2002

Nova Iorque: Colunas



As Pipedreams 7 c/ amps Tenor (válvulas)+quatro «subs» c/amp. Plinius e um Audio Aero Capitole CD na linha da frente impressionaram-me a retina mais que o tímpano. O mesmo se pode dizer das Rockport Antare c/ amps Halcro. Um maravilhoso amplificador com distorção infinitesimal alimentava uma coluna com um «tweeter»(?) marado (distorção audível até por um surdo). Robert Harley sentado ao meu lado balançava a cabeça em êxtase. Chamei-lhe a atenção para o problema. De facto...

Preferi ouvir as Joseph Audio Pearl e as Roman Centurion, que não são (mas deviam ser) distribuídas em Portugal. Das Merlin Millenium fala-se muito na internet mas é só conversa: soam a caixa. Novidade mesmo eram as colunas Chesky C1. David Chesky é um homem de extremos: produz discos e colunas. Custam 4.000 dólares e só se vendem pela internet. Quentes e boas como as castanhas...

Vi e ouvi coisas malucas, como as Amon Audio Dragon, chatas c/ um altifalante único à frente e outro de graves atrás, que tinham som de caixa de sapatos e design de filme de Kung-Fu; as Third Rethm, lindas de ver não tanto de ouvir; as Impact AirFoil tão estranhas e inestéticas quanto musicais, com transdutores de «onda curva»(?); as esculturais Morel Octave Octwin em estilo art-déco; as Vaessen, em mármore; ou as FPS F1 c/ unidades múltiplas do tipo «planar», criadas por Von Schweikert, e apresentadas por um chinês como sendo: «Like no other speaker on Earth» (eu também acho que sim, pela negativa: o som era marciano); e coisas mais ou menos convencionais, como as esquisitas Naim SL2, que retirada a grelha têm o tweeter montado numa estrutura metálica tipo grua isolada da caixa de graves; as belas Verity Audio Tamino c/ amps Nagra; e outras mais revolucionárias, como as TACT Audio MH-1, criadas para serem utilizadas em conjugação com os «correctores de salas» da marca, e as inesperadas LS1, híbridas (ribbon Dali+Scanspeak) e modulares (3 a 6 módulos que se montam uns em cima dos outros com num Lego).


Se querem graves e não gostam de «subs», tentem o Magellan, «The Anti-Sub Woofer», «virtual bass module»: uma caixa pequena com grave profundo (15Hz). Não há cá: experimentem www.VBTBass.com.