Notícias

CES 2014 HIGHEND NEWS 1

CES 2011 - a última (mas não a derradeira) reportagem de JVH in loco

Como reza a sabedoria alentejana, a CES não fazia falta nenhuma, se não fizesse tanta falta ao áudio highend. Ou parafraseando da biografia póstuma de Andy Warhol, que desancava amigos e conhecidos: mesmo assim é preferível dizer mal que não dizer nada.

Roger Skoff, com quem partilhei três décadas de CES, sem nunca termos sido apresentados formalmente, publicou num artigo recente intitulado 'Show Me The Money' algumas ideias pessoais sobre a CES que, de uma maneira geral, espelham esta máxima popular, aplicada às mulheres no original; e a convicção, que eu também partilho, de que 'os shows' não justificam o dinheiro que custam, mas os fabricantes receiam que, pelo facto de não estarem presentes, os distribuidores pensem que estão com dificuldades financeiras, e ninguém faz encomendas a uma empresa que 'vai fechar'...

A CES é a mãe de todas as 'feiras' de electrónica, onde os fabricantes exibem os seus produtos na esperança de que alguém os queira distribuir algures, ou que os meios de comunicação os ajudem - com algum incentivo mais ou menos imaginativo - a encontrar alguém que queira.


Este é o grande objectivo do jogo, a pedrada no charco, cujos anéis concêntricos de ondulação acabam por banhar com diferente intensidade todos os mercados mundiais.


Paradoxalmente, a Consumer Electronics Show é só para profissionais (fabricantes, distribuidores, jornalistas, analistas, repórteres, etc.) e não está aberta ao público em geral, ou seja aos...consumidores!

A exposição de réplicas de guerreiros de terracota no Bellagio são o reflexo do poder económico da China nos EUA

A exposição de réplicas de guerreiros de terracota no Bellagio são o reflexo do poder económico da China nos EUA

Este é o grande objectivo do jogo, a pedrada no charco, cujos anéis concêntricos de ondulação acabem por banhar com diferente intensidade todos os mercados mundiais.


No fundo, o que está subjacente a toda esta azáfama é que os chineses querem invadir o mercado americano e os americanos querem entrar no mercado chinês. O resto é paisagem.


Os coreanos já estão bem instalados, à custa dos japoneses; e a Europa, essa utopia colectivista, compete individualmente, com cada país produtor por si: Alemanha, Reino Unido, Itália, França, Suiça, mais os 'nórdicos' e os 'de Leste', enquanto os países 'baixos' e, sobretudo, os 'periféricos' lutam pelas migalhas do grande banquete do áudio highend.


As marcas estabelecidas e famosas têm já distribuidores em todo o lado, e só lá continuam a ir por uma questão de prestígio, ou então para aproveitar o gigantesco ajuntamento de distribuidores de todo o mundo, numa festa num hotel de luxo para lhes apresentar novos produtos, ou ouvir opiniões sobre quais os produtos que têm mais hipóteses de êxito em cada mercado específico.


Entrar no mercado americano já é difícil para um português, manter-se por lá vivo durante algum tempo é quase impossível, apesar da competência técnica e do idealismo de pessoas notáveis como o nosso Luís Pires, que bem tentou:

Claro que há 'modas' e 'tendências'.


Este ano são as 'barras de som' ou tudo o que funcione 'sem fios' via wifi, bluetooth, ou outro sofisticado protocolo qualquer de transmissão como o Lifi.


E os downloads de HD Audio e os respectivos DACs DSD, a reboque da aposta da Sony e das principais editoras, que nos querem impingir os mesmos discos pela enésima vez num novo formato.


'Kind Of Blue' em DSD é talvez o melhor exemplo, pois já foi editado em pelo menos dez formatos diferentes...


Já parece a obsessão do Governo com os reformados, que os (nos) deixa também kind of blue, ou mesmo fucking red...Apre, que é demais!

Sony AP-Z1ES Hi-Res Audio

Sony AP-Z1ES Hi-Res Audio

A beleza das colunas de som


Contudo, são sempre as colunas de som as vedetas de qualquer 'show', talvez porque antropomorficamente se parecem com pessoas, dão a cara pela música e é delas que brota o som que se ouve.


Também são elas as 'donas da casa' e é da sua boa relação com a sala que dependem os bons resultados. Finalmente, são fotogénicas e ficam bem nas fotografias e nos convites enviados aos jornalistas. Como abaixo se prova.

Convite da Magico para assistir à apresentação oficial das S3

Convite da Magico para assistir à apresentação oficial das S3

Marten Coltrane Supreme 2

Marten Coltrane Supreme II

Marten Coltrane Supreme II

Depois de anos de projectos, construção e planeamento, Leif Olofsson, projectista chefe da Marten, terminou finalmente a sua obra prima. A Coltrane Supreme 2 - que se segue à tremendamente bem sucedida edição de 2006 - é a New Master.


Nota: abrir pdf no topo da página à direita para informação detalhada.

Magico S3

Magico S3 situa-se entre a S1 e a S5 à espera da S7...

Magico S3 situa-se entre a S1 e a S5 à espera da S7...

Magico Ultimate triple horn. Consta que Alon Wolf resolveu levar um par para Las Vegas para demonstração. Custam 600 mil dólares e pesam 400 quilos. Alguém se candidata?...

Magico Ultimate triple horn. Consta que Alon Wolf resolveu levar um par para Las Vegas para demonstração. Custam 600 mil dólares e pesam 400 quilos. Alguém se candidata?...

Wilson Audio Sasha 2

Wilson Audio Sasha II

Wilson Audio Sasha II

As Sasha 2 são as Alexia dos 'pobres' e com tipo de alinhamento temporal semelhante ao destas. Se eu já gostei tanto das Sasha originais, estas devem andar próximas da Alexia por uma fracção, ainda que substancial, do preço.

Como sempre, Dave Wilson vai apresentá-las 'hors concours' numa suite do Mirage, com mais conforto e sem o bulício do show. Mas tanto as Sasha 2 como as Alexia (além das Duette 2 e Sophia 3) vão estar presentes em parceria, em várias salas do Venetian:


At the Venetian:
Dan D'Agostino | Master Audio Systems Duette 2
Venetian Room#29- 223
Vitus Audio/ Light Harmonic Geek by LH Labs Alexia
Venetian Room #29 - 121
Alluxity/ Light Harmonic Sasha Venetian Room #29 - 122
VTL Alexia & Duette Series 2 Venetian Room #30 – 103
Musical Surroundings Alexia Venetian Room #30 - 136
Lamm Industries Inc. Alexia Venetian Room #35 – 111

At the Mirage:
dCS Alexia Mirage Room # TBD
Nagra Alexia Mirage Room # TBD
Adcom Sophia 3 Mirage Room # TBD


Nota: abrir pdf no topo da página à direita para informação detalhada sobre as Sasha 2.

YG Acoustics Hailey

YG Acoustics Hailey, a prima da Sonja

YG Acoustics Hailey, a prima da Sonja

A YG Acoustics vai apresentar oficialmente na CES 2014, Hotel Venetian, 35º andar, Suite 203, o novo modelo Hailey com equipamento complementar Dan D'Agostino, dCS e Kronos.


Se as Hailey soarem como as primas Sonja, quanto mais prima mais se lhe arrima. Ou será 'sister'?...

Nota: abrir pdf no topo da página à direita para informação detalhada sobre as YG Hailey.

Vivid Audio

No Mirage de las Vegas, entre um copo e dois dedos de conversa, Laurence Dickie vai apresentar a sua nova cria: Vivid 'baby' G4

No Mirage de las Vegas, entre um copo e dois dedos de conversa, Laurence Dickie vai apresentar a sua nova cria: Vivid 'baby' G4

Fine Arts Group: Audio Research, McIntosh, Sonus Faber, Wadia

Fine Sounds Group: as novidades a apresentar na CES 2014

Fine Sounds Group: as novidades a apresentar na CES 2014

Fine Sounds Group é o actual proprietário de marcas tão famosas como: Audio Research, McIntosh, Sonus Faber e Wadia.


Na CES 2014 vai apresentar:


Audio Research CD 6 player/DAC, baseado na referência CD9


McIntosh MT5 Turntable, premiado o ano passado com o galardão 'Stars of CES 2013', além de outras novidades deste fabricante americano.


Sonus Faber Homage Vox, integrada num sistema AV com as Amati Futura e Guarneri Evolution, complementadas por: McIntosh MX151, MC207 e MPV891.


Quanto à Wadia, além do excelente Intuition 01, vai apresentar novos produtos mas pediu segredo...


 

Kronos Sparta, todo o que distingue o The Kronos, menos o preço...

Kronos Sparta, todo o que distingue o The Kronos, menos o preço...

Esoteric Grandioso P1/D1. O transporte é de duplo chassis (leitor/fonte de alimentação) o conversor é monobloco. São precisos dois para estéreo! DSD directo e PCM a 36 bit!

Esoteric Grandioso P1/D1. O transporte é de duplo chassis (leitor/fonte de alimentação) o conversor é monobloco. São precisos dois para estéreo! DSD directo e PCM a 36 bit!

Aurender X100, o seu arquivo de música HD em 120GB de estado sólido. Todos os formatos bit perfect incluindo DSD. Saída USB.

Aurender X100, o seu arquivo de música HD em 120GB de estado sólido. Todos os formatos bit perfect incluindo DSD. Saída USB.

Aurender X100, novo app ultrafuncional e user friendly

Aurender X100, novo app ultrafuncional e user friendly

Chord Hugo, versão post moderna do Qute: converte este mundo e o outro, incluindo DSD 128 e PCM 384

Chord Hugo, versão post moderna do Qute: converte este mundo e o outro, incluindo DSD 128 e PCM 384

Hugo é também um prévio e superamp de auscultadores

Hugo é também um prévio e superamp de auscultadores

Krell iBias, o design é discutível, mas a Krell garante a pureza da Classe A e a eficiência da Classe G e H. Será mais um híbrido A/D como o Devialet? Ou a Krell descobriu a pólvora?...Nota: afinal o iBias é apenas um nome diferente para o'sustained Plateau' de D'Agostino.

Krell iBias, o design é discutível, mas a Krell garante a pureza da Classe A e a eficiência da Classe G e H. Será mais um híbrido A/D como o Devialet? Ou a Krell descobriu a pólvora?...Nota: afinal o iBias é apenas um nome diferente para o'sustained Plateau' de D'Agostino.

Hificlube aposta que o integrado será igual ao prévio por fora, com um circuito semelhante, a que Dan adicionou um amplificador estéreo de 200W/8Ohm e 400W/4Ohm, isso está confirmado.

Hificlube aposta que o integrado será igual ao prévio por fora, com um circuito semelhante, a que Dan adicionou um amplificador estéreo de 200W/8Ohm e 400W/4Ohm, isso está confirmado.

Thiel TM3, monitor compacto de 2-vias com um design que lembra o estilo de Livio Cuccuza, da Sonus Faber

Thiel TM3, monitor compacto de 2-vias com um design que lembra o estilo de Livio Cuccuza, da Sonus Faber

Nagra HD DAC: DSD 128 nativo a 5.6MHz com processamento interno de 72 bit, desenhado por Andreas Koch da Playback Designs

Nagra HD DAC: DSD 128 nativo a 5.6MHz com processamento interno de 72 bit, desenhado por Andreas Koch da Playback Designs

CES 2011 a última (mas não a derradeira) reportagem de JVH in loco

A exposição de réplicas de guerreiros de terracota no Bellagio são o reflexo do poder económico da China nos EUA

Sony AP-Z1ES Hi-Res Audio

Convite da Magico para assistir à apresentação oficial das S3

Marten Coltrane Supreme II

Magico S3 situa-se entre a S1 e a S5 à espera da S7...

Magico Ultimate triple horn. Consta que Alon Wolf resolveu levar um par para Las Vegas para demonstração. Custam 600 mil dólares e pesam 400 quilos. Alguém se candidata?...

Wilson Audio Sasha II

YG Acoustics Hailey, a prima da Sonja

No Mirage de las Vegas, entre um copo e dois dedos de conversa, Laurence Dickie vai apresentar a sua nova cria: Vivid 'baby' G4

Fine Sounds Group: as novidades a apresentar na CES 2014

Kronos Sparta, todo o que distingue o The Kronos, menos o preço...

Esoteric Grandioso P1/D1. O transporte é de duplo chassis (leitor/fonte de alimentação) o conversor é monobloco. São precisos dois para estéreo! DSD directo e PCM a 36 bit!

Aurender X100, o seu arquivo de música HD em 120GB de estado sólido. Todos os formatos bit perfect incluindo DSD. Saída USB.

Aurender X100, novo app ultrafuncional e user friendly

Chord Hugo, versão post moderna do Qute: converte este mundo e o outro, incluindo DSD 128 e PCM 384

Hugo é também um prévio e superamp de auscultadores

Krell iBias, o design é discutível, mas a Krell garante a pureza da Classe A e a eficiência da Classe G e H. Será mais um híbrido A/D como o Devialet? Ou a Krell descobriu a pólvora?...Nota: afinal o iBias é apenas um nome diferente para o'sustained Plateau' de D'Agostino.

Hificlube aposta que o integrado será igual ao prévio por fora, com um circuito semelhante, a que Dan adicionou um amplificador estéreo de 200W/8Ohm e 400W/4Ohm, isso está confirmado.

Thiel TM3, monitor compacto de 2-vias com um design que lembra o estilo de Livio Cuccuza, da Sonus Faber

Nagra HD DAC: DSD 128 nativo a 5.6MHz com processamento interno de 72 bit, desenhado por Andreas Koch da Playback Designs

CES 2014 - Press releases em pdf