2004

Sony Dav-lf1: Eterno Feminino





Em política, é possível aprovar um orçamento com os votos contra da oposição. Em família, a aprovação já exige consenso. Até porque em primeiro lugar está sempre o bem estar do povo - leia-se os filhos - e não é de ânimo leve que se propõem medidas demagógicas ou de fachada, só para impressionar os vizinhos, como investir todas as economias do casal num supersistema «surround» ou endividar-se por um período superior ao da legislatura (os casamentos pouco mais duram hoje em dia e as discussões sobre o espólio são factor adicional de litígio).


Assim sendo, por vezes, alguém tem de ceder, e o audiófilo/videófilo fundamentalista, que há em mim (e em muitos dos meus leitores), arvora-se hoje em chefe de família preocupado com a sensibilidade estética da esposa e os sonhos dos filhos, sem pôr demasiado em causa a qualidade da reprodução vídeo e áudio, ou a sua imagem (agora refiro-me à imagem pessoal e não à do televisor) perante os seus pares.


Foi a pensar nestas situações que a Sony criou o sistema DAV-LF1 de linhas modernas tipo BangOlufsen (sem custar os olhos da cara, que fazem depois falta para ver os filmes), com transmissão por infravermelhos (tecnologia exclusiva S-DIAT) do sinal para as colunas traseiras, dispensando, graças a Deus!, aqueles cabos horrorosos que antes atravessavam a sala toda (atenção: mas tem de as ligar à corrente de sector!).

O centro de controlo, com painel de comandos em vidro transparente, integra-se com facilidade na decoração da sala, ocupa um espaço mínimo e revelou ser «user friendly» (a utilização no dia a dia é intuitiva até - ou em especial - para os miúdos).

As colunas em metal escovado são muito finas e podem ser colocadas na parede ao lado do plasma ou em elegantes suportes verticais.

O subwoofer não é um daqueles caixotes negros e mastronços, antes parece a torre de um jogo de xadrez futurista, com o altifalante escondido a disparar para baixo sobre uma «lente» difusora.


O DAV-LF1 não é propriamente barato, concedo. Mas pelos cerca de 2 000 euros inclui, além do bonito centro de controlo, quatro colunas com ou sem pedestal (duas à frente, duas atrás) mais a central. O subwoofer alberga amplificadores separados para as colunas frontais e central, além de um amplificador duplo «twin drive» de 600W de potência, todos com tecnologia digital S-Master.


Posto isto, pergunta o leitor: «E isso funciona?». Claro que sim. Desloquei-me propositadamente à Sala de Exposição da Sony, na Expo, onde fui recebido pela Susana e pelo Vasco, como se estivesse numa sala de estar. O leitor (refiro-me agora a si que me lê) pode e deve fazer o mesmo (nunca fiando nos jornais...): leva a família toda e vai depois visitar o Oceanário e lanchar de olhos espraiados sobre o Tejo.


Ouvi um pouco de música em CD/SACD e vi excertos de alguns filmes, incluindo o «Homem Aranha 2», que já pode alugar no seu videoclube, enquanto brincava com o controlo remoto. Como é obvio, habituado que estou a testar leitores-CD de 14 000 euros, colunas electrostáticas topo de gama, cabos de prata a preço de ouro, e outras «excentricidades», supostamente concebidas só para quem acerta no Euromilhões, sou o primeiro a admitir que o sistema terá porventura algumas limitações, se bem que o ache perfeitamente adequado à vida social e urbana: a sensação «surround», a inteligibilidade das vozes e o impacte dos sons graves, isso está lá tudo, e é quanto basta para gozar os filmes em pleno.


Mas esse é o preço a pagar por quem tem a responsabilidade de equilibrar o orçamento familiar e não quer prescindir de alguns dos prazeres da vida. Ora ver um filme em DVD com som «surround» DTS ou Dolby Digital, no sistema Sony DAV-LF1, com a família reunida, a mulher feliz, os miúdos contentes e o cão a dormitar aos pés, sem ter a sala, já de si pequena, atravancada de colunas, processadores, amplificadores e o respectivo spaguetti de cabos, justifica um ligeiro «desvio» do fundamentalismo audiófilo, além de que a tolerância se enquadra bem na época natalícia.
Aqui fica pois a sugestão para uma prenda. Ela vai adorar. E os miúdos lá na escola vão poder finalmente convidar os amigos para ouvir/ver o «Spider» a voar sobre as suas cabeças.


SONY DAV-LF1


· Sistema de DVD com conjunto de 5.1 colunas


· Reprodução Super Audio CD multicanal


· Reprodução DVD


· Amplificação S-Master integralmente digital


· dts/Dolby Digital/Dolby Pro Logic II


· Sistema audio digital S-DIAT de transmissão sem fios para colunas traseiras


· Subwoofer Digital Direct Twin Drive


· Sintonizador FM com RDS


· Comandos tácteis


· Potência total de saída: 600W (5 x 86W + 170W) (RMS)


· Preço: 1 923 euros


· Distribuidor: Sony Portugal 21 891 2083 . www.sony.pt