2010

Ces 2010_ Apresentações Especiais _ Parte 2: Vivid Giya2, Jeff Rowland, Martin Logan, Kef

Ces 2010_ Apresentações Especiais _ Parte 2: Vivid Giya2, Jeff Rowland, Martin Logan, Kef

VIVID GIYA 2
 



As Vivid Giya 2 em demonstração no Venetian c/ amplificação Halcro

 
A Giya 2 é o novo bebé da Vivid, fruto do génio e excentricidade intelectual de Derek Lawrence, o pai das Nautilus originais. Quando chegarmos à reportagem de A a Z, falaremos delas novamente. Para já o que nos interessa é dar notícia da festa de apresentação, a vernissage que teve lugar numa Penthouse do Hotel Mirage.
 
Tinha recebido um convite simpático do distribuidor nacional, António Almeida, para estar presente e apresentei-me pronto para assistir a uma demonstração dirigida pelo próprio Derek.
 



Esta bela Vivid Giya 2 em tom de verde foi a anfitriã na festa de apresentação no Mirage 
 

Quando lá cheguei é que percebi que aquilo era mais uma festa que uma demonstração. Bebia-se muito, falava-se mais, e a vedeta era Derek e não as Giya 2, a quem ninguém parecia ligar importância. Acabei por sair discretamente, depois de ter registado algumas imagens em vídeo para os leitores do Hificlube ficarem com uma ideia do ambiente que se viveu no 29º andar do Mirage.
 
E quem não conhecia Derek fica saber onde ele foi buscar inspiração para o rabo-de-cavalo das Giya 2.
 
Felizmente, tive oportunidade de ouvir as Giya 2 com amplificação Halcro, caso contrário ficava só a conhecer-lhes o palminho de cara...
 
As Giya 2 têm 4 vias e 5 altifalantes e são iguaizinhas às Giya 1, com 2/3 do tamanho. Eles dizem que é só metade, mas eu acho que são 2/3, pelo menos por avaliação visual.
 

 
 
JEFF ROWLAND
 



A obra máxima de de Jeff Rowland, segundo ele próprio confessou ao Hificlube

 



É sempre um prazer o reecontro com um dos meus gurus. Há quase 25 anos que acompanho o trabalho de Jeff Rowland. Fui, aliás, eu quem o apresentou a João Cancela, que viria a ser o primeiro distribuidor em Portugal. E tenho pena que Jeff continue a mudar de distribuidor. O problema não é nem da extraordinária qualidade (e beleza) dos teus produtos Jeff, tão pouco dos distribuidores que fazem o que podem. It's the economy, my friend...
 
 

 
 
MARTIN LOGAN NOVOS PRODUTOS E UM SEGREDO


 
Desta vez, ao contrário do que aconteceu nos últimos anos, a Martin Logan instalou-se, quase em segredo, no Mirage, pelo que foi só apanhar o elevador para conseguir aquela que é talvez a melhor 'cacha' jornalística da CES: Ethos, de seu nome.
 
Oficialmente, a Martin Logan estava em Las Vegas hors concours  para apresentar a nova linha Motion, que, com o nome indica, tem como base tecnológica o famoso tweeter Air-Motion. Trata-se de uma linha acessível, no preço e no tamanho, para aplicações áudio puro e AV.
 
Mas presente na sala estava o que pareciam ser umas Vantage. Palavra puxa palavra e lá me deixaram filmar o protótipo das Ethos.
 
Basicamente são umas Vantage com a particularidade de um dos woofers ser controlado independentemente por DSP c/ amplificação própria.

 
 

 
 
KEF
 
A principal novidade foi a saída de Johaan Coorg da representação da Kef. Ou como dizia o novo PR: half a Las Vegas misses him. É verdade. Não sei o que se passou mas a Kef perde uma mais valia com a saída de Coorg.
 

Em termos de produtos, as novidades também não eram muitas. Duas 'barras de som', como eles lhes chamam, para 'sonorizar' os LCDs e, claro, no extremo oposto as extraordinárias Blade, a tocar com electrónica Audio Research. Também não são novidade para os leitores do Hificlube, que já as viram no Highend 09, em Munique, mas sabe sempre bem ouvi-las...
 
 

Ces 2010 Apresentações Especiais Parte 2: Vivid Giya2, Jeff Rowland, Martin Logan, Kef