2005

Videoacustica No Meridien



João Cunha posa junto de um conjunto AV da série Tannoy Arena


Uma vida ao serviço do áudio/vídeo que sempre encarou como um veículo privilegiado de aproximação entre as pessoas. Apesar da minha breve visita, o sistema Tannoy Arena deixou-me uma impressão muito positiva. Fundamentalmente soa relaxado e relaxante, o que é uma vantagem em relação à histeria AV que grassa neste sector do mercado.
António Monteiro, uma vida ao serviço da saúde dos equipamentos vendidos pela Videoacústica e do bem-estar dos clientes, posa junto ao conjunto Denon AVC-A1XV/DVD-A1XV, que testei recentemente (ver Artigos Relacionados)
Sim2 HT500


Por qualquer razão técnica que não consegui apurar, mas que teria a ver, segundo o responsável técnico, com a parametrização da imagem, o disco teste da DTS que levei comigo exibiu artefactos e pixelização, que, creio, deviam estar antes relacionados com a transmissão do sinal ou o duplo rescalonamento ao nível do DVD-A1XV e do fabuloso Sim2-HT500.

É que eu assisti à apresentação do HT500 em Las Vegas com o famoso filme em alta definição das modelos em biquini no deserto e fiquei a conhecê-las intimamente: até dava para contar as pestanas (!), entre outras coisas...


Os potenciais compradores não devem confundir a nuvem com Juno: o HT500 justifica um visionamento em condições de afinação que nem sempre é possível nestas circunstâncias em que o tempo urge e a pressão sobre os profissionais é demasiado grande. O mesmo se pode dizer do DVD-A1XV que me ofereceu uma das melhores imagens que já me foi dado apreciar a partir de DVD convencionais.
Yamaha YSP-1 colocada debaixo de um dos novos Sim2 Monitor LCD de 40' (HTL 40 LINK)


A coluna Yamaha com processamento digital apresentada pela primeira vez em Las Vegas (ver Artigos Relacionados) parece apenas uma coluna central. De facto é uma coluna «centralizadora», pois substitui todas as outras de um sistema completo 5.1, com excepção do «subwoofer» (em baixo à direita na foto). Garantidas as condições ideias de paredes reflectoras próximas, o efeito «surround» é muito convincente.


A YSP-1 é uma variante alongada do projector de som digital da Pioneer. A tecnologia é basicamente a mesma: 42 altifalantes com amplificação digital independente produzem som surround (ou melhor, holográfico) a partir de uma única coluna, por meio de processamento digital. A coluna que é do tipo «flat» e tem o comprimento adequado para ser colocada debaixo dos plasmas pode contudo ser colocada em qualquer lado (?) e controla o som directo e reflectido para «enganar» o ouvinte. E engana muito bem, digo-vos eu. Terá a Yamaha resolvido definitivamente a questão da «arrumação» e da rede de cabos que tanto exaspera as donas de casa?...