la McIntosh

Vuímetros a la Nagra

Vuímetros a la Nagra

Por exemplo, sabe que é possível ativar no mostrador vuímetros virtuais? E que pode ainda optar pelo estilo McIntosh, Luxman, Technics ou Nagra; e exibi-los em vários tons, incluindo o azul McIntosh e o âmbar Nagra! Nota: veja no final do vídeo acima como se faz.

Sempre quis ter um McIntosh ou um Nagra mas só tem dinheiro para um Rose? Entre no mundo dos vuímetros virtuais e dê asas à imaginação.

Lost in translation

Pondo de parte os problemas ‘linguísticos’, que a seu tempo serão por certo resolvidos entre a Ajasom e a Hifi Rose (é uma distribuição ainda fresquinha), logo que se apanha o jeito de dedilhar o mostrador, quase tudo corre sobre rodas.

E se o leitor pensa que isto não passa de ‘fogo-de-artifício’ e de ‘efeito néon’ para enganar papalvos, porque o que interessa no final é o que se ouve e não o que se vê…olhe que nesse departamento o RS 150 também dá cartas.

Video promocional da HiFi Rose

A caixa é construída a partir de um bloco sólido de alumínio, e guarda lá dentro tecnologia de ponta digital:

  • - andar de conversão baseado em chips AKM AK4499EQ/Velvet Sound, que suportam ficheiros de alta resolução 32 bit/768kHz e DSD 512 Nativo.
  • - fonte de alimentação linear de baixo ruído com transformador toroidal silencioso.
  • - femto clock de elevada precisão para baixo jitter.
  • - certificação full MQA
  • - certificação Roon (processo a decorrer, mas já é possível utilizar)
  • - compatibilidade total Tidal/MQA (352kHz)
  • - compatibilidade Qobuz (processo de certificação a decorrer)
  • - compatibilidade UHD 4K Vídeo
  • - sistema operativo exclusivo Rose OS
  • - compatível com os protocolos AirPlay e DLNA e ligação a smartphones, tablets e computadores via WiFi, Ethernet, Bluetooth e USB.
  • - armazenamento interno até 4TB (SSD), externo de 10TB (HDD e Micro SD (400GB)

Nem tudo são …rosas?

O painel do Rose RS150 pode parecer demasiado 'festivo' até percebermos como nos facilita a vida.

O painel do Rose RS150 pode parecer demasiado 'festivo' até percebermos como nos facilita a vida.

Alguns menus precisam ainda de ser (re)programados. Para Português, por exemplo. É verdade que o RS150 é bilingue (Coreano/Inglês) mas quando tentei fazer login, enviaram-me um email de confirmação em… coreano: 로즈커넥트에 가입해 주셔서 감사합니다! 아래 인증버튼을 눌러 이메일을 인증하시면, 회원가입 절차가 모두 완료 됩니다. 계정 인증 후 하이파이로즈의 다양한 서비스를 경험하실 수 있습니다.  

O RS150 não é Spotify ready. Isto porque a Rose Hifi pretende comercializá-lo como um produto highend para audiófilos, e optou antes pela Qobuz e Tidal/MQA, que oferecem streaming em alta resolução.

Contudo, a compatibilidade com a Qobuz está ainda em negociações (de qualquer modo não está diretamente disponível em Portugal, embora se possa aceder com um VPN). Mas com a Tidal funciona na perfeição, incluindo MQA a 352.8kHz, sem precisar do PC. E pode aceder diretamente no ecrã tátil, fazendo scroll ou Pesquisa; ou através da App Rose Hifi.

Para fazer o login na Tidal foi preciso a App Rose Hifi, porque no mostrador o campo está em coreano e não aceitava a minha senha. Também é possível aceder com as Apps da Tidal e a mConnect Lite, mas apenas via AirPlay, o que não é a solução ideal para quem quer ouvir MQA.

Via Roon, o default de transmissão é também o AirPlay, que tem as limitações já referidas. A Roon diz que o Rose RS150 (ainda) não está certificado. A Rose diz que sim. A Ajasom confirma. Eu também.

MQA total! And it goes all the way up to 24/352!...

O Rose  RS150 reproduz ficheiros em MQA nativo à máxima resolução de 352.8 kHz. E não apenas os que estão disponíveis via streaming da Tidal.

O Rose RS150 reproduz ficheiros em MQA nativo à máxima resolução de 352.8 kHz. E não apenas os que estão disponíveis via streaming da Tidal.

A verdade é que, depois de várias tentativas, aceitou o RS150 Asio via Ethernet (aparece como Citeh ou Decoder), garantindo a máxima performance com o Roon. E ainda bem, porque só assim pode funcionar simultaneamente como decoder/renderer full MQA da Tidal, desde que bem configurado. É muito simples.

Via JRiver, com ligação USB ao PC (não se esqueça de descarregar e instalar a drive Citeh Asio primeiro), o Rose RS150 atinge o esplendor da qualidade de som (driver Asio configurada para DSD Native), a ler ficheiros áudio de muito alta resolução a partir de um disco rígido até PCM 768kHz/32bit e DSD512/ 1 bit 22MHz (também funciona bem em PCM com Wasapi, mas DSD só via DOP- DSD over PCM).

A performance máxima faz-se, contudo, sem recurso ao PC, via Network/Ethernet, a fazer streaming de ficheiros áudio do meu bem recheado NAS, ou a ler diretamente de um disco rígido sem precisar de um media player como o JRiver. E reproduz tudo, incluindo DSD512 Native*.

Ora é precisamente esta ‘dispensa’ integral do computador que justifica a compra, pois o RS150 é auto-suficiente: Touch Screen Player/DAC/Streamer AV e Server.

*Nota: quando chegou o RS150 não reproduzia DSD512, apenas DSD256. Mas, entretanto, ocorreu um firmware update e voilá! DSD512 nativo também!!

Qualidade de som

A seleção de fontes e saídas é feita directamente no painel frontal que se 'disfarça' de painel traseiro. Cute idea!

A seleção de fontes e saídas é feita directamente no painel frontal que se 'disfarça' de painel traseiro. Cute idea!

O som é típico de um DAC de muito baixo jitter (femto clock): sólido, coeso, transparente, dinâmico, com excelente textura e definição geral. Nunca os meus ficheiros HD e MQA soaram tão bem. Só precisa de um bom par de colunas ativas (o Rose tem controlo de volume digital), ou de umas boas colunas-de-chão alimentadas por um amplificador que faça justiça ao Rose para o som não perder o perfume e... ‘murchar’.

…som típico de um DAC de muito baixo jitter (femto clock): sólido, coeso, transparente, dinâmico, com excelente textura e definição geral…

Só tenho pena de não ter uma saída para auscultadores. E espero que as certificações Qobuz e Roon (que afinal até já funciona) sejam resolvidas brevemente. O RS150 é um work in progress que aponta a um futuro risonho para a marca.

Assim, de repente, não me lembro de nenhum concorrente com esta qualidade de construção e som, tecnologia de ponta e extrema versatilidade ergonómica, por um preço sequer próximo: 3990 euros.

  • Produto:
  • Rose RS 150 AV Streamer/DAC
  • Preço: 3.990€
  • Distribuidor: AJASOM

Rose RS150 front left 2

Vuímetros a la McIntosh

Vuímetros a la Nagra

O painel do Rose RS150 pode parecer demasiado 'festivo' até percebermos como nos facilita a vida.

O Rose RS150 reproduz ficheiros em MQA nativo à máxima resolução de 352.8 kHz. E não apenas os que estão disponíveis via streaming da Tidal.

A seleção de fontes e saídas é feita directamente no painel frontal que se 'disfarça' de painel traseiro. Cute idea!


AbsoluteSounds950x438
Publicidade