Reviews Testes

Naim_MuSo_QB

Mu-so QB rubik's

Em 2014, a Naim tirou um tempinho da produção de equipamento Hifi/High End para pensar no mercado das colunas wireless.
Com o boom do mercado das novas tecnologias, o consumo de música através de APPS como o Spotify e a Tidal cresceu vertiginosamente, logo os hábitos de consumo mudaram e fazia todo o sentido pelo menos tentar ganhar esse tipo de cliente.
O resultado para quem anda atento ao mercado foi a Mu-SO e, se já tiveram oportunidade de ouvir, foi uma aposta claramente ganha.
Agora a Naim resolveu criar uma nova coluna wireless, no mesmo formato One-Box, para bolsos e espaços mais pequenos. Não necessariamente porque toca mais baixo, apenas porque ocupa menos espaço físico. Acreditem que toca alto, e bem alto! Mais do que o seu vizinho gostaria…
O Naim Mu-SO QB é um cubo de construção irrepreensível que mantém a essência da mãe Mu-SO e o comando circular com touchscreen que é um mimo.
Apesar de estarmos a falar de uma coluna, pelo menos para mim é do género masculino, talvez por ser um cubo, mas a verdade é que acabo sempre por me referir ao QB como ‘ele’. Deixo ao vosso critério batizarem o QB como quiserem. O objectivo é o mesmo: dar música a eles e a elas.

Design e construção

Em termos de design, temos um cubo com base em acrílico onde se pode ver o logo da NAIM, que se ilumina com uma luz led branca por default, mas que pode ser mudada consoante o gosto. O cubo está envolvido por uma grelha nas zonas laterais e frontal, cuja cor também pode ser trocada por meio de um processo esse simples e rápido.
Na face traseira, com grelha em alumínio para melhor dissipação de calor, encontra-se a entrada para o cabo de corrente, uma entrada USB, uma entrada de rede, uma ótica, jack 3,5mm para auscultadores, um botão de reset e um led indicador do estado do aparelho (se está registado na rede ou não por exemplo).
No topo temos apenas o touchscreen com o delicioso anel metálico que permite aumentar o volume e navegar nos menus de opções de input.
O QB é bem mais pesado do que aparenta e tem um toque de qualidade. O peso deve-se à construção da própria caixa para poder aguentar com a pressão sonora dos 5 altifalantes instalados de forma inteligente, alguns num ângulo que permite melhor distribuição do som.
Temos, portanto, 2 tweeters de cúpula, 2 altifalantes de médios e 1 woofer suportado por 2 radiadores passivos que permitem ao QB ter um baixo bem forte, prolongado e profundo.

Muso QB no grill and back

Muso QB no grill and back

Funcionamento e instalação

Logo que o retiramos da caixa vemos que a nossa vida vai ser muito facilitada no que diz respeito a ligar e usar o aparelho. Temos apenas o QB e um cabo de power. Nada mais. Até à primeira utilização demora no máximo 5 minutos. O cubo Rubik dá um pouco mais de trabalho!
Basta ligar o cabo de corrente, ligar o QB através do touchscreen, emparelhar o QB com o smartphone/tablet pelo bluetooth e, se formos utilizadores do Spotify versão premium, procurar um dispositivo para interpretação, escolher o QB e estamos a ouvir música. Tão simples quanto isso.
Se porventura o seu dispositivo for Apple através de Airplay não é necessário que tenha conta premium do Spotify.
Para se usar por Wi-Fi o processo demora mais um pouco: requer um “clip” à la Apple que é fornecido para clicar no botão de reset/registo na parte de trás do QB, e a APP da Naim instalada no dispositivo. Seguir os passos para adicionar um novo QB, basicamente é ir vendo a cor do led na traseira e carregar numa série de “seguintes”.
No Mu-SO QB podemos tocar todo o tipo de ficheiros: WAV, FLAC, AIFF e MP3 mesmo até 24-BIT/192Khz se bem que para suportar estes ficheiros de alta resolução não é possível ser através de streaming wireless, sendo apenas possível se os ficheiros estiverem num disco ligado através da entrada USB, ou na rede por meio de cabo gigabit. Caso contrário, o QB faz o downsampling para 24-bit/48Khz. Resumindo, modos de conectividade: Airplay, Bluetooth®/aptX®, Spotify Connect®, TIDAL, UPnP™ (aceda a música armazenada) e ainda temos Internet Radio, USB e entradas digitais e analógicas.
Embora seja possível controlar quase todos os aspetos do funcionamento do QB através do controlo no topo é perfeitamente natural que no dia-a-dia acabemos por o controlar quase em exclusivo através da APP. Mas sempre que estou perto do aparelho e quero regular o volume dou comigo a utilizar o controlo físico em vez de usar a APP. Acreditem, se o comprarem vão perceber.
A APP da NAIM pode ser descarregada na APP Store para a Apple ou na Google Play Store para o Android. Para Windows procurei através do W10 e não encontrei. Aqui por casa temos os iOS e Android e tanto no iPad com no Samsung Galaxy S5 o aspeto visual assim com o funcionamento é igual. O meu único reparo é que no Android pareceu-me que por vez se engasga (a APP não o som) em particular se estivermos a usar a APP para servir de intermediário com outras APP’s como a da Tidal.
É provável que seja necessário fazer logo uma atualização de firmware. É um processo simples, intuitivo e rápido. Aconteceu que o processo estagnou, porventura devido a erro na nossa rede wireless. Pese embora existam avisos para não interromper o processo, a coisa resolve-se facilmente. O que vão ter que fazer é fechar a APP do dispositivo que estão a usar, fazer o reset ao QB usando o clip para voltar a registá-lo na rede e reiniciar o processo de atualização de firmware.



O Som

O QB retém na sua essência a qualidade sonora da MU-SO original: um som limpo, detalhado, capaz de interpretar todos os géneros musicais, fruto de um excelente trabalho de DSP, mas vou ter que dar destaque ao baixo. Ao olhar para o MU-SO QB certamente não vai estar à espera que o som seja assim tão grande e musculado. Acredite que este pequeno aparelho é bem capaz de lhe encher a casa de som - alto e bom som. O baixo é deveras poderoso, por vezes até demasiado poderoso - o meu vizinho já me mandou a deixa “você outro dia estava a dar-lhe forte”. E estava, mesmo! Não resisti!
Dependendo da primeira faixa que tocarem, é possível que fiquem com a ideia errada de que isto é mais uma “boom box”. Não é. Toca bem todos os géneros musicais e dada as N funcionalidades tanto podemos estar a ouvir internet radio num canal de música clássica da BBC, como depois passar para música do Spotify, que a sua mais que tudo sacou com o Shazam e lhe quer mostrar, ou ouvir uma faixa de jazz de alta resolução logo a seguir, se lhe der na gana. Raios, até se pode usar o QB para sonorizar o vídeo do Youtube que estamos a ver no iPad. E o QB não hesita, nunca. É sempre a abrir.
Mesmo sendo apenas um cubo, não tendo a largura que tem a original, o som nem por isso está ali todo concentrado. A forma como os altifalantes estão montados ajuda a criar uma espacialidade do campo auditivo, que, sendo falso, pois não tem mais 20cm de largura, a verdade é que resulta. E estamos a falar de uma única fonte sonora (1 QB)!...
Até nisso a Naim foi inteligente com a introdução do modo “party” que permite ligar até 6 MU-SO, o que significa que você pode meter a casa toda a bombar, ou com um ambiente sonoro calmo e em consonância em todos os pisos e divisões. E pode até ter a MU-SO original e o QB na mesma rede.

Muso QB controller

Muso QB controller

Conclusão

A verdade é que o mercado evoluiu. Desde o tempo em que o meu pai começou a escrever há mais de 35 anos até aos dias de hoje muito mudou. E quanto às marcas de áudio, umas mantiveram-se fiéis à sua essência e bem, outras resolveram ir atrás do mercado. No meio disto tudo, temos também marcas que conseguiram manter a essência e adaptá-la a um produto dos tempos modernos. A Naim está de parabéns. Não há até à data um produto neste segmento que seja tão completo. Existem soluções com uma ou outra caraterística que os produtos Mu-So mas tão completos não.
A NAIM continua a dar cartas no High End, com o fabuloso Statement, faz agora também uma incursão no Car Audio com parceria com a Bentley, mostrando que está atenta à evolução do mercado. Já devia ter devolvido o QB ao Alberto e ainda nem lhe telefonei não vá ele lembrar-se que ainda o tenho. Haja carteira e porque nem sempre temos vagar para estar no sofá a apreciar o nosso mega sistema, por vezes queremos algo que nos dê música de qualidade enquanto estamos concentrados noutros afazeres. E o QB nisso é fantástico! Mesmo!

Preço: €850

Distribuidor: Esotérico

Por: Pedro Henriques

Mu so QB rubik's

Muso QB no grill and back

Muso QB controller