Delaudio950x225
Imacustica_950x225_Munique2024_Mix01
Publicidade


High End 2023 Munich - a reportagem do Hificlube.net

High End 2023 Munich – Menu de degustação: amplificadores, auscultadores, cornetas.

Serenity Audio.jpg

Mais um High End 2023 para o curriculum do Hificlube. Ainda não sei os números, mas creio que foi um dos anos mais concorridos, apesar da greve dos transportes na sexta-feira. No fim de semana, o tempo estava ótimo para passear com a família; e talvez por isso vi menos casais com crianças e jovens. O grupo etário dos audiófilos alemães segue claramente a regra mundial de envelhecimento irreversível. E eu noto isso, não apenas porque também estou mais velho, mas porque nos conhecemos todos há demasiados anos.

Tal como informei, optei por ir mostrando algumas fotografias e vídeos dos quatro dias, como quem mostra o menu para o cliente se entreter a escolher a informação visuale acústica que mais lhe interessa, porque não é possível parar para escrever, enquanto se visita o estaminé de centenas de marcas.

Entretanto, vamos entar catalogar os 500 vídeos e 1000 fotografias, num todo coerente, com alguma informação mais pormenorizada sempre que possível. Finalmente, vamos organizar os dados por distribuidor nacional. Lentamente, devido ao peso excessivo da informação, a reportagem do High End 2023, começa a descolar, ao contrário da Lufthansa que, ontem, nos deixou pendurados em Munique quase durante uma hora - não é só a TAP do Galamba.

Hoje vamos publicar um menu de degustação de: amplificadores, auscultadores e cornetas. Só para provar. E no final não perca o espetacular vídeo 'The Horns Of Hell', a dança das cornetas chinesas que foi um sucesso de público.

Amplificadores

São como o motor do carro. Sem eles, aquilo não anda. E algumas colunas precisam de muitaspotência para arrancar. Por outro lado, com uma corneta, um amplificador a válvulas de 5W é quanto basta. Já as colunas de painel requerem muito alimento. Aqui ficam algumas novidades em amplificadores.

Chord BerTTi - uma nova miniatura com tecnologia Ultima. São 75W em menos de 4 quilos de peso.

Chord BerTTi - uma nova miniatura com tecnologia Ultima. São 75W em menos de 4 quilos de peso.

Chord Ultima Integrated, o primeiro integrado full size da Chord. São 125W por 10.000 euros.

Chord Ultima Integrated, o primeiro integrado full size da Chord. São 125W por 10.000 euros.

iFI iCAN Phantom. O mais revolucionário dos amplificadores analógicos de auscultadores. É compatível com tudo, incluindo auscultadores eletrostáticos! Basta mudar um cartão SD para alterar a tensão. E não, não são duas peças. Ah, e tem válvulas no andar de entrada. Estou no topo da lista para o testar. O preço vai ser puxadote, na casa dos 4 mil euros de certeza. Chama-se fantasma porque oficialmente não existe...

iFI iCAN Phantom. O mais revolucionário dos amplificadores analógicos de auscultadores. É compatível com tudo, incluindo auscultadores eletrostáticos! Basta mudar um cartão SD para alterar a tensão. E não, não são duas peças. Ah, e tem válvulas no andar de entrada. Estou no topo da lista para o testar. O preço vai ser puxadote, na casa dos 4 mil euros de certeza. Chama-se fantasma porque oficialmente não existe...

Copland CTA407 - da musicalidade nórdica híbrida, ao calor das válvulas que vêm do frio. São 4 x KT88 em modo push-pull (50W) como forte polarização em Classe A. Pode utilizar válvulas equivalentes: 6550 ou KT120/KT150.

Copland CTA407 - da musicalidade nórdica híbrida, ao calor das válvulas que vêm do frio. São 4 x KT88 em modo push-pull (50W) como forte polarização em Classe A. Pode utilizar válvulas equivalentes: 6550 ou KT120/KT150.

Dan D'Agostino Progression INT. O casamento de dois modelos que o Hificlube já testou: Progression Pre/Stereo. São 30 mil euros, é muito dinheiro. Mas quem quer qualidade paga...

Dan D'Agostino Progression INT. O casamento de dois modelos que o Hificlube já testou: Progression Pre/Stereo. São 30 mil euros, é muito dinheiro. Mas quem quer qualidade paga...

Gryphon Diablo 333, o sucessor do 300, agora com um 'cheirinho' de tecnologia apex. Os módulos DAC e Phono são opcionais.

Gryphon Diablo 333, o sucessor do 300, agora com um 'cheirinho' de tecnologia apex. Os módulos DAC e Phono são opcionais.

Krell KSA1400. A Krell quer voltar ao poder. E ainda há o KMA-i800, se precisar de mais potência em Classe A (polarização adaptativa)

Krell KSA1400. A Krell quer voltar ao poder. E ainda há o KMA-i800, se precisar de mais potência em Classe A (polarização adaptativa)

M2Tech Larson - amplificador monobloco. São poucos watts mas bons. Em Classe A ou quase (quasi single-ended)

M2Tech Larson - amplificador monobloco. São poucos watts mas bons. Em Classe A ou quase (quasi single-ended)

Mark Levinson 5302 INT. Um amplificador Dual-mono que pode ser ligado em ponte.

Mark Levinson 5302 INT. Um amplificador Dual-mono que pode ser ligado em ponte.

MBL Cadenza C51 INT: 300W sobre 4/Ohm e 20 A de corrente contínua. Controlo de volume analógico. E ainda SmartLink. Preço: 9.350.

MBL Cadenza C51 INT: 300W sobre 4/Ohm e 20 A de corrente contínua. Controlo de volume analógico. E ainda SmartLink. Preço: 9.350.

Musical Fidelity m6si500

Musical Fidelity m6si500

NAD C3050 - modernidade vintage

NAD C3050 - modernidade vintage

Naim NAIT 50 comemorativo do 50 anos. O retorno do Nait 1.

Naim NAIT 50 comemorativo do 50 anos. O retorno do Nait 1.

Quad Platina stereo amplifier.

Quad Platina stereo amplifier.

Riviera AMF100 - special edition

Riviera AMF100 - special edition

Thorenssen - novos monoblocos 300B

Thorenssen - novos monoblocos 300B

Auscultadores

Talvez a área de maior crescimento no mundo do áudio. Já são tantos os fabricantes que ficamos um pouco perdidos na escolha.

Eu não gosto de colocar na cabeça um par de auscultadores que já andou por mil cabeças. E sou careca! Vejo-os, fotografo-os, pergunto a opinião ao meu filho que os ouviu a todos, e espero que cheguem a minha casa para testar. E daqueles de colocar dentro do ouvido, tipo supositório, só mesmo para fotografia, porque são bonitos. Ser crítico não me obriga a trocar fluidos corporais com milhares de estranhos…

Pedro Henriques com os Audeze MM500 (teste em progressão)

Pedro Henriques com os Audeze MM500 (teste em progressão)

Pedro Henriques com os Susvara closed back

Pedro Henriques com os Susvara closed back

Os Meze Empyrean alimentados por um sistema dCS Lina. PH ouviu Reb Fountain cantar 'Don't You Know Who I am' e gostou. Muito.

Os Meze Empyrean alimentados por um sistema dCS Lina. PH ouviu Reb Fountain cantar 'Don't You Know Who I am' e gostou. Muito.

Stax SR-X9000

Stax SR-X9000

Yamaha Y5H000SE e o amplificador de auscultadores HA-L7A.

Yamaha Y5H000SE e o amplificador de auscultadores HA-L7A.

Campfire_Super Moon. Este modelo e os que se seguem são highend de enfiar nos ouvidos. Faltou-me o Orbit que é sem-fios. Os preços estão em consonância...o melhor é perguntar à Ajasom.

Campfire_Super Moon. Este modelo e os que se seguem são highend de enfiar nos ouvidos. Faltou-me o Orbit que é sem-fios. Os preços estão em consonância...o melhor é perguntar à Ajasom.

Campfire_Andormeda

Campfire_Andormeda

Campfire_Stellar Horizon

Campfire_Stellar Horizon

Campfire_Trifecta Astral Plane

Campfire_Trifecta Astral Plane

Cornetas

Entramos no reino da eficiência e da dinâmica das colunas de corneta, que são o ex-libris do High End 2023. Havia muitas para todos os gostos e tamanhos. Design intemporal e alguma extravagância. As cornetas chinesas da ESD Acoustic deixaram os visitantes de boca aberta e olhos em bico – literalmente.

Acapella Hyperion

Acapella Hyperion

Avantgarde Colibri

Avantgarde Colibri

Cessaro

Cessaro

Cornetas da ESD Acoustic. As caixinhas chinesas ao meio são amplificadores! Este super sistema de cornetas chama-se Super Dragon. What else?...

Cornetas da ESD Acoustic. As caixinhas chinesas ao meio são amplificadores! Este super sistema de cornetas chama-se Super Dragon. What else?...

ESD Acoustic - extravagante espetáculo visual e auditivo

ESD Acoustic - extravagante espetáculo visual e auditivo

As Fynn, herdeiras das Tannoy, não parecem mas são cornetas

As Fynn, herdeiras das Tannoy, não parecem mas são cornetas

As fantásticas cornetas da Klipsch

As fantásticas cornetas da Klipsch

Cornetas Stein Music

Cornetas Stein Music

Todos os anos estão expostas e em demonstração colunas centenárias da Western Electric . Não há como elas para tocar o rock jurássico dos Led Zeppelin. Veja vídeo no final.

Todos os anos estão expostas e em demonstração colunas centenárias da Western Electric . Não há como elas para tocar o rock jurássico dos Led Zeppelin. Veja vídeo no final.

Video nr. 5

The Horns Of Hell

Nota: Veja em full screen 4K para melhor efeito. E não compre as ESD sem consultar primeiro a sua mulher...

Serenity Audio

Chord BerTTi - uma nova miniatura com tecnologia Ultima. São 75W em menos de 4 quilos de peso.

Chord Ultima Integrated, o primeiro integrado full size da Chord. São 125W por 10.000 euros.

iFI iCAN Phantom. O mais revolucionário dos amplificadores analógicos de auscultadores. É compatível com tudo, incluindo auscultadores eletrostáticos! Basta mudar um cartão SD para alterar a tensão. E não, não são duas peças. Ah, e tem válvulas no andar de entrada. Estou no topo da lista para o testar. O preço vai ser puxadote, na casa dos 4 mil euros de certeza. Chama-se fantasma porque oficialmente não existe...

Copland CTA407 - da musicalidade nórdica híbrida, ao calor das válvulas que vêm do frio. São 4 x KT88 em modo push-pull (50W) como forte polarização em Classe A. Pode utilizar válvulas equivalentes: 6550 ou KT120/KT150.

Dan D'Agostino Progression INT. O casamento de dois modelos que o Hificlube já testou: Progression Pre/Stereo. São 30 mil euros, é muito dinheiro. Mas quem quer qualidade paga...

Gryphon Diablo 333, o sucessor do 300, agora com um 'cheirinho' de tecnologia apex. Os módulos DAC e Phono são opcionais.

Krell KSA1400. A Krell quer voltar ao poder. E ainda há o KMA-i800, se precisar de mais potência em Classe A (polarização adaptativa)

M2Tech Larson - amplificador monobloco. São poucos watts mas bons. Em Classe A ou quase (quasi single-ended)

Mark Levinson 5302 INT. Um amplificador Dual-mono que pode ser ligado em ponte.

MBL Cadenza C51 INT: 300W sobre 4/Ohm e 20 A de corrente contínua. Controlo de volume analógico. E ainda SmartLink. Preço: 9.350.

Musical Fidelity m6si500

NAD C3050 - modernidade vintage

Naim NAIT 50 comemorativo do 50 anos. O retorno do Nait 1.

Quad Platina stereo amplifier.

Riviera AMF100 - special edition

Thorenssen - novos monoblocos 300B

Pedro Henriques com os Audeze MM500 (teste em progressão)

Pedro Henriques com os Susvara closed back

Os Meze Empyrean alimentados por um sistema dCS Lina. PH ouviu Reb Fountain cantar 'Don't You Know Who I am' e gostou. Muito.

Stax SR-X9000

Yamaha Y5H000SE e o amplificador de auscultadores HA-L7A.

Campfire_Super Moon. Este modelo e os que se seguem são highend de enfiar nos ouvidos. Faltou-me o Orbit que é sem-fios. Os preços estão em consonância...o melhor é perguntar à Ajasom.

Campfire_Andormeda

Campfire_Stellar Horizon

Campfire_Trifecta Astral Plane

Acapella Hyperion

Avantgarde Colibri

Cessaro

Cornetas da ESD Acoustic. As caixinhas chinesas ao meio são amplificadores! Este super sistema de cornetas chama-se Super Dragon. What else?...

ESD Acoustic - extravagante espetáculo visual e auditivo

As Fynn, herdeiras das Tannoy, não parecem mas são cornetas

As fantásticas cornetas da Klipsch

Cornetas Stein Music

Todos os anos estão expostas e em demonstração colunas centenárias da Western Electric . Não há como elas para tocar o rock jurássico dos Led Zeppelin. Veja vídeo no final.


Imacustica_950x225_Munique2024_Mix01
Delaudio950x225
Publicidade