2003

Bob Dylan Em Sacd



Esta é o primeiro passo de uma estratégia que a Sony Music pretende tornar extensiva a todo o vasto catálogo Columbia/Legacy. E não é surpresa que seja assim: o Super Audio CD, ou SACD, não pode ser reproduzido pelas «drives» dos computadores (pelo menos o registo DSD de alta resolução tanto em estéreo como em multicanal). Numa altura em que a RIIA ameaça processar meio mundo por causa da pirataria na Internet (agora recuou e já oferece amnistia a quem provar que apagou os ficheiros e se compromete a não copiar mais...), isto é música para os ouvidos dos consumidores e para os bolsos da grandes editoras multinacionais.


O CD já deu o que tinha a dar e a indústria fonográfica só ainda não acabou com ele porque continua a ser o ganha pão de milhões de pessoas em todo o mundo. E não se muda assim de formato de um dia para o outro. A descida de preços prometida pela Universal pode ser o balão de oxigénio do CD nesta década.


A superioridade sónica do SACD é evidente (pense numa imagem de computador com dez vezes mais «pixels») mas são ainda poucas as pessoas que dispõem do equipamento necessário para tirar deles todo o partido. Daí que a compatibilidade com os «velhos» leitores-CD seja paradoxalmente o principal trunfo do SACD. Contudo, o novo formato só poderá vingar no mercado quando o preço for igual ao do CD (há já um claro esforço nesse sentido) e a disponibilidade de títulos (neste momento há pouco mais de mil títulos) o tornar uma proposta atractiva, não apenas para os audiófilos em busca do som perfeito, mas para todos os que gostam de música e usam o rádio do carro ou um portátil para a reproduzir.


Dos quinze discos, que cobrem toda a discografia oficial dylaniana, cinco são editados em multicanal 5.1, o que exige equipamento de reprodução adequado. Mas não se preocupe: os discos têm incluídas as versões SACD em estéreo e CD-estéreo.


Para muitos fãs de Dylan, editar clássicos originalmente em estéreo na versão multicanal, corresponde a colorir obras-primas do cinema a preto-e-branco como Citizen Kane. Uma heresia, uma aberração artística? Para esses a opção é simples: oiçam a versão estéreo. Com a vantagem de ter sido transcrita directamente das matrizes originais: um luxo antes só reservado aos engenheiros de som, aos músicos e aos produtores.


Sobre as vantagens e desvantagens de se ouvir Bob Dylan em som «Surround» poderão os leitores ler O outro lado de Bob Dylan (ver artigos relacionados). Para já saibam que a primeira impressão é de choque e espanto, mesmo para ouvidos habituados ao último grito - é o termo - das novas tecnologias de reprodução de som. Vai ouvir coisas que nunca tinha ouvido antes: Dylan parece querer saltar das colunas e a harmónica é tão real que chega a assustar. E, finalmente, percebe-se tudo o que ele canta!...


Mas é a audição de clássicos de 1963 como «The Freewheelin' Bob Dylan» (estéreo) que tantas vezes ouvimos num «rádio de pilhas» que dissipam todas as dúvidas: «The answer, my friend, is blowin' in the wind». E a resposta é: Super Audio CD.


Tal como Dylan, é também este o meu conselho: don't think twice, it's alright... (não pense duas vezes, antes que esgotem: vendem-se em separado ou numa colecção de edição limitada).



Nota: Veja o pdf em cima clicando no símbolo da Acrobat



A INTEGRAL DE DYLAN EM SACD



The Freewheelin' Bob Dylan (1963) - SACD híbrido estéreo


Another Side Of Bob Dylan (1964) - SACD híbrido multicanal


Bringing It All Back Home (1965) - SACD híbrido multicanal


Highway 61 Revisited (1965) - SACD híbrido estéreo


Blonde On Blonde (1966) - SACD híbrido duplo multicanal


John Wesley Harding (1967) - SACD híbrido estéreo


Nashville Skyline (1969) - SACD híbrido estéreo


Planet Waves (1974) - SACD híbrido estéreo


Blood On The Tracks (1975) - SACD híbrido multicanal


Desire (1976) - SACD híbrido estéreo


Slow train Coming (1979) - - SACD híbrido multicanal


Infidels (1983) - SACD híbrido estéreo


Oh Mercy (1989) - SACD híbrido estéreo


Street Legal (1998) - SACD híbrido estéreo


Love and Theft (2001) - SACD híbrido multicanal