2008

Air Sound Ou A Pedra Filosofal

Air Sound Ou A Pedra Filosofal
O mais curioso é que a tecnologia AirSound se baseia na tecnologia de “soma e diferença” do som estéreo original de Alan Blumlein, patenteada em 1931, agora já no Séc.XXI com a inevitável ajuda do processamento digital.

 


A tecnologia AirSound, também conhecida por “single point stereo”, reproduz a ambiência e a imagem estereofónica a partir de uma única coluna de som, recorrendo aos conceitos de som directo e som reflectido ou espacial estudados por Blumlein, em vez da habitual dicotomia canal esquerdo-canal direito. Desta forma, a ilusão “estéreo” é a mesma em qualquer ponto da sala, eliminando da equação a inefável “sweet spot”. Este tipo de soluções resulta normalmente num som estranho e sem coesão de fase, que torna os sons confusos e ininteligíveis. Não é o caso da tecnologia AirSound cuja verosimilhança acústica com o estéreo em dois canais é notável e até superior ao original para aplicações domésticas sem pretensões highend pois sonoroza a sala toda por igual.

 


As futuras aplicações, em especial para equipar televisores planos, computadores e iPod Docks, tornam esta tecnologia particularmente apelativa para o grande público e quem apanhar esta representação tem um bom negócio garantido entre mãos.

 


Através da sua subsidiária Orbit Sound, a Air Sound apresentou dois modelos (abrir pdf no topo da página): O T6, composto por uma iDock a válvulas e uma coluna de duas vias, que constitui uma piscadela de olho aos audiófilos presentes no Venetian; E o curioso T3, uma espécie de “add-on” para iPod e MP3, para reprodução de som estéreo sem auscultadores. O T3 pendura-se ao pescoço e utiliza a tecnologia de “transmissão óssea” do som, aproveitando o peito do portador para reforçar a percepção dos sons graves. Também se pode colocar em cima de qualquer superfície plana para obter som estéreo a partir do computador portátil, por exemplo.

 


Da gama faz ainda parte o T12, uma espécie de “pão de forma”, c/ amplificação/processamento integrado, além de iDock e “subwoofer” para alargar o conceito de som estéreo em qualquer ponto da sala aos ecrãs planos de televisão.

 


Dito assim até dá vontade de rir, mas olhem que ri melhor quem ri por último...

 


Para saber mais:

 


AIR SOUND

Air Sound Ou A Pedra Filosofal