Notícias

Imacustica audioshow 2016 preview

Martin Logan Neolith, imponência física e transparência visual e acústica

A Imacustica contratou a Neolith, vedeta maior da Martin Logan, para actuar no palco da Sala Campolino, nas cavalariças do Pestana Palace, no âmbito do audioshow 2016.


As Neolith já estão a ‘ensaiar’ em Portugal, na loja da Imacustica-Lisboa, e eu fui lá cumprimentá-las, pois já não as via desde Munique, onde se apresentaram ao público pela primeira vez na Europa (e no mundo!) no Highend 2014.


Em baixo, os leitores têm um pequeno álbum de fotos (basta clicar com o rato sobre a foto para abrir), não só das Neolith, mas também de outras vedetas, igualmente sonantes – é o termo – que a Imacustica vai exibir e/ou demonstrar no audioshow 2016.

Neste espectáculo, as Neolith fazem-se acompanhar à guitarra (estou certo que se vai ouvir a Marisa cantar o fado) por electrónica Constellation Audio Virgo/Centaur monoblocos.

Ora, como as Neolith utilizam na secção de graves uma unidade traseira de 15 polegadas e outra frontal de 12 polegadas (!), além da proverbial carga complexa que o painel de médio-agudos constitui, a amplificação tem de estar à altura. E estou certo que o conjunto Virgo III/Centaur II vai estar a grande altura, pois o ADN é como o algodão, não engana. Os leitores podem ler aqui e aqui testes e segundas opiniões que já publiquei na imprensa internacional sobre a electrónica Constellation.

Constellation Virgo III (preamplificador)

Constellation Virgo III (preamplificador)

Constellation Centaur II (amplificadores monobloco)

Constellation Centaur II (amplificadores monobloco)

Em Munique 2014, quando da estreia na Europa (e no mundo!) o distribuidor alemão optou por electrónica Simaudio (ver em baixo a primeira actuação registada em video pelo Hificlube).


De notar que as Neolith, embora híbridas, são integralmente passivas, isto é, os graves não têm amplificação dedicada de origem. A ligação à corrente de sector serve apenas para 'activar' os painéis electrostáticos.

Mas nem só de topos de gama vive a comunidade audiófila nacional, muitas vezes só alcançáveis em sonhos (dai a vantagem de os poder ir ouvir sem ter de gastar um tostão…), por isso a carteira de marcas da Imacustica é tão vasta que o que vai estar exposto no audioshow é apenas uma pequena amostra do que pode ver/ouvir na loja.


A Imacustica, dizia eu, irá demonstrar ainda um sistema de médio porte, composto por um par de Sabrinas – não as que as senhoras calçam para aliviar os pés cansados dos saltos – a menina bonita do papá David Wilson, da Wilson Audio, alimentado pelo excelente amplificador integrado a válvulas Audio Research GS75, que ouvi recentemente em Nova Iorque com as Sonus Faber Venere S (ver vídeo abaixo), na apresentação à imprensa especializada dos auscultadores Pryma e do novo prévio AR6 da série Reference (ver artigos relacionados).

Tal como no caso dos Constellation, o GS75 tem o mesmo ADN (e as mesmas válvulas KT150) do conjunto Galileo GS Pre/150 que testei em Janeiro para a Hifi News. Na altura, fizeram-se acompanhar pelas exclusivas Sonus Faber Ex3ma.


Curiosamente para o teste dos Constellation 1.0, optei também pelas Wilson Audio Sabrina, que vão agora casar com o GS75 no audioshow 2016. E, por certo, vão ser muito felizes...


Nota: basta clicar nos nomes sublinhados para abrir os testes.

As Sabrina estão em estágio na Imacustica, aguardando a entrada na capela do Pestana Palace de braço dado com o ARC GS75.

As Sabrina estão em estágio na Imacustica, aguardando a entrada na capela do Pestana Palace de braço dado com o ARC GS75.

Da excelência do duo Neolith/Constellation, passando pelo classicismo do par Sabrina/GS75 chega-se à modernidade proposta pela Devialet Phantom, uma ‘bola’ digital que pretende revolucionar a nossa relação com a música e tem deixado intrigados visitantes de shows por esse mundo fora (ver vídeo abaixo).


Segundo fui informado, Manuel Dias pretende apresentar, numa das salas do Pestana Palace, uma instalação múltipla para audição e interacção. Como fonte um… telemóvel, por exemplo. C’est tout!...

E, claro, vai lá estar toda a já vasta colecção de amplificadores Devialet, do D-120 ao exclusivo D-900 'Original d'Atelier' com banho de ouro. Todos com configuração SAM cuja eficácia até é audível em video. Ver aqui.

Phantom (à esq.) e Devialet 120 c/ comando (à direita na foto), em exposição activa na loja de Imacustica-Lisboa

Phantom (à esq.) e Devialet 120 c/ comando (à direita na foto), em exposição activa na loja de Imacustica-Lisboa

Como é óbvio, esta 'mostra' não esgota o manancial de produtos que vai poder ver/ouvir nas três salas da Imacustica no Pestana Palace. Limitámo-nos aqui a chamar a atenção para as cabeças de cartaz. 


Para mais informações, os leitores podem seguir as actualizações regulares disponíveis no site da Imacustica onde, aliás, podem descarregar gratuitamente o pdf do ingresso e imprimi-lo em casa.


Vemo-nos no Audioshow 2016!

Martin Logan Neolith, imponência física e transparência visual e acústica

Constellation Virgo III (preamplificador)

Constellation Centaur II (amplificadores monobloco)

As Sabrina estão em estágio na Imacustica, aguardando a entrada na capela do Pestana Palace de braço dado com o ARC GS75.

Phantom (à esq.) e Devialet 120 c/ comando (à direita na foto), em exposição activa na loja de Imacustica-Lisboa