2007

Ces 2007_ Os Esquecidos: Nad, Melody, Amr, Arcam, Denon, Monitor Audio, Pass, Zanden



O leitor foi ainda mais longe: “Não se esqueça dos pobres…”. Nunca. Aliás, o primeiro artigo que publiquei na imprensa nacional foi sobre a NAD. Intitulava-se: Um som dNADo! E ainda hoje o NAD é um dos meus amplificadores residentes e o preferido do meu filho para aplicações informáticas: MP3 e afins.


Em Las Vegas, dei de caras com a NAD, no Hard Rock Café, porque andava à procura do restaurante Nobu, incensado pela Marta Stewart como o melhor do mundo em gastronomia japonesa. Os americanos gostam muito de dizer “do mundo”, porque pensam que este gira à volta do umbigo deles. Mas o meu filho esteve recentemente em Nova Iorque, foi ao Nobu e gostou tanto que eu fiquei ainda mais curioso.
Capa do Especial CES 2004/DNA: a guitarra-néon do Hard Rock Café, de Las Vegas


O Hard Rock é um dos ícones da Las Vegas de outros tempos, e fica um pouco fora-de-mão, agora que a CES abandonou o Alexis Park para se instalar no Venetian.
Como o St. Tropez, onde se realiza o “The Show”, se situa mesmo do outro lado da rua, dei lá um salto. As T-Shirts do Hard Rock Café já estão um bocado vistas (este ano a novidade era a T-shirt da CSI-Las Vegas, Crime Scene Investigation, e eu trouxe uma, claro, para me exibir no Holmes Place…) e o hotel-casino é escuro e tristonho. É sempre giro dar uma volta pelo museu de “Memorabilia”: guitarras, de Jimmy Hendrix a Eric Clapton, guarda roupa de Elvis Presley, fotos, autógrafos e “souvenirs”. Não comprei nada, porque acho tudo aquilo uma piroseira, e também não fui comer ao Nobu, porque só abria para jantar e eu tinha reserva no Olive's at the Bellagio. Mas, quando vou a passar num corredor, lá estava o cartaz: NAD/PSB, 9º andar.


Subi e fui muito bem atendido. Deram-me um disco com todas as informações, incluindo fotos, pdfs e um vídeo de apresentação sobre a Master Series, que vou tentar arranjar maneirade partilhar convosco: é pesadote (26MG). Para já posso enviar zippado a quem o pedir. Só a música vale a pena.
NAD T585


Das novidades seleccionei o T585, um leitor Universal DVD/SACD/MP3 de combate e preço acessível. Para conhecerem todas as características, podem abrir o pdf no topo da página (ícone vermelho).
NAD T775


A outra novidade era tão fresca que não constava sequer no CD-ROM, pelo que não tenho informações apenas a foto que vos mostro. Trata-se do AV Surround Receiver T775 (rádio digital: XM não disponível em Portugal, cá será o DAB, talvez), com HDMI, igualização automática Audissey e, creio (não juro), DTS e Dolby Digital HD.

Provavelmente chegaram ambos a Portugal antes de chegar aos EUA, mas só quis provar ao leitor que fui lá...


MELODY


Foi outro dos esquecidos. Mas bastou ter recebido um email da Nivel Sónico (www.nivelsonico.pt), informando que passam a ser o distribuidor oficial desta marca valvular australiana para que se fizesse luz no meu espírito - literalmente.

A Melody esteve em Las Vegas, embora de forma discreta, e apresentou um novo - e curioso - leitor-CD que utiliza 2 válvulas 6sn7 +1 ar5, no andar de saída. O leitor-CD tem dois transformadores enormes que lhe dão um peso de quase 40 quilos.


A Melody já me tinha chamado a atenção no HighEnd 2005, Munique, só que foi apresentada pelo distribuidor francês e eu fiquei com a ideia na altura de se tratava de uma marca francesa. Fica, pois, a rectificação: é australiana e os portugueses vão agora poder ouvir do que são capazes as válvulas raras que utiliza.


AMR
Leitor-CD multibit AMR CD 77


O leitor-CD 77 da AMR, Abbington Music Research, iluminava de som a sala escura da Karan. A foto da sala saiu um pouco escura (a que publico aqui é da própria marca), e por isso foi posta de parte e esquecida, motivo por que não referi o CD-77, que estava a tocar muito bem, aliás, e tem a particularidade rara actualmente de utilizar os míticos DACs Philips TDA 1541 de 16-(multi)bit, ainda hoje considerados por muitos como os mais musicais de sempre, e muito difíceis de encontrar no mercado. Agora já sei onde estão: a AMR comprou todo o stock existente.A AMR foi buscar o melhor de cada marca para construir o CD-77: um transporte misto Sony/Philips, o relógio do circuito de processamento digital K2, da JVC, o mesmo do Reimyo CDP-777(que entretanto foi descontinuado), e a ausência de filtro analógico ao estilo Audio Note e Zanden. O brinquedo custa cerca de 7 000 euros e como é europeu pode ser importado directamente sem alcavalas.
Uma discrição técnica muito completa por Srajan Ebaen pode ser lida na 6moons aqui


ARCAM
Arcam Solo Movie


O modelo Solo passou-se para o lado do AV e ganhou o apelido Movie. Não há nada a fazer, meus amigos, o AV é que está a dar…

É um tudo-em-um integrado de 5.1 canais. Não, não tem, HDMI 1.3, nem processamento dos formatos áudio HD. Não queriam mais nada…


DENON
Denon AVP2+Amp AV 10 canais


A Denon escondeu-se, pelo que tive DE me socorrer de outros meios para vos informar que se prepara para enfrentar o futuro com o AV Processor+Amplificador de 10 canais. Além de todas as especificações do AVR 5805, pode juntar agora: HDMI 1.3, fundamental para tirar o máximo da imagem a 1080p e do som Dolby TruHD e DTS HD. Quando ouvir som surround em DTS HD vai perceber o que temos andado a perder. Ah, e consta que a Denon tem já quase pronto o leitor-HD Universal: HD-DVD/Blu-Ray. Se nos lembrarnos que a aposta inicial foi no Blu-Ray, isto traz água no bico...


MONITOR AUDIO
Monitor Audio Platinum PL100
Pormenor do tweeter de fita


Este é o aspecto suculento das Monitor Audio Platinum PL100, o modelo compacto de 2- vias, sendo que o tweeter é de fita (ribbon tweeter) e o médio-grave é um altifalante de perfil a la Revel sem tapa-poeira. Os acabamentos são sumptuosos e o painel frontal é forrado a cabedal a la Sonus Faber. Já estou a salivar como o cão do Pavlov…


PASS


A Pass Labs demonstrou as novas colunas “Next”, que, até pelo nome, deviam ter figurado na secção “Next Best”. Penitencio-me pelo erro de omissão.
Suite da Pass onde foram exibidas as 'Next'


Numa suite linda, tinham como fonte um gira-discos Basis, prévio X0.2 e amplificação X350.5.
Protótipo de integrado da Pass


Outra novidade absoluta foi a exibição estática do primeiro integrado da Pass Labs ainda na forma de protótipo (mock-up?).


ZANDEN
Protótipo de Leitor Cd Zanden


Finalmente, eis-nos chegados ao Z de Zanden. Kazutoshi Yamada, himself, mostrou-me este maravilhoso protótipo de leitor-CD translúcido. Um brinquedo para custar 15 000 euros!...