2009

Msb Platinum M200: Best Amp Ever?

Msb Platinum M200: Best Amp Ever?


Paul Messenger, o autor da crítica (foto Frankfurt 03)




E, de facto, Paul Messenger “parece” não se comprometer demasiado na sua análise (ainda que extremamente positiva, diga-se) ao amplificador monobloco MSB Platinum M200, publicada na edição de Agosto 2009 da Hifi Choice.

Contudo, frases mais ou menos ambíguas (a língua inglesa é muito traçoeira...), como “The M200 somehow seems to supply...”, “It might not have quite the romantic liquidity...”, ...the sound delivered by the M200 seems fundamentally neutral...” não parecem, cá está, ofuscar afirmações como: “...quite simply the best that we’ve heard to date”.




MSB Platinum M200 (CES 2009)


Ficamos a saber depois que este par de M200 tinha sido especialmente afinado para o teste (marotos!...), com a corrente de polarização no máximo, e que é assim que eles soam melhor. Curiosamente, não é assim que são vendidos para o público em geral. Tudo porque o excessivo calor gerado no primeiro andar de ganho, em Classe A pura, e não no andar de saída que funciona em Classe A/B, não está de acordo com as normas da UE. Contudo, no final leva as 5 estrelas da ordem...

Já conheço Paul Messenger há muitos anos. Temos as nossas divergências intelectuais e...eh...comportamentais, mas, apesar de ser barbudo (ver foto neste artigo publicado no antigo site do Hificlube), não é surdo e sabe reconhecer a qualidade nos produtos áudio.


Há muitos anos também que tenho vindo a dar boas indicações sobre o som dos M200, embora tenha sempre criticado o design do tipo “ouriçado” – uma espécie de Pass Aleph cilíndricos.



CES 2006

CES 2007



Artesanato à parte, a verdade é que o som dos M200 em shows é quase sempre agradável, correcto e apelativo, aos ouvidos que não aos olhos. Tem o tal “je ne sai quoi” (polarização excessiva?) que torna a música natural e muito próxima do som quente e cheio das válvulas nos registos médios, embora sejam a transístores, até porque não utilizam feedback..







CES2009: sala da MSB technologies

(Nota: o video tem apens 19 s porque a música acabou quando eu entrei...)



A MSB, de Larry Gullman, cujas soluções técnicas, também ao nível digital, são “inventivas” (to say the least), já foi distribuida em Portugal pela Ajasom, que os abandonou quando eles passaram a vender por baixo da mesa através da net. É pena, porque seria interessante poder conviver com estes ouriços durante algum tempo em minha casa, mesmo correndo o risco de ser “picado” por eles.
O problema dos MSB Platinum M200 é que são mais uma peça artesanal cara para juntar a tantas outras peças caras que também não se vendem, apesar de terem muito mais valor comercial: pelo aspecto, pelo nome e até pela performance, passe embora a hipérbole contida nesta apreciação de messenger: 



“One of the very few finest power amplifiers on the planet”.



O que conta é a mensagem, não disparem pois sobre o Messenger, ainda que fiquemos sem saber quais são os outros “very few”...
 
Alguém vai a jogo?...

 


Msb Platinum M200: Best Amp Ever?