2010

Highend 2010 - Munique - Parte 6 - Comparativo Stereoplay: Dynaudio Consequence Vs. Focal Grande Utopia Em Vs. Magico M5

Highend 2010 - Munique - Parte 6 - Comparativo Stereoplay: Dynaudio Consequence Vs. Focal Grande Utopia Em Vs. Magico M5

A PROVA DOS NOVE
 
 
Não é todos os dias que se pode ter uma experiência auditiva assim. Ouvir sucessivamente as Consequence (48 000), as Grande Utopia EM (130 000) e as Magico M5 (110 000), utilizando as mesmas três faixas e o mesmo equipamento complementar, num espaço de 20 minutos, é obra! 

Nota: preços de mercado na Alemanha.



 

Mas foi isso que a revista Stereoplay proporcionou aos visitantes do Highend 2010 que conseguiram os disputados bilhetes para as diferentes sessões. No cartaz anunciava-se um 'Hörvergleich' (audição comparativa) entre Die Besten Boxen der Welt (as melhores colunas do mundo). Talvez fosse um pouco exagerado, mas convenhamos que não andava longe da verdade...
 
 

 
 
Numa sala enorme, com capacidade para umas 50 pessoas, o palco principal era ocupado pelas vedetas convidadas, que cantaram à vez 3 pequenos trechos de música: pop-vocal, up-beat electrónica e, finalmente, clássica, sendo depois substituída pela concorrente seguinte e assim sucessivamente. Para facilitar a comparação, o Hificlube oferece-lhes videos em que a mesma faixa é reproduzida em sequência por cada uma das colunas em competição.
 
 


 

Para os leitores perceberem como era possível mudar de colunas deste porte em tão curto espaço de tempo, registámos uma das mudanças em video. 

 
 

 
 
O equipamento complementar era composto pelos seguintes componentes: 



Linn CD12

Prévio a válvulas Thorens TEP 3800

Amplificadores Monobloco Ayre MX-R
 

  

 
 
Todas as colunas foram previamente testadas em laboratório e as respectivas respostas em frequência apresentadas num monitor LCD. Mas comecemos as hostilidades:
 
 



 
   
 


 
 
 

 
 
VOTAÇÃO FINAL 
 
Antes de ver o video com a votação final, até porque é quase todo falado em alemão, permitam-me alguns esclarecimentos. Para melhor enquadrar o palco, a captação de som e imagem foi efectuada lateralmente, isto é sobre o canal esquerdo, pelo que os ouvintes sentados na sala ao meio teriam uma perspectiva acústica diferente.



Apesar disso, concordo com a 'tendência' geral para considerar as Magico como as colunas com o som mais equilibrado e com melhor definição. Sobretudo com mais informação relevante na peça clássica (3ª faixa).



Do local onde me encontrava, as Consequence soaram vivas mas algo estridentes, quando não mesmo agressivas, embora curiosamente isso não seja tão evidente no registo áudio. Aliás, ambas as faixas vocais são de péssima qualidade: sibilantes e puxadas nos registos médio-altos, além de comprimidas.

 

As Grande Utopia foram as mais prejudicadas pela sala e pela negligência do demonstrador, pois o nível do som não foi devidamente corrigido no início da peça clássica, tendo soado mais baixo. Contudo, era inegável que tinham mais corpo e escala que as concorrentes. Aliás, preferi claramente as Utopia às Dynaudio.
 
Para quem não percebe alemão o que vão ouvir e ver é basicamente o seguinte: à pergunta do demonstrador se gostaram de alguma coluna em particular ou se acharam todas igualmente boas, alguém lá atrás responde que a melhor é a número 3 (Magico) sendo apoiado por vários dos presentes, com Jas e meneios de cabeça, e alguém diz que o som é muito claro.



Quando pergunta se alguém gostou da Dynaudio, alguém se pronuncia em inglês de forma veemente, afirmando que é a única que lhe deu a perspectiva de uma sala de concertos, e que as outras lhe soam mais como hifi; apenas duas pessoas na sala parecem concordar.



Quanto às Focal, alguém na fila da frente diz que é 'demasiado grande' e o demonstrador concorda que são mais indicadas para salas grandes.



No final, um ouvinte bem no centro defende de novo as Magico e o demonstrador conclui que, sendo as Dynaudio e as Magico as duas preferidas dos presentes, há uma clara tendência na sala em favor da Magico. Vêem-se várias pessoas a concordar com a cabeça e todos se manifestam no fim com um aplauso.
 
Uma votação de braço no ar teria sido 'visualmente' mais transparente.

 
 

 
Público que assistiu a uma da sessões do teste comparativo da Stereoplay no dia 6 de Maio. Lá como cá, os audiófilos têm na sua maioria mais de 40/50 anos...
 
 
 
IR PARA GO TO
REPORTAGEM/REPORT
PARTE UM/PART ONE


Highend 2010 Munique Parte 6 Comparativo Stereoplay: Dynaudio Consequence Vs. Focal Grande Utopia Em Vs. Magico M5