2004

Correio Dos Leitores: Jvh Para Os Amigos (parte 2)



PECADO MORTAL



Não visitar a sua página é um pecado que não cometo...



G. Rodrigues



VISITA REGULAR



É sempre com imenso gosto que, pelo menos uma vez por semana, visito o seu sítio na internet. Sítio que, aliás, reputo como a catedral dos audiófilos portugueses.



P. Ralha



IMPULSO AUDIÓFILO



Senti-me novamente impelido a enviar uma mensagem, desta feita para partilhar as sensações e impressões da primeira experiência audiófila com um equipamento a válvulas. Perdoe-me a audácia, mas já o começo a considerar como uma espécie de 'pen-pal', alguém com quem posso partilhar estas audições (algo que tem sido difícil encontrar, entre amigos e conhecidos, até ao momento)...



Uma combinação prévio/potência Croft, gira-discos Wilson-Benesch, CD Primare e umas curiosas colunas Vandersteen (sem caixa?).



De facto, a 'lenda das válvulas' confirma-se: um som quente, macio e melódico, com o timbre das vozes a estar bem presente, cheio de textura. No entanto, confesso que, à primeira, o som 'estranha-se' e que talvez essa impressão se deva a uma espécie de 'síndroma dos transístores'. Mas é, definitivamente, uma experiência a repetir... pois ficou algum 'bichinho' cá por dentro, que talvez se 'entranhe'...



R. Carvalho



CAFÉ E DN


É com gosto que escrevo estas palavras. Felicito-o pelos seus artigos e site.
Aos sábados enquanto bebo um belo café (às vezes) costumo ler alguns artigos seus.

Acima de tudo gosto de ouvir música. Embora não ache que tenha o sistema ideal, se é que existe,
vou tentando melhorar aqui e ali…



P. Furtado



NO IDIOMA DE CAMÕES



Os meus parabéns pelo artigo 'Audiofilia Crónica'!
No mar de disparates que se dizem contra as válvulas, foi uma lufada da ar fresco encontrar um artigo elucidativo, leve mas não leviano, e ainda por cima no idioma de Camões.



J. Araújo



EXCEPÇÃO À REGRA



Descobri hoje o seu site. Está muito bom!
Espero que o mesmo continue e que se mantenha como excepção à regra do pouco que se faz em termos de crítica audio em Portugal!



F. Cordeiro




«IMORTALIDADE»



Quando nada você terá dado o pontapé para se tornar 'imortal'. Porquanto sua página registrará no meio virtual elástico hipotético das ondas eletromagnéticas (vulgarmente conhecido como WEB), ad aeternum - tanto quanto a brisa (?) -, sua passagem por 'este Vale de Lágrimas'...



Assim, se aí na sua praia lusitana pintar algum texto de sua de você soberba lavra, sobre música - e só sobre música, que a nova página além de som musical é também SÓ MUSICAL - remeta-o a mim e farei com imenso prazer circular por estes brasis varonis salve salve, com a devida remissão (leia-se em liguagem cibernética, link) ao hificlube.



Holbein M.




LEITOR HABITUAL


Sou seu leitor habitual desde que descobri o Hificlube e aprecio bastante os
seus textos.



A.José Lima



TEXTO DEVORADO



Que excelente texto, eu que não sou audiófilo, nem tenho pretensões a tal, devorei as duas partes do mesmo desejando que nunca acabasse.
Eu adoro Alta Fidelidade, mas sou um apaixonado por música, a simples colocação do meu Subwoofer (Rel Quake) de trás para a frente da coluna (SF Concertino) deu novo alento ao meu sistema.



R. Eloy



SONS AO PEQUENO ALMOÇO



O começo da manhã de domingo é especial. Todos dormem ainda, cá em casa!
Tanto silêncio sabe bem! E o dia em que me levanto relativamente cedo -
para domingo - preparo um lauto pequeno almoco (sumo, café, ovos, torradas,
doce...) instalo-me na sala de jantar e procuro o 'Sons' na revista do DN.
Seu fiel leitor e admirador (isto é uma frase a antiga... mas como eu sou
antigo...)



Vaz Ferreira




CRÓNICAS DO DN



Desde há muito que acompanho as suas crónicas no dn das quais sou fiel leitor.


F. Martinho