2005

Ces 2005: Áudio Puro - Parte 3



Krell Evolution Two: preamplificador dualmono (versão negro)

Krell Evolution One: amplificador monobloco (versão negro)


A Krell apresentou um conjunto prévio/amplificador Evolution Series dual-mono radical: um prévio por canal com a respectiva fonte de alimentação separada, tal como os amps, que comunicam entre si pelo sistema CAST.
Martin Logan Summit


Também a Martin Logan lançou a maravilhosa «Summit», depois de vários modelos «domésticos« para AV, que vem substituir as Prodigy e as Odyssey, com mais som por centímetro quadrado de painel electrostático graças a uma nova tecnologia de metalização da membrana e um «subwoofer» integrado activo: mais pequenas, mais transparentes e mais eficientes.
Sonus Faber Domus (versão piano lacado)
JM Lab Profile


Franco Serblin, da Sonus Faber, e Jacques Mahul, da JM Lab, consideram - e bem - que não há razão para os sistemas de som para home cinema não poderem ter ao mesmo tempo beleza e qualidade e apresentaram respectivamente as linhas Domus e Profile: ambas em forma de alaúde, as Sonus Faber mais clássicas, as JM Lab com um design modernaço.
Audiolab compra TAG


E foi bonito ver a Audiolab renascer das cinzas da extinta TAG McLaren (ver em Notícias).
Sony Qualia, leitor-SACD 007 c/ amplificação integrada (2-canais)


A mais bela peça de todo o certame? Sem dúvida, o leitor-SACD (estéreo apenas!) Sony Qualia 007, digno de James Bond, que interpreta uma autêntica coreografia no acto de carregamento do disco num palco coberto por uma tampa deslizante de vidro: três cilindros de metal elevam o disco para que este possa ser colocado no lugar por um braço bifurcado. Lindo, lindo! Só visto...


SOM EM GRANDE


Para mim, que tenho vindo a tornar-me adepto do AV de qualidade, a «pièce de résistence» da CES2005 foram como sempre as imagens vídeo a 720p/1080p projectadas em ecrãs de grandes dimensões (6 metros por 4!) no stand da Texas Instruments por meio da tecnologia LCD, também integrada em modelos de projectores como o Yamaha DPX-1200 com contraste de 5000:1, o SIM2 HT500 Link;
DreamVision X3


Ou o Dream Vision X3 que parece ter sido concebido para adereço de um filme de ficção científica, quando «complementadas» por sistemas de som monumentais como os demonstrados pela parceria Runco/Krell
Entrada do stand Runco/Krell: som dinâmico, fisicamente dinâmico também!...



As cadeiras dinâmicas que fizeram vibrar o meu vil esqueleto ao ritmo da luta entre o «Homem Aranha» e o «Polvo»: senti no corpo o impacte de cada golpe, de cada queda, de cada travessa dos carris que o aracnídeo humano teve de partir com o pés na tentativa de fazer parar o comboio;
Halcro SSP80


Ou ainda o sistema «overkill» da Halcro com dois amplificadores monobloco dm58 por canal num total de 16 (estreia mundial do processador Logic SSP80), utilizado pela DTS para exibir excertos de filmes como Hero, I Robot, Kill Bill ou The Lord of The Rings: The Return of The King. Depois disto, tudo o resto são de facto brinquedos: este foi o melhor som AV de toda a CES 2005.



PARTE 2: As loucuras do HighEnd (em 28 de Janeiro no DN Música)