2010

Highend 2010_highlights Em Imagens_ Parte 2: Ascendo, Chord, Devialet, Elac, Kef, Kharma, Magico, Nad, Tad, Yg Acoustics

Highend 2010_highlights Em Imagens_ Parte 2: Ascendo, Chord, Devialet, Elac, Kef, Kharma, Magico, Nad, Tad, Yg Acoustics

ASCENDO







Sala da Ascendo/CAT
  
Um som muito particular, apenas para audiófilos que ascendam ao Nirvana. As Ascendo adoram válvulas. Eu também.
 
 

 
 
CHORD
 



Sala da Chord/Dynaudio

 
Caramba, também não era preciso puxar tanto pelo botão do volume. Não que a Chord, deixasse partir a corda. Mas as Dynaudio estavam no limite. Bom ritmo e excelente ataque.
 
 

 

 
 


DEVIALET
 
 



Devialet D-Premier/Magivo V3 
 
 
No Highend 2010, o D-Premier não brilhou à altura das minhas expectativas. Má selecção de discos (o D-Premier não perdoa más gravações), e uma sala que não ajudava. Mas o potencial estava lá todo, à espera de um demonstrador que o soubesse explorar.
 
 

 



ELAC/PRIMARE

 



Sala da Elac/Primare
 


Eu sei que é fácil agradar ao meu ouvido com música barroca. Mas oiçam-me a qualidade do som dos violinos, um misto de seda e resina. Muito bem as Elac com amplificação Primare.
 
 







KEF
 



Sala da KEF/Arcam




 
Arcam Solo Neo e KEF XQ40. Não precisa de mais nada para ouvir música de qualidade. Um dos grandes sons “compráveis” demonstrados no Highend 2010.
 
 

 


KHARMA

 
 



Sala da Kharma: much ado about nothing

 
Há muito tempo que não ouvia um sistema tão caro soar tão mal. Caramba, mas está tudo surdo ou sou eu que sou chato? O video em baixo ainda é o que tinha melhor som...
 
 


  



MAGICO Q5




A pedido de um ouvinte, que achava que as Q5 não tinham graves (referia-se, por certo, à falta de som de caixa) Alan Wolf sacou de Copland, e o resultado foi este: para ouvir c/ auscultadores ou ligado ao sistema de som 






NAD

 
 




Sala da NAD (M2)/PSB
 
 
O M2 é, sem dúvida, o melhor amplificador digital puro do mercado. James Taylor soou com uma naturalidade extraordinária. Assim como todas as faixas que se seguiram. O decay é do melhor que eu já ouvi com qualquer tipo de amplificação. E o grave é excepcional. Reitero tudo o que escrevi sobre o M2.
 
 

 
 
TAD
 
 


 
 
Palavras para quê? São as TAD, c/ amplificação própria. A sala era paredes meias com a Magico e tinham feito um pacto de não agressão. Mas nesta ocasião, nem Andy nem Alan resistiram e carregaram no pedal da percussão.
 
 
YG ACOUSTICS
 
 

 
YG Acoustics + ASR
 
Estavam todas presentes: Anat, Kipor e, claro, as baby Carmel, que tocaram como gente grande, alimentadas por ASR. Tudo marcas da Audio Elite, portanto pode agora ouvir em Lisboa o que eu ouvi, primeiro em Vegas, e agora em Munique.
 
 

 
 
 
HIGHEND 2010_PARTE 1
 
HIGHEND 2010 PARTE 3



Highend 2010 highlights Em Imagens Parte 2: Ascendo, Chord, Devialet, Elac, Kef, Kharma, Magico, Nad, Tad, Yg Acoustics