2009

Hificlube Está Vivo E Recomenda-se



JVH aproveitou os trabalhos de restauro integral do Hificlube para tirar umas férias sabáticas e reflectir sobre se vale a pena continuar a lutar para divulgar o áudio de qualidade às massas. Chegou à conclusão que sim.

Aparentemente, depois de uma primeira fase de convalescença do Hificlube, após o rude golpe que sofreu, está tudo sob controlo e os leitores do Hificlube podem agora voltar a visitar-nos na esperança de encontrar algo de novo: notícias, opiniões, memorabilia, testes, textos, fotos, vídeos em HD, etc. Reportagens menos, talvez, porque isto da gripe A não convida às grandes viagens - vamos dedicar-nos mais ao teletrabalho...


Foi um período difícil da nossa longa história editorial, só possível de ultrapassar com enorme dispêndio de energia e de... dinheiro. Não fora a perseverança do nosso webmaster, o meu filho Pedro Henriques, e JVH arrumava o teclado, no qual já terá escrito milhões de palavras em 25 anos de carreira de crítico audiófilo.


Não que viesse daí grande mal ao mundo, mas o apoio dos amigos e leitores veio provar que vozes independentes – na medida em que é possível ser independente nesta saudável teia de amizades, cumplicidades e, por que não, interesses comerciais, em época de crise – fazem cada vez mais falta num mundo controlado pelas multinacionais da electrónica de consumo.


Nunca a amizade pessoal ou a cumplicidade intelectual (chamem-lhe gostos audiófilos) me impediu de ver para lá dos interesses comerciais em jogo.


Neste momento, dedico-me ao áudio com o mesmo espírito que Armstrong dedica ao ciclismo: vi e ouvi mais do que alguma vez pensei ver ou ouvir e cheguei sempre primeiro. Agora já não corro para ganhar, embora não goste de perder. Corro por uma causa. Mas atenção: vou continuar por aí na net a subir montanhas, enquanto o meu filho for empurrando a bicicleta. Talvez nu como o Rei mas sem nada a esconder...