2003

As Coisas Que Eu Sei (vii)



Qual é a cor das Wilson Watt Puppies VII que a Imacústica vai apresentar no Audioshow? Quem adivinhar, ganha um SACD de Bob Dylan. Oferta minha com a colaboração da Sony Music. Respostas para Hificlube (basta clicar acima em Contacto). Só uma tentativa por pessoa. O prazo termina dia 25 às 24 horas.


Nota: Só há um disco para oferecer: quem chegar primeiro à minha caixa de correio...


E O VENCEDOR É...


Bob Dylan: Planet Waves SACD híbrido estéreo

Pretas. Brancas até. Cinzentas Mercedes. Ou cor de prata. Verdes e azuis nenhuma, felizmente, que horror! Vermelhas muitas, com nuances: bordeaux, candy apple red, Porsche Violet!! E só um viu o que estava mesmo em frente do nariz: AMARELAS! Com uma nuance que lhe escapou: amarelo Ferrari. Mas, por exclusão de partes, ganha o leitor Joaquim Verdasca.

Dentro da linha Choral, o transporte-Cd BLU que a Chord criou para casar com o DAC64 é lindo. E vai estar no Audioshow na sala da Alfida. Ainda sem o circuito duplo para sinais de 192kHz, mas paciência. O BLU tem uma entrada BNC de retorno do clock para sincronização perfeita com transportes compatíveis de outros fabricantes e o seu próprio filtro WTA.



O tão esperado amplificador integrado da marca alemã, Accustic Arts já está entre nós.
A Interlux já o tem disponível para audições. Marque uma audição com António Miguel ou Carlos Henriques: interlux@mail.telepac.pt ou 218 858 955

SONY


O conceito Qualia começa a dar os seus frutos. A Sony concebeu um projector revolucionário que utiliza tecnologia SXRD com cristais líquidos obtidos a partir de um novo material molecular que permite reduzir o tamanho dos pixels e o espaço entre eles. Deste modo é possível obter uma densidade 10 vezes superior à permitida pela tecnologia LCD, qualquer coisa como 2 milhões de pixels em apenas 0,78 polegadas num total de 6 milhões de pixels. A qualidade da imagem resultante, nomeadamente os negros e os tons de pele aproximam-se da qualidade do filme original. O projector SXRD utiliza uma lâmpada de Xenon e lentes Carl Zeiss. Além da ligação DVI-D já oferece o último grito: HDMI (áudio e vídeo de alta resolução numa única ligação).



HDMI


Quando a maior parte do audio/videófilos ainda sonha com ligações DVI e iLink, eis a HDMI. Uma ligação única de alto débito (5GB/s!!!) compatível com a norma DVI 1.0. A avaliar pela correria dos principais fabricantes, vai ser esta a ligação do futuro. A polémica dos cabos irá acabar: já não era sem tempo...



KRELL


Completa a linha Showcase com um leitor-DVD. Mais barato que o Standard só deve ser comercializado em 2004. Com saída balanceada CAST e com um módulo opcional HDMI (a revolução em interface digital para áudio e vídeo de alta resolução) que permite seleccionar diferentes resoluções vídeo: 480p, 720p e 1080i e aiiinda...um sistema de controlo digital de áudio multicanal: DVD-Audio? SACD? Dan não se abre...



THETA



Neil Sinclair, Theta


Neil Sinclair tinha-me confidenciado em Las Vegas, na CES2002, que só estava à espera que decidissem qual a norma para a transmissão de sinais de alta resolução para lançar o seu leitor-Universal. Ei-lo: chama-se Compli e toca tudo - mas tudo mesmo - o que existe em disco óptico seja qual for o formato. Tem as 6-saídas analógicas da ordem para o multicanal e saída digital para PCM, DTS e Dolby Digital. E video S-VHS, composto e por componentes (480p). Theta Gen. VIII

Tem ainda uma saída encriptada de alto débito (SACD e DVD-Audio) para ligação ao processador D/A Generation VIII (ver CES, 2003, The Zoo ). Como opção a interface digital SDI para ligação ao módulo externo Theta Ultra Sync II 480p que utiliza a tecnologia de desentrelaçamento Faroudja Directional Correlational DeInterlacing. O sinal é mantido sempre sob domínio digital («ida e volta») evitando algumas «aldrabices» que andam aí com ligação DVI, na qual o sinal é sucessivamente convertido de analógico para digital e viceversa. O Ultra Sync II elimina totalmente o «efeito de escada» nas imagens vídeo.


Foi ainda apresentado o Casablanca III com o novo circuito Jitter Jail que reduz o «jitter» até aos 2ps. Pelo menos o Neil diz que sim...



DENON


A Denon perdeu a cabeça e divulgou o fruto do seu recente casamento com a Marantz: um sistema AV de €40.000 que pretende fazer frente aos Krells, Theta et alia. A principal novidade para nós, audiófilos, é o DVD-1, um transporte Universal (DVD, DVD-Audio, SACD) com saída DVI e iLink, vídeo PAL progressivo, «scaler» e quadriplicador de linhas interno. O resto do sistema é composto por:


AVP-1 - Processador Audio e Unidade de Controlo


AVP-1 - Processador de Video


POA-1 - Amplificador Digital de 7-canais



NORDOST


Cabos de potência: Shiva, Vishnu e Valhalla (onde é que eles arranjam estes nomes? num manual de Mitologia editado pela Reader's Digest?). Os preços (em especial o Valhalla só estão ao alcance dos deuses do Olimpo).



CLASSÉ


Novos modelos com incidência no multicanal, do DVD ao SACD, c/ THX Ultra 2 à mistura, e um completo «redesign».



MCINTOSH


MC252, um novo amplificador estéreo de 250W, apto para cargas dos 16ohms a 1 ohm (!!).



MERIDIAN


Nova linha G mais barata, que a vida custa a todos. Primeiro modelo: processador G68



YAMAHA


RX-Z9 é a nova bomba da Yamaha. Não, não é uma moto, é um amplificador AV de 9-canais (7x170W+2x50W) com entrada iLink.



NAD


T 533 E T513 dois novos leitores-DVD compatíveis com DVD-Audio. Mas não com SACD. A luta continua...

AMNISTIA DA RIIA
Depois de ameaçar ( e cumprir) processar tudo e todos: homens, mulheres e crianças, a RIIA viu o buraco em que se tinha metido e oferece agora a aministia em troca da confissão dos arguidos de que copiaram, não voltam a fazê-lo e a prova de que apagaram os ficheiros copiados. Já parece o Bush com as armas de destruição maciça...