2010

Highend 2010_highlights Em Imagens_parte 1: Audionec, Cessaro, Denon, Emillé, Finite Element, Magico M5, Mbl, Pathos, Western Electric

Highend 2010_highlights Em Imagens_parte 1: Audionec, Cessaro, Denon, Emillé, Finite Element, Magico M5, Mbl, Pathos, Western Electric
Qualquer repórter que se preze procura aquilo que é diferente, nem sempre pelas melhores razões. Pode ser espectacular no plano visual. Ou utilizar uma tecnologia nova. Ou uma tecnologia antiga num produto novo. Também pode pura e simplesmente ser um produto com elevado valor comercial. Ou apenas porque chamou a atenção da câmara. Do ouvido. Do capricho ou do desejo do repórter. E é sempre uma boa forma de começar algo. Para manter o leitor atento e divertido e espicaçar a sua curiosidade para os próximos fascículos.
 
Eis uma sequência de imagens, fotos e vídeos, que por si só justificam a viagem a Munique. Encare isto como uma visita virtual na companhia do JVH:
 
AUDIONEC
 

Sala da Audionec
 
 
Uma nova empresa francesa apresentou em Munique algo de surpreendente: as colunas “Answer”. Que são a resposta a muitas preces, e uma maldição da qual não nos conseguimos libertar, depois de as ouvir. Esqueça as luzes que só lá estão para enfeitar. Não, não se trata de uma nova tecnologia de 'luz sonora', o altifalante de médios é electrodinâmico, embora o de graves seja uma membrana. Mas o som é luminoso...


Nota: fiz vários vídeos que irei apresentando ao longo da semana.
 
 

 
 
Normalmente estas “fantasias” não passam disso mesmo. Esta passa e muito, pois apesar das luzes, o que fica guardado na memória é o som.
 

 Audionec Answer
 
A Answer é uma 3-vias activa, c/ room correction integrado e aceita sinais digitais via AES/EBU de um Music Server Audio NEC, algo revolucionário. O som era, no mínimo, intrigante.
 
CESSARO
 

 
 
Impressionante como sempre. Som de corneta com toque de madeira. Analógico, claro. E a sala tratada por um fabricante nacional, nosso. Sabem quem é?...

 
 

 
 
DENON
 



Denon: exposição dinâmica do CARA S-5BD

 
 
Comemorou os 100 anos com um concerto fabuloso de Amy Winehouse, que faz jus ao nome, e ou está bêbada ou está pedrada. A imagem estava um espanto e o som não se ficava atrás, apesar de reproduzido em espaço aberto com malta a passar à frente da minha câmara como se estivesse nos corredores do metro. E o sistema não podia ser mais simples. Um cara S-5BD que é a cara da Denon. Quero um para ter em casa, já!
 
 

 
Podem mandar embrulhar
 
 

 
Amy Winehouse in Concert (tenho de comprar este disco). A tipa é esquisita mas tem carisma artístico.
 
 



EMILLÉ



 
Na sala da Emillé voltei a encontrar as colunas Metal Sound Design Planet Diamond. Já as tinha mostrado em Las Vegas. E mais recentemente o modelo Rhea W Diamond. O design é um pouco...eh... arrevesado. Mas funciona bem.
 
 

MSD Planet Diamond
 
Fabricadas em duralumínio, as MSD têm um som que não é duro nem metálico.
 
 

 



FINITE ELEMENT

 
 
E agora, algo de completamente diferente das MSD. Nada de metal, tudo de madeira. E soa quente e natural como tudo o que é natureza vegetal. Nada de designs estranhos: linhas simples, direitas e directas. Não admira que a bela Diana soe tão em casa, tão confortável. Linhas nórdicas com som meridional.
 

 



Modul XP

 
 

 
 
 
MAGICO
 
 

Sala da Soulution c/ as Magico M5 como convidadas
 
 As M5, aqui com amplificação Soulution continuam a ser as preferidas de muitos audiófilos, apesar da concorrência da Q5. Há quem goste do tinto com um toque de madeira. E quem prefira a cerveja em garrafa de alumínio. Em ambos os casos, sai sempre a ganhar, desde que possa pagar a conta, claro. É curioso como o coração do próprio criador, alan wolf, balança entre a razão do alumínio e o coração da madeira, como alguém a quem se pede que escolha entre dois filhos ...



 
 

 
 
MBL
 
 

MBL, o som elevado ao Extreme

Uma das maiores enchentes do Highend 2010. A jogar em casa atraem multidões de todo o mundo. Encontrei lá o meu velho amigo Mori san que se confessou um apaixonado pelo som MBL. De facto, estavam a tocar muito bem este ano.


 






PATHOS

 
 

 
 
Pathos significa dor. Mas também pode significar alegria. Apesar da presença dos poderosos Adrenalin, novidade era o INPOL Remix. Um integrado de 10W purissimos c/ um conversor Pathos Digit D/A incluído. Um verdadeiro objecto de desejo.

 
 

 
 
WESTREX /SILBATONE
 
 

Em segundo plano, as Westrex Loudspeaker System, da Western Electric
 
 
E por hoje fechamos com as inacreditáveis Western Electric, uma super corneta com 2 altifalantes de 15 polegadas e lente acústica, de 1948 (original). Este exemplar foi fabricado em 1962, e foi um dos últimos a ser fabricado para sonorizar as bandas magnéticas dos filmes de 70 mm. Lembra-se de Tudo o Vento Levou, !0 Mandamentos, Ben-Hur?... Tudo em grande, hã?!.... Se quer saber a origem da palavra baffle, são aquelas aba laterais de madeira, que evitam que a onda frontal e traseira dos altifalantes se encontrem, cancelando-se mutuamente. Quase 50 anos depois, ainda não se faz melhor, apenas mais pequeno e... mais caro...



Não ligue importância às colunas da Silbatone Aporia que estão no primeiro plano. O fabricante desculpou-se tanto com a sala antes de as pôr a tocar que saí sem as ouvir. Passei lá várias vezes e nuncas ouvi. Aliás, o pessoal queria era ouvir as Western Electric. 



Nota: Joe Roberts da Silbatone escreveu ao Hificlube, explicando que se trata de facto de umas Western Electric originais de 1948, e não da versão semelhante Westrex, com corneta semiaberta, e por que motivo as Aporia não foram demonstradas quando eu passei por lá:



Some of the earlier bass horns did have an open baffle so it is a fair guess. The basic physics are the same, except there is no cancellation below the frequency of the baffle, only reinforcement above this frequency.



We did play the Silbatone speakers at the end of the day 'on appointment' for people who really wanted to hear them. They really need to be near walls and they are not loud enough to play in a 15m sq room for 50 people. This speaker is intended for typical home listening rooms, not huge halls.



Also, only 3 people will be in the sweet spot and the other 47 will suffer. The WE shot sound above peoples heads, so everybody got a taste regardless of where they sat.







 
 
HIGHEND 2010_PARTE 2
 

Highend 2010 highlights Em Imagens parte 1: Audionec, Cessaro, Denon, Emillé, Finite Element, Magico M5, Mbl, Pathos, Western Electric