2009

Highend 2009: Clássicos Modernos



A reportagem do Highend 2009, que iremos desenvolver ao longo da próxima semana, assenta em quatro pilares fundamentais:

  • Evolução na continuidade



MARANTZ: PÉROLAS NEGRAS
 
A apresentação dos SA KI Pearl SACD/CD e amplificador integrado, os mais recentes KI Signature, foram um dos pontos altos do Highend09. Ken Ishiwata resolveu assim comemorar 30 anos de carreira na Marantz, e a sua apresentação, da qual gravei longos excertos em vídeo, foi um momento mágico também na minha carreira. É a verdadeira evolução na continuidade.









Highend 09: Ken Ishiwata apresenta a pérola negra



Ken apresentou-se de coração aberto e praticamente contou a história da sua vida, desde quando jovem estudante ouviu pela primeira vez um Marantz C7, na casa do pai de um amigo, até que se tornou o embaixador da marca. Ken falou durante cerca de uma hora, passou música em CD, SACD e LP que quase nos levaram às lágrimas.





Para poder filmar, estive o tempo todo de pé, numa posição lateral, e as condições de luz não eram as ideais, mas ficam os documentos para a posteridade. Hoje publicamos apenas um video com um excerto da introdução para o leitor perceber qual o ambiente que se viveu nesta conferência de imprensa.






  • Tradição



Os gira-discos e as grandes cornetas, ou serão trombetas, são os ex-libris do Highend. E a Avantgarde é umas das vedetas deste show. Com o espectacular conjunto Trio (agora com nova estrutura de suporte) + BassHorn, ouviu-se a Carmina Burana (com alguma distorção devido à proximidade de uma das cornetas). Não podiam ter escolhido uma peça musical mais adequada para ser interpretada por esta 'força da natureza'...



  • Inovação


KEF Blade
 
 


 
A KEF não cessa de nos surpreender. Sinceramente admito que não sabia sequer que as Blade (no video) estavam em desenvolvimento. Muito mais domésticas que as gigantes Muon, as Blade, tal como o nome indica, são finas e longas como espadas e são fabricadas em fibra de carbono.
 
NAD M2
 
O amplificador digital da NAD é bem o símbolo da constante inovação no reino do áudio. Quando se pensava que a Classe D nunca chegaria a atingir o patamar do highend, eis que a NAD apresenta um produto com especificações tão extraordinárias que vou ter de ouvir para acreditar.



Estive presente em ambas as conferências de imprensa e tenho todas as informações, mas não é agora o tempo para as divulgar, uma vez que estou a transmitir em directo de Munique e não disponho de todas as condições técnicas para poder editar.
 
Reencontro



O hifishows também são lugares de reecontro - de pessoas e de coisas. As Vivid que tanto me impressionaram em Las Vegas, estiveram presentes em Munique, acolitadas por amplificação Luxman. Mas o ambiente e a qualidade da demonstração e, sobretudo, da qualidade do demonstrador, também contam - e muito. As Vivid estavam como sempre estranhas e belas, mas não me soaram tão bem como em Las Vegas...



 

 
 
Hors-concours
 

WILSON AUDIO SASHA
 
Com sempre acontece nestes grandes certames internacionais, o melhor é servido à parte. Dave Wilson e Peter Mc Grath instalaram-se no Marriot para mostrar pela primeira vez a Sasha, a sucessora das Watt+Puppies, que utiliza muita da tecnologia e altifalantes das Maxx 3 numa caixa com linhas sofisticadas e, dare I say, mais aerodinâmicas.



Sei tudo sobre as Sasha, até os pormenores mais íntimos. Sabia que o cão de Dave Wilson se chama...Sasha, e que Sasha é o diminutivo de...Alexandr(i)a?...



Dave Wilson consigna em si todos os aspectos que escolhi para desenvolver esta reportagem: evolução na continuidade, tradição, inovação e, claro, reencontro...
 

 



Dave Wilson fala sobre a sua nova criação: Wilson Sasha, com o mesmo entusiasmo de quando começou.