Notícias

CES 2014 - myhiend 2

A CES trata o highend como uma figura de cera de Madame Tussaud: parece que está vivo mas está morto...

Num artigo publicado no seu blog, intitulado “Nine Reasons I'm Not Going to CES, and One Reason I Wish I Was”  Steven Stone, tal como eu, um veterano da guerra de Las Vegas, elenca-as e justifica-as, e eu passo a resumi-las:


A probabilidade de apanhar um vírus é demasiado elevada; está tudo na net em segundos e lá ir pode demorar dias; perdem-se horas só para ir e voltar de autocarro do Venetian para Convention Center, de onde é impossível sair à hora de ponta; a comida boa é cara e a barata não presta; o ar que se respira nos casinos está também viciado em tacaco; sair à noite e jantar à conta de alguém é bom, mas conseguir transporte para voltar para o hotel e acordar no outro dia bem disposto é complicado; é impossível fazer a cobertura integral até de uma única categoria de produtos; a bicha para o táxi no aeroporto de Las Vegas faz serpentina e demora horas; os bons hotéis são caros e os baratos são rascas.


A única boa razão para lá ir é rever os amigos.


Steven tem razão em tudo, embora isto possa ser lido como a fábula da raposa e das uvas.


Eu, por exemplo, aponto quatro razões adicionais:


- a viagem é um pesadelo e a probabilidade de ficar preso num aeroporto por causa da neve é demasiado elevada;


- a feira dos gadgets onde se acotovelam 150 mil pessoas é um buraco negro que engole tudo à volta, e não me interessa sobremaneira, a não ser como consumidor informado; basta ver o video abaixo para perceber que o áudio highend não tem qualquer hipótese de competir com estas megaproduções de milhões, apesar da cacofonia generalizada:

- as poucas novidades na área do highend não justificam o esforço e o investimento;


- o Highend, de Munique, é mais perto e substitui com vantagem o CES, High Performance Audio, do Venetian;


- e o The Show, no Flamingo, é um fantasma que ainda não sabe que está morto.


Por outro lado, aconteceu demasiadas vezes chegar ao hotel extenuado ao fim de um dia inteiro a entrar e a sair de salas onde as mesmas pessoas mostram os mesmos produtos, agora na versão Mk qualquer coisa, e tocam a mesma música há anos, e já estava tudo na net.


Isto numa época em que se dá mais valor à rapidez que à profundidade na abordagem e à opinião fundamentada.


Optei – e bem – por me associar com Leo Yeh, que é o “atirador de Leste mais rápido do Oeste” e dispara sobre tudo o que mexe no áudio (e não só!...), fazendo 200 fotos por dia que publica de imediato em bruto, sem preocupações de edição, aproveitando eu apenas as que mais me interessam no original ou após processamento.


Contei ainda com a amabilidade de Ricardo Franassovici que não se limita a fotografar as marcas que distribui, e me enviou quase que um roteiro fotográfico  pormenorizado da sua agenda diária, incluindo a área turística.


Deste modo, com base nas informações prévias e nos press-releases que o Hificlube publicou antecipadamente, e as fotos disponíveis, os leitores conseguiram “chegar à novidades” mais depressa do que se eu tivesse lá ido. Maravilhoso mundo novo, este!...


Assim, além das mais de 60 fotos legendadas já publicadas, editei um video de 6 minutos com uma nova perspectiva do acontecimento, englobando a feira, o Venetian, o The Show e alguns quadros turísticos de Las Vegas, com base nas fotos de Leo e Ricardo, e outras da minha autoria de anos anteriores, com uma avaliação à distância suportada na minha longa experiência de CES.


Espero que gostem.

CES 2014: Quadros de Uma Exposição em video HD


Nota: versão Vimeo com melhor qualidade de imagem para ver em full screen

Veja também/See also:


CES 2014 - PHOTO REPORT


CES 2014 -HIGHEND NEWS 1


CES 2014: PRÉ-VISÃO


 


 

A CES trata o highend como uma figura de cera de Madame Tussaud: parece que está vivo mas está morto...