2005

Muito Barulho Por Nada




Tudo começou quando Mark Russinovich, um especialista de Windows Media, descobriu que o programa, que é preciso instalar para “correr” os últimos 20 CD editados pela BMG (grupo Sony) no seu computador, não só foi em parte copiado sem autorização como não pode ser “desinstalado”, deixando ainda “portas” abertas para um eventual ataque de hackers, ou uma virose irreparável. A ideia era impedir a cópia, só que a coisa deu para o torto, porque, uma vez instalado o programa, permitia à Sony controlar quantas vezes o disco era tocado (ou copiado) e por quem. Verificou-se depois que quem o tentar “desinstalar” perde também os 'drivers' do leitor-CD do computador, e depois acaba por ter de contactar uma empresa externa à Sony que, mesmo assim, não o apaga, apenas o coloca em hibernação. A Sony primeiro negou, depois admitiu o problema e garantiu que não editar mais discos com este sistema invasivo de gestão de cópias. Se comprou um destes discos, devolva-o. Não instale o programa. Contudo, o disco toca sem
problemas nos leitores-CD.


LISTA INTEGRAL


Verifique se na sua colecção consta algum deste discos comprados recentemente.


Como um mal nunca vem só, agora, segundo a Business Week, até os artistas estão contra o facto de a Sony proteger os discos de forma tão agressiva e ilegal.




Entretanto, Barry Fox descobriu que o sistema anticópia do Blu-Ray é tão infalível que pode vir a dar uma bronca das grandes. Ao contrário do que sucedeu com o DVD, que, quando o sistema anticópia foi “crackado”, não foi possível alterá-lo, sob pena de os milhões de leitores-DVD já existentes não reproduzirem os discos editados com o novo sistema, o do Blu-Ray pode ser modificado sempre que se detectar que alguém entrou nos códigos. Acontece que a solução é solicitar a todos os proprietários legítimos de leitores-BluRay para fazerem “download” mediante “password” dos novos códigos. Suponham agora que há um milhão de pessoas a entrar no site da Sony ao mesmo tempo para fazer o “download”. E não é preciso que alguém “entre” para o processo ser posto em marcha, basta que tente “entrar”. O que pode acontecer todos os dias...



Mas a vingança serve-se fria. O pessoal que se precipitou para comprar a nova X-Box 360 da Microsoft chegou tarde demais à conclusão que afinal não tem saídas DVI e HDMI, o que significa que não pode funcionar como leitor-HD DVD. Apenas reproduz jogos em alta definição até 1080i mas não filmes. Para isso é preciso comprar outro leitor. Mas a Sony Playstation 3 vai funcionar também como leitor-Blu Ray com resolução até 1080p! Basta ligar por meio de HDMI a um televisor de alta definição. É que nem só de jogos vive o videófilo...


Se juntarmos a isto o facto de a Warner ter desertado do campo do HD-DVD para o lado do Blu-Ray, parece que finalmente a Sony vai ter um formato vencedor com o CD.


O primeiro disco Blu-Ray 1920 x 1080 será Charlie's Angels: Full Throtle.