2004

Highend2004: Correio Dos Leitores



Gira-discos bonitos


Muito boa, como sempre. Qualquer dia, obriga-me a comprar um gira-discos e um amplificador a válvulas desses para pôr na estante, são mesmo bonitos...


Lowrider (Clube do Audio)



Oops, sorry, Simon


Na sua reportagem sobre o High End 2004, Munique, refere os gira discos Simon Yorke, dizendo: 'Um giradiscos desconhecido, pelo menos para mim. The name rings a bell,
but...'.


Estes giradiscos tornaram-se especialmente conhecidos do mundo audiófilo
após a crítica encomiástica de Michael Fremer ao gira discos Simon Yorke
Series 7, na Stereophile de Junho de 1998. Michael Fremer teve o giradiscos Simon Yorke Series7 como referência desde 1998 até 2003, quando adoptou o SME 30/2. Também saiu uma crítica de Ken Kessler na Hi-Fi News de Abril de 1998.


Apesar da 'explicação' que me deu há uns anitos sobre o assunto, de cada
vez que leio as suas opiniões - entusiásticas, atrevo-me a dizer - sobre o analógico, os gira-discos, o vinil, etc., continuo a surpreender-me sobre o facto de não ter um gira-discos no seu sistema...


JCA



Oops, again!


Pela minha parte já tinha lido a reportagem completa...excelente cobertura! Só achei estranha a referência aos gira-discos Simon Yorke como sendo «desconhecidos»... é que o próprio Michael Fremer o utiliza no seu sistema «residente». Mas com tanta marca e marquinha (na sua reportagem vi umas quantas que desconhecia completamente) é perfeitamente natural que alguma nos escape...


Vermeer (Clube do Audio)



SACD vs LP


É sempre com muito interesse que leio as suas reportagens.
Estou inclinado para a versão que diz que a Sony só inventou o SACD porque os royalties do CD já acabaram (20 anos). O peso dos dólares é dominante em todo o lado, e isto não é excepção.
A diferença entre os SACD e um leitor de CD de highend parece-me bastante pequena. A diferença do SACD e CD só me parece notória quando mudo a camada de leitura (CD/SACD) no mesmo leitor de SACD. Mas quando comparo com um leitor CD de qualidade a diferença do SACD fica muito esbatida. Não oiço muitas diferenças, por exemplo entre o Marantz 8300 e um Sony 905 QS na versão SACD. Mas existem...
Quanto ao comparativo, eu também ficava com uma das colunas mais 'emocionais' em detrimento das «físicas» (a avaliar pelo que já ouvi...).


Formato por formato, fico-me pelo LP , que esse nunca me desilude. E há
tanto LP de qualidade por aí!


Fernando Magalhães



Descritivo ou opinativo


Adoro as sua reportagens mas gostava que fosse mais opinativo e menos descritivo. Para descrição chegam as excelentes fotos. E se inserisse no seu site vídeos e sons das reportagens? Julgo ter lido algures que também fez gravações de som e imagem...


Gustavo Sousa



Vini, vinil


Chamo-me Miguel Guerreiro e estou a iniciar-me no som analógico. Estou a precisar de ajuda, porque não sei onde é que posso encontrar discos em vinil. Será que me pode dar uma ajuda?


Miguel Guerreiro



Ainda o vinil


Adquiri há relativamente pouco tempo um amplificador NAD C320BEE e um par de colunas Kef Cresta 30 mais um prato Rega P2 assim, foi com grande agrado que li e reli o seu excelente artigo sobre gira-discos , no DN desta semana. Sem querer ser purista, apraz-me registar o aumento do comércio de discos, que, como refere e bem,em tempos se julgaram finados.


José Vilas



Fotos fantásticas


Mais uma vez, o que tenho a dizer é o encomiástico apoio e plena satisfação por tudo aquilo que escreve e divulga no campo da audiofilia. A presente reportagem sobre o Highend Show 2004, de Munique, não foge à regra. E as fotos do mesmo estão fantásticas na alta resolução apresentada!...


Vítor Torres



Deslumbramento


Fiquei deslumbrada com as novidades que trouxe de Munique! quem diria que a crise é mundial! Para já apraz-me dizer sómente que me parece que as válvulas estão mesmo na moda!...


Ana Salgado



Comparativo


Muito interessante o comparativo das colunas.


Tiago Machado



P.S. Devo confessar que registei com agrado o facto de as Stradivari ocuparem o lugar cimeiro neste comparativo (apesar de isso pouco interessar, na essência).



Ainda o comparativo


Só o comparativo das colunas dava pano para mangas. Gostava que tivesse explorado mais este tema. Porque não faz algo semelhante no nosso Audioshow? Aquilo assim é uma seca e faz falta debates, seminários e testes comparativos ao vivo e... sem rede.


Vicente



Zona euro


Agora que estamos na zona euro, acho que devia dar o preço indicativo dos diferentes modelos. Assim ficamos só com a ideia de que tudo é muito caro...


Inácio Lemos



Fantasias


Não havia lá nada em Munique que se comprasse ou que a gente ao menos conheça? Eu acho que perde muito tempo com fantasias audiófilas. Esqueceu-se da Pioneer, da Sharp e da Sherwood, por exemplo. A sua grande vantagem está na forma como (d)escreve - que é única. Foi uma pena ter saído da revista AUDIO.


Luis Santos



O que eles dizem lá fora



Alemanha


Thank you for your report and the pictures. As usual you have made excellent photos. Is it possible to get some of them?


Renate (Highend Society)



EUA


If you publish in English, I will gladly link to you.

Brian Mitchell Founder/ CEO, Everything Hi-Fi Online



Israel


Your writing is magnificent (Stradivari report in English). It is much more interesting than most hi-fi magazines, and provides a perfect balance of technical details, business description, personal portrait and listening experiences. I will send you the brochure pictures immediately when the graphics person returns, and hopefully you can write something about us. I would be honoured by such a result.

Yoav, YG Acoustics


P.S. For the Highend report I used the Google translator, it was a lot of fun.



Suécia


Olá, a Naim não estava lá?...

Pedro Gil, Uppsala, Sweden