Highend 2018 Munique - a reportagem de JVH

Highend 2018 Munique - Parte 8 - giradiscos, válvulas, cornetas e outras loucuras sortidas

DSCF0041.jpg

O Highend Show, de Munique, é o habitat natural de espécies áudio em vias de extinção, que assim são preservadas para memória e audição futura: giradiscos analógicos, amplificadores de válvulas e, sobretudo, colunas de corneta, vulgo, 'horns', cuja fotogenia suscitou a JVH publicar este slideshow com a mais alta resolução possível para ser apreciado em 4K full screen.

Há um limite para a resolução 'utilizável' em páginas da internet, que muitas vezes ultrapassamos, sempre na esperança de que os leitores têm velocidade de transmissão razoável em casa ou no telefone. Talvez por isso, haja quem se queixe de que tem de esperar algum tempo para poder visualizar as fotos nas galerias, por exemplo. Por outro lado, é uma pena os leitores não terem acesso à 'matriz' original das imagens obtidas com tanto esforço por JVH.

Assim, o slideshow em 4k no YouTube, que podem abrir em cima, é a única forma que temos de levar a 'matriz' até aos leitores, que podem optar também por resoluções mais baixas, como o 1080 ou 720 p. Mas sempre que possível vão para o máximo que o YouTube disponibiliza 4k 2160 p, seleccionando este modo no ícone da roda dentada, e abram as fotos em full screen. A diferença visual é a mesma que se experimenta quando se compara um ficheiro em DSD e MP3...

Munique, 10-13 de Maio, muita gente aproveitou o bom tempo  para se deslocar de bicicleta até ao M.O.C. Na terra da BMW, a bicicleta é rainha...

Munique, 10-13 de Maio, muita gente aproveitou o bom tempo para se deslocar de bicicleta até ao M.O.C. Na terra da BMW, a bicicleta é rainha...

O video é apenas uma pequena amostragem das centenas de giradiscos, amplificadores a válvulas e colunas de corneta expostas ou em demonstração no M.O.C. Como sempre acontece nestes certames, há quem pretenda apenas a chamar a atenção dos passantes, e daí a aposta em modelos exóticos, ou a utilização de tecnologias do passado, que muitos julgavam extintas, como se andássemos a visitar um museu de arte antiga. 

A ESD Acoustic tentou - sem grande sucesso, diga-se - colocar o arco da Rua Augusta na Rua da Betesga. Notem que as 'caixinhas chinesas' são, de facto, amplificadores, pois cada uma das cornetas de agudos, médios. graves e subgraves é alimentada separadamente. A qualidade de som era, digamos, artesanal, mas honesto...

A ESD Acoustic tentou - sem grande sucesso, diga-se - colocar o arco da Rua Augusta na Rua da Betesga. Notem que as 'caixinhas chinesas' são, de facto, amplificadores, pois cada uma das cornetas de agudos, médios. graves e subgraves é alimentada separadamente. A qualidade de som era, digamos, artesanal, mas honesto...

As incríveis cornetas ESD Acoustic são talvez o caso mais paradigmático, pois são uma obra de arte verdadeiramente artesanal, mas cujo potencial comercial é muito limitado. O mesmo já não se pode dizer da Avantgarde e Cessaro (em baixo), cuja performance é espantosa, em termos de dinâmica, projecção e palco sonoro:

Avantgarde Trio + 6 x Basshorn Deluxe: um autêntico banho de dinâmica musical

Avantgarde Trio + 6 x Basshorn Deluxe: um autêntico banho de dinâmica musical

As Cessaro Zeta, com amplificação Kondo, são um caso sério de musicalidade, e um 'must' auditivo no Highend Show.

As Cessaro Zeta, com amplificação Kondo, são um caso sério de musicalidade, e um 'must' auditivo no Highend Show.

O principal problema das cornetas, além das colorações típicas deste tipo de carga acústica de transdutores dinâmicos, conhecidas como 'som de mãos postas', ou seja quando fazemos uma concha com as mãos para projectar a voz, é a geometria de fase. Não é por acaso que as melhores soluções utilizam processamento DSP e multiamplificação com crossovers activos.

Mas há quem persista nas tecnologias do passado com bons resultados, não só visuais como acústicos, utilizando válvulas raríssimas, que iluminam a sala e a alma. Tome-se como exemplo as Odeon Audio Nº33, com cornetas em laranja eléctrico:

Odeon Audio 33 (30 mil euros)

Odeon Audio 33 (30 mil euros)

A grande vantagem das cornetas é a sua elevada sensibilidade. Assim, a tentação de as alimentar com tríodos de aquecimento directo é óbvia, pois a suas características complementam-se. Mas há válvulas e válvulas, como esta inacreditável - e rara - GM100, utilizada no amplificador NAT Audio Magma, que é do tamanho (e tem a forma) de uma bola de râguebi.

Válvula GM100 nua.

Válvula GM100 nua.

Válvula GM100 com dissipador de protecção montada no NAT Audio Magma.

Válvula GM100 com dissipador de protecção montada no NAT Audio Magma.

Oden 33 e Magma: a beleza está nos olhos de quem ouve...

Oden 33 e Magma: a beleza está nos olhos de quem ouve...

Como em tudo na vida, não basta ser raro e caro - e grande - para soar bem. Ouvi no M.O.C autênticos flops por muito que os yankees vos queiram convencer do contrário. As imponentes Von Schweikert Ultra 11 podem ser visualmente impressionantes mas o pouco que lhes ouvi deixou-me desiludido. Numa faixa dos Fleetwood Mac, só se ouvia o baixo e as vozes soaram fininhas e anémicas, pareciam alimentadas a fumo de charro, o que, provavelmente, naquela época não andaria longe da verdade...

Von Schweikert Ultra 11 ($295 000). O céu também é azul e às vezes chove e troveja...

Von Schweikert Ultra 11 ($295 000). O céu também é azul e às vezes chove e troveja...

O mesmo se pode dizer das Gobel Divin Majestic, passe a heresia, pois de divino têm pouco, eu diria mais uma montanha que pariu um rato:

Goebel Divin Majestic (€449.000), não havia necessidade...

Goebel Divin Majestic (€449.000), não havia necessidade...

Por outro lado, coisas que não deviam tocar bem e de que não se esperam grandes resultados, acabam por nos surpreender como as bolas da Lumiks:

Lumiks, uma cópia das Gallo que cantou de galo...

Lumiks, uma cópia das Gallo que cantou de galo...

E depois há aquelas 'coisas' que podem parecer esquisitas mas que tocam sempre bem. Como é o caso das Vivid Giya 'Pavlalaguna':

Vivid Audio. Não basta ser diferente, é preciso que forma e função se completem como nas Giya.

Vivid Audio. Não basta ser diferente, é preciso que forma e função se completem como nas Giya.

Ou, por exemplo, as Living Voice Olympian e Palladium, cujo bico de pato parece uma brincadeira surrealista. Mas, estas sim, têm um som divino e a sua audição é quase um ritual litúrgico no M.O.C., com as pessoas a saírem de lá de alma lavada e a angústia de saber que acabaram de ouvir meio milhão de euros de equipamento de som...

Living Voice Olympian, provavelmente uma das melhores colunas de corneta que já tive o prazer de ouvir.

Living Voice Olympian, provavelmente uma das melhores colunas de corneta que já tive o prazer de ouvir.

Finalmente, há quem brinque em serviço como a Metaxas:

Metaxas Phonographic Perambulator No 1

Metaxas Phonographic Perambulator No 1

E quem não brinque em serviço como a Tech DAS e a Clearaudio. E se, mesmo assim, por vezes sentir que pelo preço que pedem só pode estar a ser gozado, olhe opte pela Pro-Ject, que toca os seus discos sem o obrigar a vender a casa...

TECH Das Air Force One Premium.

TECH Das Air Force One Premium.

Clearaudio Master Reference

Clearaudio Master Reference

Pro-Ject Essential

Pro-Ject Essential

DSCF0041

Munique, 10-13 de Maio, muita gente aproveitou o bom tempo para se deslocar de bicicleta até ao M.O.C. Na terra da BMW, a bicicleta é rainha...

A ESD Acoustic tentou - sem grande sucesso, diga-se - colocar o arco da Rua Augusta na Rua da Betesga. Notem que as 'caixinhas chinesas' são, de facto, amplificadores, pois cada uma das cornetas de agudos, médios. graves e subgraves é alimentada separadamente. A qualidade de som era, digamos, artesanal, mas honesto...

Avantgarde Trio + 6 x Basshorn Deluxe: um autêntico banho de dinâmica musical

As Cessaro Zeta, com amplificação Kondo, são um caso sério de musicalidade, e um 'must' auditivo no Highend Show.

Odeon Audio 33 (30 mil euros)

Válvula GM100 nua.

Válvula GM100 com dissipador de protecção montada no NAT Audio Magma.

Oden 33 e Magma: a beleza está nos olhos de quem ouve...

Von Schweikert Ultra 11 ($295 000). O céu também é azul e às vezes chove e troveja...

Goebel Divin Majestic (€449.000), não havia necessidade...

Lumiks, uma cópia das Gallo que cantou de galo...

Vivid Audio. Não basta ser diferente, é preciso que forma e função se completem como nas Giya.

Living Voice Olympian, provavelmente uma das melhores colunas de corneta que já tive o prazer de ouvir.

Metaxas Phonographic Perambulator No 1

TECH Das Air Force One Premium.

Clearaudio Master Reference

Pro-Ject Essential