Reviews Testes

A ‘Rádio Amália’ e a Tibo Choros 4

Choros-4-lifestyle.jpg

A Tibo Choros 4 é uma coluna ‘smart’, que pode ser ligada por wi-fi e Bluetooth à sua rede doméstica via telefone ou directamente, e ainda ao computador e TV, o que lhe permite ouvir 15 000 estações de rádio, ou a Spotify e a Tidal via streaming. Tudo por 140 euros!

A minha mãe tem 91 anos, e tem gostos muito simples: só gosta da Rádio Amália. Aliás, só ouve a Rádio Amália. Ponto.

Assim como só sintoniza a RTP para ver os concursos – o do ‘Gordo’, que parece que já não é e, segundo ela, ‘achava-lhe mais graça quando era’ – e os outros.

Acontece que, na área onde resido, o sinal FM da Rádio Amália, que ela ouve num rádio do século passado, é fraco e, não raras vezes, tem ‘em cima’ uma estação de rádio ‘da outra banda’ que só passa música RAP.

Ora, com certas condições atmosféricas, para desespero dela, o RAP sobrepõe-se ao Fado, e lá se vai o prazer de almoçar na companhia de Amália&Friends.

‘Isto hoje em dia resolve-se com a Internet radio, mãe’. – ‘O que é isso?’ – ‘Já vais ver…’.

Mas qualquer solução mais ‘moderna’ implica sempre a utilização de uma aplicação informática ou de um smartphone, que ela não domina, ao contrário dos bisnetos, que sacam dos telefones, como, no meu tempo, eu sacava das pistolas quando brincava aos cowboys.

Assim, liguei para a Smartaudio, falei com o Alberto Silva, e apresentei-lhe o caderno de encargos: preciso de uma rádio-coluna tudo-em-um para a minha mãe (não fosse ele pensar que era para mim...), com streaming da TuneIn, que permita ‘sintonizar’ a Rádio Amália com um único botão e custe na casa dos cem euros que, no tempo dela, eram 20 contos e davam para comprar uma casa!

A resposta veio rápida: Tibo Audio Choros 4, por 149,99€. Já dava para uma casa com garagem e quintal, mas o preço actual pareceu-me razoável, desde que cumprisse o caderno de encargos.

Eu, que ainda na semana passada, fui ouvir um DAC da Wadax que custa 130.000 euros (voltámos ao tempo em que o preço de um único aparelho dá outra vez para comprar uma casa), nunca tinha ouvido falar na Tibo Audio.

Trata-se de uma empresa britânica que produz e comercializa smartaudio: pequenos equipamentos inteligentes para ouvir música no dia-a-dia sem pretensões audiófilas, em casa ou no escritório. ‘Temos aqui no trabalho uma Choros 4 a tocar todo o santo dia...’, confessou-me o Alberto.

Este até era o equipamento ideal para eu me iniciar no ‘You Tube unpacking&reviewing’, num tempo em que um tipo a abrir uma embalagem e a destruir o seu conteúdo, ou apenas a descrever o modo de funcionamento, com base na press-release em língua inglesa, tem mais ‘visibilidade’ junto de quem já perdeu a paciência (ou a capacidade) para ler que qualquer ‘escrítica’ minha alguma vez teve.

Hélas, ainda não é desta que vou entrar por aí, pelo que espero que leiam e gostem.

Eu ainda sou do tempo em que se liam jornais em papel de fio-a-pavio, e o DN tinha uma tiragem de 100 mil exemplares diários. Agora, dizem eles, têm 7 milhões de leitores online…Pois. O mundo virtual é isso mesmo: virtual!

Tibo Audio Choros 4

Tibo Choros 4 um paralelepípedo de 14 cm por 22, forrado a tecido cinza (era mais giro se tivesse outras cores opcionais), que funciona como uma coluna auto-suficiente e polivalente, que pode ser ligada a outra para obter estéreo ou a várias outras em modo grupo, pela casa toda, saltando o sinal do seu telefone de uma sala para a outra automaticamente (bouncing).

Lá dentro, tem um amplificador de 40W (Classe D), um DAC de alta resolução (24/192) e capacidade de autostreaming via Wi-FI ou Bluetooth, que a torna também compatível com iTunes, Spotify, Tidal e, claro, TuneIN, com acesso a 15 mil rádios online em todo o mundo, incluindo a Rádio Amália. Tudo por 149,99€.

A Choros 4 é controlada pela Tibo App (grátis) e, depois de configurada e ligada à rede doméstica, já não precisa do telefone, a não ser que pretenda utilizá-lo como única fonte via Bluetooth.

A App é compatível com iOS e Android, mas a Choros não foi sensível ao charme do meu velhinho iPhone 5 (da idade da pedra) e tive de me socorrer do Android da minha mulher para fazer a pré-selecção da Rádio Amália na memória 1 (tem 5 teclas de memória com as quais pode obter milhares de combinações).

Quando se liga, somos guiados por uma voz feminina, que não se pode desligar (ou sequer baixar o volume...) e nos acompanha na selecção das várias opções: Wi-Fi, Bluetooth, Line-In, etc. No modo wi-fi, seleccionei TuneIN, Local Radio, Rádio Amália, neste caso, e pronto.

A partir daí, ela cala-se felizmente e, se a deixar no modo stand-by, só tem de tocar numa única tecla (a tecla respectiva de memória) para aceder à sua rádio preferida. Tal e qual eu tinha exigido no ‘caderno de encargos’.

O novo modelo TAP, também tem a opção Alexa, com quem pode conversar e a quem pode fazer pedidos simples, como connect me to Radio Amalia. Ora, convencer a minha mãe a trocar de rádio já era uma tarefa complicada, pô-la a conversar com a Alexa seria ultrapassar a linha vermelha.

Aqui chegados, pergunta o leitor: e o Choros 4 toca bem? Sim, considerando que é um gadget barato, cumpre até por excesso (Spotify, Tidal, 24/192, what else?), sobretudo tendo em conta o preço.

O problema é que se o sinal FM da Rádio Amália é fraco, a qualidade do sinal da internet a 128 Kbs não é melhor. Mas pelo menos a minha mãe já não é atacada por rappers a exigir o fim de um sistema social do qual se alimentam para sustentar as suas extravagâncias e luxos…

Para mais informações:

Smartaudio

Smartstores

 

 

Choros 4 lifestyle


AbsoluteSounds950x438
Publicidade