Notícias

Ultimate Sonja

Auditório principal da Ultimate Audio Elite

Fui talvez o primeiro crítico do mundo a chamar a atenção para a YG Acoustics, quando Yoav era um ilustre desconhecido e apresentou as Anat, que então ainda pareciam fabricadas a partir de destroços de tanques de guerra israelitas, mas já tocavam música bíblica (ver Highend2004/parte 13: Vincent A Yg Acoustics, em Artigos Relacionados).


Yoav reconhece isso, e ainda recentemente me pediu o original da foto reproduzida na reportagem do Highend 2004, o primeiro que se realizou em Munique.


Depois disso, tenho seguido atentamente a carreira da YG Acoustics, que os leitores podem acompanhar inscrevendo YG Acoustics no campo de Pesquisa, mesmo antes da marca ter sido distribuida em Portugal pela Audio Elite, e agora na Ultimate Audio Elite, em cuja loja de Benfica foi registado o fabuloso “Concerto para 4 Vozes Negras”, que hoje vos apresento.

Sonja é a actual série de topo da YG Acoustics, que integra todas as tecnologias mais inovadoras recentemente desenvolvidas pela marca:


BilletCore


Os cones dos altifalantes são fabricados a partir de um bloco único de alumínio, garantindo elevada precisão e rigidez (ver video abaixo).

ForgeCore


Utilização de software exclusivo no desenho e construção em 3D do “motor” dos altifalantes.


DualCoherent


Optimização no domínio da frequência e do tempo.


ToroAir


Utilização de bobinas toroidais de núcleo de ar nos filtros.


Focused Elimination


Construção integral das caixas em alumínio rígido, eliminando vibrações e ressonâncias.


Ao contrário de outras colunas highend as YG Acoustics não têm um som próprio e característico, não são “afinadas” para soar “artificialmente” bem mas para medir “naturalmente” bem.

A imponência da Sonja, na excelência do auditório da UAE

A imponência da Sonja, na excelência do auditório da UAE

A YG Acoustics pretende reproduzir a “verdade” do disco e nada mais que a “verdade” do disco, com elevados níveis de transparência, tridimensionalidade, dinâmica, detalhe intrínseco e resposta transitória fulminante. Pelo menos é isto que consta da excelente brochura.


“Sonja Pure Seduction”


Passei uma tarde na Ultimate Audio Elite, na companhia de Rui Calado e Jorge Gaspar, para ouvir o modelo de topo Sonja 1.3, exemplar único em Portugal, alimentado por electrónica Gryphon: Colosseum (2 x mono) nos médios e agudos e Antilleon (estéreo nos graves), ligados por cabos Stealth Dream Royal. Na linha da frente, o prévio Gryphon Pandora e a dupla digital Aurender W20/Playback Designs MP5.


Nota: este sistema irá actuar numa das 5 salas da Ultimate Audio Elite na EliteExpo 2013 – Madrid, uma mostra audiófila na qual o Hificlube vai uma vez mais marcar presença (ver Artigos Relacionados).


Le système au noir


Foi a visão deste sistema integralmente negro (bom, uma das jibóias Stealth era albina...), que me inspirou esta ideia da Sonja como atleta de alta competição: não há um grama de massa gorda, é tudo músculo, beleza e velocidade.


A capacidade de “arrancar” e “travar”, leia-se, a dinâmica, a estabilidade e tridimensionalidade da imagem, a linearidade de fase, o recorte e a presença não estão só na brochura promocional – ouvem-se com claridade e transparência.


Posto isto, Sonja não actua para a bancada, corre para ganhar. Esta “limpeza” com que atinge a meta em primeiro pode não agradar a quem prefere uma halterofilista a uma velocista. No auditório principal da UAE, os resultados acústicos falam por si: altius, citius, fortius, como nas Olimpíadas do Som.


Vozes negras


Eu e o Rui concordámos que nada melhor que vozes negras para demonstrar esta elegante escultura metálica negra: masculinas e femininas, só acompanhadas à guitarra ou com orquestra, em temas simples como Lua, de Princezito (fiquei rendido a este notável cantor cabo-verdiano) e Besame Mucho, de Xiomara; com mais ritmo como: “Sist(a)er”, de RachelleFarrell ou Too Proud, de Mighty Sam McLain.


Optámos pelo mesmo “slideshow”para ilustrar as 4 actuações, pois as fotos utlizadas na reportagem têm uma qualidade mais consentânea com a qualidade do som que as imagens video também obtidas mas em más condições de iluminação, logo com excesso de grão.


Importante: todos os registos sonoros têm o selo de garantia de “produto genuíno” do Hificlube, e correspondem ao som real, “live”, se preferir, do binómio sala/sistema. De realçar a excelente acústica e “ausência” de sala (e de “caixa”) no som das Sonja.


De preferência, utilize um bom par de auscultadores ligado a um bom DAC/amp. Os videos foram editados com a resolução máxima de 1080p (1920/1080 linhas) para poderem ser vistos em full screen, pelo que o carregamento pode ser lento: vai valer a pena esperar para ver e ouvir.


Nota: JVH utilizou um gravador digital estéreo a 96/24 para efectuar os registos originais. Para publicação na internet a conversão para MP3 a 320kbit/s é, hélas, um mal necessário.

Auditório principal da Ultimate Audio Elite

A imponência da Sonja, na excelência do auditório da UAE