Highend 2014 Munich

High End 2014 - Munique - Parte 8 - Delaudio

O prévio de referência Pass X-30 fez parte da equipa que ganhou o campeonato mundial audiófilo na Alemanha

Este ano não me encontrei com Delfin Yanez. Mas a equipa Delaudio conseguiu bons resultados em todas as categorias de preço, do irracional mas apetecível ao racional acessível.


Façamos, então, um tour virtual primeiro em slideshow, depois em videoshow da actuação da equipa Delaudio, no palco do M.O.C. de Munique, para os que preferem a imagem ao texto e cuja curiosidade fica desde logo satisfeita sem perder muito tempo.


Nota: se quer ver as fotos do slideshow em full screen alta qualidade, seleccione a resolução 1080p no ícone de roda dentada do You Tube.

Não esquecer que o vencedor do “Melhor Som”, as incríveis cornetas triplas Magico Ultimate III, utilizaram electrónica Pass (prévio X-30 na foto e amplificadores First Watt).

No outro lado da moeda, literalmente porque o preço médio tem menos 3 zeros (600 euros em vez de 600 000!), Delfin tinha vaticinado, antes da minha partida, uma aposta forte da ressuscitada Advance Acoustics e acertou na mouche.

Advance Acoustics

Sistema principal na sala da Advance Acoustics: amplificador integrado X-1000 e colunas X-L1000

Sistema principal na sala da Advance Acoustics: amplificador integrado X-1000 e colunas X-L1000

A Advance Acoustics apresentou novos produtos muito acessíveis e funcionalidades modernas, sobretudo nos prévios, amplificadores e colunas com capacidade streaming e DAC integrado.

Exposição de electrónica Advance Acoustics, acessível a todas as bolsas em época de crise.

Exposição de electrónica Advance Acoustics, acessível a todas as bolsas em época de crise.

O amplificador integrado X-i1000, por exemplo, é uma versão musculada do X-i60, cujo teste podem ler aqui, com 220W por canal em classe A/B (45W garantidos em Classe A), conversor integrado 24bit/192kHz Burr Brown e entrada USB X-MOS. E vuímetros de agulhas, quase tão sexy como a francesa que estava a cantar...


As colunas X-L1000 com ribbon tweeter que se ouvem no video lembram as Focal Utopia, com o coluna vertebral articulada para garantir uma boa coerência de fase geométrica.


E soaram muito...eh... articuladas e em fase, de facto...

Novidades na área de streaming digital são a X-UNI, que se pode ligar à internet por WIFI ou Ethernet, ou ao disco rígido do computador; e transmite todo o tipo de ficheiros digitais, com um menu do tipo iPhone; e as colunas da série Air compatíveis com Bluetooth Apt-X. É só preciso ligar ao iPhone e quejandos...


Esoteric

Esoteric Grandioso Series: um som grandioso...

Esoteric Grandioso Series: um som grandioso...

Aqui voltamos à primeira categoria, com a família Grandioso (em tudo: no nome, na qualidade, no peso, no preço, no som...), composta por amplificadores monobloco, leitor CD/SACD e DAC/prévio de duplo chassis a alimentarem as estranhas German Physiks.

Magnepan


As novas Magnepan MG 3.7i estavam na vasta área de exposição, onde fizeram a estreia europeia, pelo que não posso pronunciar-me sobre a sua performance, mas fica a imagem.

Do lado direito da foto, as novas Magnepan 3.7i, em estreia europeia absoluta

Do lado direito da foto, as novas Magnepan 3.7i, em estreia europeia absoluta

A 3.7i é um upgrade, com melhorias que podem ser aplicadas às 3.7, e consistem fundamentalmente na possibilidade de ajuste dos graves, médios e agudos, por meio de resistências ou adição de painéis de graves.


Pathos

Na foto os monoblocos Pathos Adrenalin e o prévio Synapse

Na foto os monoblocos Pathos Adrenalin e o prévio Synapse

Atribuí à Pathos o galardão de Melhor Design de um produto de tecnologia híbrida válvulas/estado sólido, escolha a que não foi alheio o aspecto alienígena da conjunto Endorphin, Adrenalin, Synapse que, como se ouve no videoshow, estava a tocar piano com colunas também da Pathos.

Sistema completo da Pathos

Sistema completo da Pathos

Plinius

Amplificadores Plinius com o Hautonga em primeiro plano

Amplificadores Plinius com o Hautonga em primeiro plano

A Plinius tem um novo integrado Inspire de 80W com capacidade de ligação à rede. Mas também estava lá o Hautonga, cujo teste podem ler aqui.

Sala da Plinius. Em Munique, é possível ouvir bom som em ambiente de 'feira'.

Sala da Plinius. Em Munique, é possível ouvir bom som em ambiente de 'feira'.

E o conjunto prévio/amp Tautoro/SA Reference estava a sacar um som fabuloso de um par de colunas Nola Metro.

É uma pena a Nola não ter distribuidor em Portugal. Eu sei que são feiosas mas têm um som bonito, todas elas: amplo, arejado (open baffle) e com um grave de caixa acima da média: no ataque, definição e articulação, com inegável ajuda do reconhecido controlo férreo da amplificação Plinius.


Primare

Primare streamer MM30

Primare streamer MM30

A vedeta em destaque era o Streamer MM30, mas o som via colunas Elac era oferecido ao visitante por um DAC 30, com sinal cortesia de um “Universal” BD32 e amplificação Pre60/P60. Mais uma boa pontuação para a Delaudio na categoria acessível, sobretudo o DAC30.

Sala da Primare

Sala da Primare

O prévio de referência Pass X 30 fez parte da equipa que ganhou o campeonato mundial audiófilo na Alemanha

Sistema principal na sala da Advance Acoustics: amplificador integrado X-1000 e colunas X-L1000

Exposição de electrónica Advance Acoustics, acessível a todas as bolsas em época de crise.

Esoteric Grandioso Series: um som grandioso...

Do lado direito da foto, as novas Magnepan 3.7i, em estreia europeia absoluta

Na foto os monoblocos Pathos Adrenalin e o prévio Synapse

Sistema completo da Pathos

Amplificadores Plinius com o Hautonga em primeiro plano

Sala da Plinius. Em Munique, é possível ouvir bom som em ambiente de 'feira'.

Primare streamer MM30

Sala da Primare